A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
ARQUITETURA HOSPITALAR Simulado 02

Pré-visualização | Página 1 de 2

Simulado: SDE0629_SM_201301989142 V.2 
	 Fechar
	Desempenho: 8,0 de 8,0
	Data: 11/10/2014 13:22:34 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201302337611)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	NÃO é considerado um serviço de arquitetura:
		
	
	Projeto Urbanístico
	 
	Sondagem
	
	Projeto Paisagístico
	
	Projeto Legal
	
	Anteprojeto
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201302337608)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	De acordo com a Lei 8080/90, aos Estados compete:
		
	
	formular políticas e normas, coordenar e avaliar sua implantação em articulação com os demais órgãos governamentais e promover a descentralização para as Unidades Federadas e Municípios dos serviços e ações de saúde.
	 
	a descentralização dos serviços e ações de saúde para os Municípios, controlar e avaliar as redes hierarquizadas do SUS e formular, executar e acompanhar normas e padrões de funcionamento em caráter suplementar.
	
	fiscalizar as ações e serviços de saúde em caráter exclusivo e promover articulação com os órgãos de fiscalização federais.
	
	planejar, programar e organizar a rede regionalizada e hierarquizada do SUS em articulação com a direção nacional.
	
	formular, executar e acompanhar normas e padrões de funcionamento em caráter privativo.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201302339975)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	A RDC-50 divide as atividades em 8 setores/unidades principais que se subdividem em outros, até chegar ao espaço onde funcionará determinado serviço. São eles:
		
	 
	Atendimento Ambulatorial, Atendimento Imediato, Internação, Apoio ao diagnóstico e Terapia, Apoio Técnico, Ensino e Pesquisa, Apoio Administrativo e Apoio Logístico.
	
	Atendimento Ambulatorial, Emergência, Enfermaria, Exames Laboratoriais, Produção e Desenvolvimento, Auditoria, Apoio Administrativo e Apoio Logístico.
	
	Emergência, Atendimento Ambulatorial, Internação, Apoio ao diagnóstico e Terapia, Auditoria, Ensino e Pesquisa, Administração e Logística Hospitalar.
	
	Enfermaria, Apoio Logístico, Ensino e Pesquisa, Administração, Emergência, Exames Laboratoriais, Produção e Desenvolvimento e Logística Hospitalar.
	 
	Apoio ao Diagnóstico e Terapia, Apoio Administrativo, Logística Hospitalar, Auditoria, Atendimento Imediato, Internação, Atendimento Ambulatorial e Apoio Técnico.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201302339974)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Mauricio é o novo gestor de um hospital geral. Na sua primeira semana de trabalho, ele verifica a existência de um Plano Diretor prestes a ser colocado em prática. Ao se reunir com o Escritório de Arquitetura para maiores esclarecimentos, Mauricio percebe que os parâmetros do Plano Diretor foram praticamente definidos somente pelo Escritório de Arquitetura. Qual é a melhor atitude que Mauricio deve tomar?
		
	
	Propor a contratação de um segundo Escritório de Arquitetura para auditar o Plano Diretor existente e estipular as sanções necessárias em caso de desvios de finalidade.
	
	Propor o não aproveitamento do Plano Diretor existente, já que os funcionários participaram muito pouco do processo, e fazendo, apenas, a manutenção da estrutura de acordo com a necessidade de cada setor, de forma criteriosa quanto ao aspecto custo.
	
	Propor a continuidade do processo, já que o Escritório de Arquitetura possui os profissionais tecnicamente gabaritados para esse tipo de trabalho.
	 
	Propor ajustes ao Plano Diretor convocando funcionários que deverão expor as suas necessidades e alinhá-lo às estratégias da empresa, de forma criteriosa quanto aos aspectos de custo, tempo e qualidade.
	
	Propor o rompimento do contrato com o Escritório de Arquitetura que foi arbitrário no processo.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201302337960)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Considerando as constantes mutações dentro do espaço físico, ao elaborar o Partido Arquitetônico da sua unidade de saúde, o arquiteto deverá considerar a possibilidade futura de:
		
	
	redução dos custos de manutenção predial por meio do isolamento de áreas com pouca demanda de pacientes.
	
	flexibilização dos fluxos internos do edifício, principalmente do setor de apoio técnico, que tem apresentado demandas crescentes.
	 
	flexibilização e readaptação da forma do edifício a fim de garantir o atendimento das demandas exigidas por este, de forma a garantir sua expansão e retardar sua obsolescência.
	
	construção de setores de ensino e pesquisa, pois estes estão cada vez mais escassos no ambiente hospitalar.
	
	adaptação de zonas ¿mortas¿ para apoio logístico, cada vez mais necessário no ambiente hospitalar.
		
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201302337610)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	O conceito de Municipalização, inspirado na Conferência de Alma Ata, na antiga União Soviética, tem como objetivo:
		
	
	que a rede federal receba investimentos para o seu aparelhamento no atendimento de ações básicas de saúde, evitando a transferência de pacientes em qualquer grau de enfermidade para as sedes regionais, ocasionando assim a sobrecarga da rede estadual.
	 
	que a rede municipal receba investimentos para o seu aparelhamento no atendimento de ações básicas de saúde, evitando a transferência de pacientes que não estejam em grau complexo de enfermidade para as sedes regionais, ocasionando assim a sobrecarga da rede estadual.
	 
	que a rede regional receba investimentos para o seu aparelhamento no atendimento de ações básicas de saúde, evitando a transferência de pacientes que não estejam em grau complexo de enfermidade para as sedes municipais, ocasionado assim a sobrecarga da rede municipal.
	
	que a rede do SUS receba investimentos para o seu aparelhamento no atendimento de ações básicas de saúde, facilitando a transferência de pacientes em qualquer grau de enfermidade para todo o território nacional, evitando assim a sobrecarga da rede municipal.
	
	que a rede estadual receba investimentos para o seu aparelhamento no atendimento de ações básicas de saúde, facilitando a interrelação das sedes municipais e estaduais na transferência de pacientes que estejam em baixo grau de enfermidade, evitando assim a sobrecarga da rede federal.
		
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201302337615)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	A atividade de compatibilização de projetos é uma responsabilidade do escritório de arquitetura contratado que consiste na:
		
	
	elaboração dos principais projetos complementares tomando como base o projeto arquitetônico.
	
	participação dos fornecedores de projetos complementares nos eventos onde são tomadas as principais decisões que envolvem cada etapa de um projeto.
	 
	participação deste nos eventos onde são tomadas as principais decisões que envolvem cada projeto complementar.
	
	fiscalização dos eventos onde são tomadas as principais decisões que envolvem o projeto arquitetônico.
	
	fiscalização dos fornecedores dos projetos complementares para o cumprimento do cronograma de obra.
		
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201302337604)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Os serviços de saúde no Nordeste brasileiro tiveram uma importante contribuição do arquiteto Luis Carlos Nunes no chamado Movimento do Recife por meio do Departamento de Arquitetura e Urbanismo ¿ DAU. Sob esse prisma, uma de suas obras, o Hospital da Brigada Militar de Recife, merece um importante destaque porque:
		
	 
	rompeu com o sistema pavilhonar baseado na teoria dos miasmas e adotou um partido em blocos mais funcional, menos oneroso e com circulações internas bem definidas.
	
	inspirado no Hotel-Dieu de Lyon, dispunha de pavilhões em ordem paralela com um deles destinado aos enfermos.
	
	retardou descobertas da medicina quanto à identificação dos vetores de transmissão de diversas doenças contagiosas.
	
	foi muito arrojado para a época