A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Glossario de termos em microbiologia

Pré-visualização | Página 5 de 10

espontânea Hipótese de que os organismos vivos poderiam ser originados a partir de matéria inanimada.
Germicida Qualquer substância que inibe o crescimento ou mata microrganismos.
Glicocálice Termo que descreve os componentes de natureza polissacarídica encontrados externamente à parede celular bacteriana; geralmente se apresenta como uma rede frouxa de fibras de polímeros que se projetam para fora da célula.
Glicólise Reações da via Embdem-Meyerhof, onde a glicose é convertida a piruvato.
Gonococo Neisseria gonorrhoeae, diplococo gram-negativo, agente etiológico da gonorréia.
Grupo prostético Porção não protéica de uma enzima, fortemente associada a esta, diferente de Coenzima.
Guerra biológica Uso de agentes biológicos para matar ou incapacitar uma população.
Habitat Local onde um organismo vive na natureza.
Halófilo extremo Organismo cujo crescimento é dependente de altas concentrações de NaCl (geralmente >10%).
Halófilo Organismo que requer sal (NaCl) para seu crescimento.
Halotolerante Organismo que não requer NaCl para seu crescimento, mas é capaz de crescer em sua presença.
Haplóide Organismo ou célula que contém apenas um conjunto de cromossomos.
Hélice Estrutura em forma de uma espiral, encontrada em macromoléculas que apresentam um padrão repetitivo.
Hemólise Lise de hemácias.
Hemolisinas Toxinas bacterianas com capacidade de lisar hemácias.
Heterofermentação Fermentação de glicose, ou outro açúcar, originando uma mistura de produtos reduzidos. Comparar com Homofermentação. 
Heterotrófico Quimiorganotrófico.
HFIS Hibridização fluorescente in situ; um processo onde células tornam-se fluorescentes em decorrência de sua associação a uma sonda específica de ácido nucléico, acoplada a um corante fluorescente.
Hibridização Formação natural ou artificial de um dúplex de ácido nucléico pelo pareamento de bases complementares de duas fitas de ácido nucléico provenientes de diferentes origens.
Hidrólise Clivagem de um polímero em unidades menores, geralmente monômeros, a partir da adição de água; digestão.
Hipersensibilidade Reação imunológica, geralmente prejudicial ao animal, causada por interações antígeno-anticorpo, ou por processos envolvendo a resposta imune do tipo celular. 
Hipertermófilo Procarioto que apresenta um ótimo de temperatura de 80°C ou superior.
Homofermentação Fermentação da glicose ou outro açúcar, levando à formação de um único produto, o ácido lático.
Hospedeiro Organismo capaz de permitir o crescimento de um vírus ou outro parasita.
Icosaedro Forma geométrica apresentada por várias partículas virais, apresentando 20 faces triangulares e 12 vértices.
Imune Capaz de resistir a uma doença infecciosa.
Imunidade ativa Estado imune alcançado pela produção endógena de anticorpos. Comparar com Imunidade passiva.
Imunidade humoral. Resposta imune envolvendo a participação de anticorpos.
Imunidade mediada por anticorpos. Imunidade resultante da interação direta com os anticorpos, também denominada imunidade humoral.
Imunidade mediada por células Resposta imune gerada pela atividade de células não produtoras de anticorpos, tais como as células T. Também denominada imunidade celular. Comparar com Imunidade humoral.
Imunidade passiva Imunidade resultante da transferência de anticorpos ou células imunes para um indivíduo não imune.
Imunidade Capacidade de um organismo resistir à infecção.
Imunização Indução de imunidade específica pela injeção de antígenos, anticorpos ou células imunes em um animal.
Imunoblot (Western blot) Técnica de detecção de proteínas imobilizadas em uma membrana a partir da interação com anticorpos específicos. Comparar com Southern blot e Northern blot.
Imunodeficência Quando o sistema imunológico encontra-se parcialmente ou totalmente não funcional.
Imunógeno Antígeno capaz de induzir uma resposta imune.
Imunoglobulina Anticorpo.
In sílica Utilização de computadores para a realização de análises complexas e sofisticadas.
In vitro Realizado fora do organismo. 
In vivo Realizado em um organismo vivo.
Incidência Referente à transmissão de uma doença, ao número de casos da doença em um subconjunto específico da população.
Indução Processo pelo qual uma enzima é sintetizada em resposta à presença de uma substância externa, o indutor.
Infecção alimentar Infecção microbiana, resultante da ingestão de alimentos contaminados.
Infecção emergente Doença infecciosa cuja incidência aumentou nos últimos 20 anos ou que possa aumentar no futuro.
Infecção nosocomial Infecção adquirida no ambiente hospitalar.
Infecção Crescimento de um organismo no corpo hospedeiro.
Infecções re-emergentes Doenças infecciosas anteriormente consideradas sob controle, que produzem novas epidemias.
Inflamação Reação característica desenvolvida em resposta a partículas ou outros estímulos danosos, resultando em vermelhidão da pele (eritema), inchaço (edema), calor e dor.
Inibição por retroalimentação Diminuição na atividade da primeira enzima de uma via metabólica em conseqüência da síntese do produto final da via.
Inibição Redução do crescimento microbiano devido a um decréscimo do número de microrganismos presentes ou à alterações no meio ambiente.
Iniciador Molécula(geralmente polinucleotídica) à qual a DNA polimerase adiciona o primeiro desoxirribonucleotídeo, durante a replicação de DNA.
Inoculo Material utilizado para iniciar uma cultura microbiana.
Inserção Fenômeno genético em que um fragmento de DNA é inserido no meio de um gene.
Integração Processo pelo qual moléculas de DNA se incorporam a outro genoma.
Interferons Proteínas antivirais hospedeiro-específicas, produzidas por células infectadas por vírus, que impedem a infecção viral de células vizinhas.
Intoxicação alimentar Doença resultante da ingestão de alimentos contaminados com uma toxina microbiana.
Íntrons Seqüências não codificantes intercaladas em um gene interrompido. Diferenciar de Éxons, as seqüências codificantes.
Invasividade Grau com que um organismo é capaz de se disseminar pelo corpo, a partir de um foco de infecção.
Ionóforo Composto que promove a perda de íons através da membrana.
Irradiação Na microbiologia de alimentos, refere-se à exposição dos alimentos à radiação ionizante, visando inibir os microrganismos e insetos ou retardar o amadurecimento.
Isótopos Diferentes formas de um mesmo elemento, contendo o mesmo número de prótons e elétrons, mas diferindo no número de nêutrons.
Joule (J) Unidade de energia correspondente a 107 ergs; 1000 Joules equivalem a 1 kilojoule (kJ). 
Kilobase Fragmento de ácido nucléico contendo 1000 bases.
Leucocidina Substância capaz de destruir fagócitos.
Leucócito polimorfonuclear (PMN) Glóbulo branco móvel contendo muitos lisossomos e especializado na fagocitose. Caracterizado por um núcleo segmentado. É também denominado neutrófilo.
Leucócito Célula sanguínea, glóbulo branco.
Leveduras Fungos unicelulares.
Ligação covalente Ligação química não iônica, originada pelo partilhamento de elétrons entre dois átomos.
Ligação fosfodiéster Tipo de ligação covalente que une os nucleotídeos, originando um polinucleotídeo.
Ligação glicosídica Tipo de ligação covalente que conecta unidades de açúcar em um polissacarídeo.
Ligação peptídica Tipo de ligação covalente que une os aminoácidos em um polipeptídeo.
Linfa Fluido claro, amarelado, encontrado nos vasos linfáticos que transportam vários leucócitos (mas não hemácias).
Linfócito B Célula do sistema imune que se diferencia em uma célula produtora de imunoglobulinas.
Linfócito Leucócito envolvido na formação de anticorpos ou na resposta imune.
Linhagem População de células de um única espécie, onde todos são descendentes de uma única célula; um clone.
Liofilização

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.