Libras em Estudo   Tradução Interpretação
220 pág.

Libras em Estudo Tradução Interpretação


DisciplinaLibras18.461 materiais118.170 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
1 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
2 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
3 
 
Neiva de Aquino Albres 
Vânia de Aquino Albres Santiago 
 (Organizadoras) 
 
 
 
 
Libras em estudo: 
tradução/interpretação 
 
Marcus Vinícius Batista Nascimento 
Ana Claudia dos Santos Camargo 
Silvia Maria Estrela Lourenço 
Regina Maria Russiano Mendes 
Renata de Sousa Santos 
Ester Barbosa Fidelis 
(Autores) 
 
 
 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
4 
 
© 2012 by Neiva de Aquino Albres e Vânia de Aquino Albres Santiago 
 
Todos os direitos desta edição reservados à 
EDITORA FENEIS LTDA. 
Rua das Azaléas, 138 
Mirandópolis, em São Paulo - SP 
Tel.: (11) 2574-9151 
www.feneissp.org.br 
 
Capa e projeto gráfico 
Gerson Gargalaka 
 
Foto da capa 
Gerson Gargalaka 
 
Editoração Eletrônica 
Neiva de Aquino Albres 
 
Revisão do texto 
Amanda Dardes Pimentel 
 
Revisão 
Neiva de Aquino Albres 
Vânia de Aquino Albres Santiago 
Marcus Vinícius Batista Nascimento 
Lara Ferreira dos Santos 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação / Neiva de Aquino Albres e Vânia de 
Aquino Albres Santiago (organizadoras). \u2013 São Paulo: FENEIS, 2012. 
219 p. : 21cm \u2013 (Série Pesquisas) 
 
ISBN 978-85-62950-02-5 
 
1. Língua de Sinais. 2. Tradução e interpretação. 3. Surdos \u2013 Educação. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
5 
 
Agradecimentos 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aos tradutores e intérpretes de Libras que colaboraram 
para a realização desse trabalho, que generosamente nos permitiram usar suas 
falas para o entendimento de suas vivências e por disponibilizarem 
suas traduções, oferecendo assim a possibilidade de reflexão 
sobre as peculiaridades de sua atuação. 
 
Aos professores convidados, agradecemos por compartilhar 
conosco suas inquietações, reflexões e saberes. 
 
Nosso muito obrigado, ao pesquisador-aprendiz por ter partilhado 
conosco momentos de criação, tensão, prazer e produção 
acadêmica sem os quais esta experiência não teria acontecido. 
 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
6 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
7 
 
Sumário 
 
 
Prefácio 09 
 
ENSAIOS 
 
13 
 
FORMAÇÃO ACADÊMICO-CIENTÍFICA DO 
TRADUTOR/INTÉRPRETE DE LIBRAS E PORTUGUÊS: O 
PROCESSO INVESTIGATIVO COMO OBJETO DE 
CONHECIMENTO 
Neiva de Aquino Albres 
 
 
15 
 
PORTUGUÊS E LIBRAS EM DIÁLOGO: 
OS PROCEDIMENTOS DE TRADUÇÃO E O CAMPO DO 
SENTIDO 
Vânia de Aquino Albres Santiago 
 
 
35 
 
TRADUTOR INTÉRPRETE DE LIBRAS/PORTUGUÊS: 
FORMAÇÃO POLÍTICA E POLÍTICA DE FORMAÇÃO 
Marcus Vinícius Batista Nascimento 
 
 
57 
 
ARTIGOS 
 
 
73 
 
CONCURSO PÚBLICO PARA INTÉRPRETE EDUCACIONAL: 
SABERES DETERMINADOS PARA OS CANDIDATOS \u2013 
CONJUNTURA NACIONAL 
Ana Claudia dos Santos Camargo 
 
 
75 
 
 
 
GUIA-INTÉRPRETE DE LIBRAS PARA PESSOA COM 
SURDOCEGUEIRA: REFLEXÃO SOBRE AS TENDÊNCIAS E 
PERSPECTIVAS DE SUA FORMAÇÃO 
Silvia Maria Estrela Lourenço 
 
109 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
8 
 
 
 
AFINAL: INTÉRPRETE DE LÍNGUA DE SINAIS, 
INTÉRPRETE EDUCACIONAL, PROFESSOR-INTÉRPRETE 
OU AUXILIAR? O TRABALHO DE INTÉRPRETES NA 
LÓGICA INCLUSIVA 
Regina Maria Russiano Mendes 
 
 
 
141 
 
OS GÊNEROS DISCURSIVOS EM LIVRO DIDÁTICO PARA 
SURDOS: ANÁLISE DOS PROCEDIMENTOS TRADUTÓRIOS 
APLICADOS DE PORTUGUÊS PARA LIBRAS 
Renata de Sousa Santos 
 
 
 
169 
 
UMA ANÁLISE DA INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA PARA A 
LIBRAS À LUZ DOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS DA 
TRADUÇÃO 
Ester Barbosa Fidelis 
 
 
195 
 
SOBRE OS AUTORES 
 
 
213 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
9 
 
 
No fluxo dos enunciados, 
um convite à reflexão científica 
 Este livro que o leitor toma em mãos reflete os caminhos trilhados 
pelo que temos chamado de pesquisador-aprendiz, ou seja, por alunos 
de curso de pós-graduação lato sensu em Libras que enfrentaram o 
desafio de aprender a produzir conhecimento. 
 Para dizer desta obra coletiva trazemos da memória a imagem de 
nossas reuniões coletivas ou individuais com os orientandos. 
Encontros de pesquisas que levaram os orientandos a repensar suas 
práticas, suas formas de ver o mundo. O esboço mais nítido da 
multiplicidade do mundo científico é ver que cada orientador 
matriculado em um paradigma de pesquisa conduziu os alunos que na 
heterogeneidade dos tipos de formação inicial puderam apropriar-se 
do que se tem chamado fazer ciência. 
 Para Freitas1, a heterogeneidade é benéfica porque traz novas 
questões, desinstala posições, obriga o enfrentamento de problemas, 
estimula reflexões e impulsiona o nosso caminhar na pesquisa. É 
nessa arena de circulação e confronto de discursos, no exercício de 
experiências plurais, que nossas singularidades vão sendo construídas 
na e para a pesquisa. 
 Estas reflexões e pesquisas resultaram em uma coleção de livros 
composta por três exemplares, o primeiro: discute a formação, 
contratação e atuação de tradutores/intérprete de Libras; o segundo: 
caminha na investigação por conhecer nos múltiplos espaços as 
estratégias de ensino de Libras, e o terceiro: busca na descrição e 
análise o conhecimento sobre a Libras. 
 Construir conhecimento, no momento que comemoramos 10 anos 
do reconhecimento da Libras (Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002), 
 
1 FREITAS, Maria Teresa Assunção e RAMOS, Bruna Sola (orgs.). Fazer pesquisa na 
abordagem histórico-cultural: metodologias em construção. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2010. 
Libras em estudo: tradução/interpretação 
 
 
10 
 
faz deste livro um marco significativo na trajetória de pessoas que 
atuam como professor-orientador e do pesquisador-aprendiz buscando 
a produção de conhecimento nesta nova área. A partir desta coleção, 
nos sentimos realizados por poder contribuir um pouco para a área do 
que se tem chamado de \u201cEstudos da tradução\u201d. 
 Conduzidos pela consciência de que as pesquisas acadêmicas 
devem ter um compromisso social e político com o coletivo, com a 
busca por respostas aos problemas da vida cotidiana, tendo como 
ponto principal a difusão deste conhecimento, buscamos a publicação 
do material. Neste sentido, os diferentes artigos deste livro, tomados 
em conjunto são publicados para provocar novas reflexões. 
 Neste exemplar, intitulado \u201cLibras em estudo: 
tradução/interpretação\u201d, os ensaios teóricos produzidos pelos 
professores do curso de formação de intérpretes Neiva de Aquino, 
Vânia Santiago e Vinicius Nascimento versam sobre a problemática 
da formação, numa perspectiva científica, técnica e política, 
respectivamente. Os trabalhos de pesquisa dos alunos em formato de 
artigo científico buscaram responder a questões relevantes sobre 
política, linguística, inclusão educacional de surdos e a práxis do 
intérprete. 
 Ana Claudia dos Santos Camargo problematiza a forma de 
contratação de intérpretes educacionais por meio