A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AVALIANDO O APRENDIZADO - FISIOTERAPIA EM UTI

Pré-visualização | Página 1 de 2

1a Questão (Ref.:201001656916) Pontos: 0,1 / 0,1 
Analise os itens sobre Unidade de Terapia Intensiva e assinale a opção correta: I- Unidade de 
Terapia Intensiva Neonatal é destinada à assistência a pacientes admitidos com idade entre 0 e 
40 dias. iI- Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica é destinada à assistência a pacientes com 
idade de 29 dias a 14 ou 18 anos, sendo este limite definido de acordo com as rotinas da 
instituição. III -Paciente crítico é aquele com comprometimento de um ou mais dos principais 
sistemas fisiológicos, com perda de sua auto-regulação, necessitando de assistência contínua. 
IV- Rotina compreende a descrição dos passos dados para a realização de uma atividade ou 
operação, envolvendo, geralmente, mais de um agente. V- As rotinas em Terapia Intensiva não 
favorecem o planejamento e racionalização da atividade, mas evitam improvisações. 
 
 
I, IV e V são corretas 
 
III, IV e V são corretas 
 III e IV são corretas 
 
Somente III é correta 
 
II, III e IV são corretas 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201002649327) Pontos: 0,1 / 0,1 
Qual das alternativas a seguir representa efeito do decúbito prolongado sobre a pressão 
arterial? 
 
 
Todas as alternativas representam os efeitos do decúbito prolongado sobre a pressão 
arterial. 
 
Redução dos níveis de potássio e aldosterona plasmáticos. 
 
Redução dos marcadores de renina e cortisol plasmático. 
 Redução do tônus vagal e aumento da atividade simpática. 
 
Redução dos níveis de sódio urinário e plasmáticos. 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201001651048) Pontos: 0,1 / 0,1 
A ESCALA DE COMA DE GLASGOW FOI DESENVOLVIDA DURANTE A DÉCADA DE 70 COMO 
FORMA DE GRADUAR A GRAVIDADE EM PACIENTES COM TRAUMATISMO CRANIOENCEFÁLICO 
(TCE) E PREVER AS CHANCES DE RECUPERAÇÃO DO SEU ESTADO CRITICO, ASSIM COMO 
NORTEAR DECISÕES CLINICAS. SOBRE ELA RESPONDA: 
 
 DEVE SER SÓ EM PACIENTES SEDADOS. 
 A ESCALA AVALIA TRÊS ASPECTOS: ABERTURA OCULAR, RESPOSTA VERBAL E 
RESPOSTA MOTORA. 
 SUA AVALIAÇÃO DETERMINA O GRAU DE FORÇA MUSCULAR. 
 NO CASO DE PACIENTES SEDADOS DEVE SER UTILIZADO A ESCALA DE RAMSAY. 
 NO GLASGOW ABAIXO DE 8 O PACIENTE FICA APTO PARA A RESPIRAÇÃO 
ESPONTÂNEA COM A CERTEZA QUE MANTEM A PERMEABILIDADE DE VIA AÉREA. 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201002367703) Pontos: 0,1 / 0,1 
A substância existente na superfície interna dos alvéolos responsável por reduzir a tensão 
superficial e impedir que os alvéolos colabem é o .................................., que é produzido 
pelas células do epitélio alveolar, chamadas de .................................. 
 
 
glicerol ¿ pneumócitos tipo I 
 
líquido alveolar ¿ pneumócitos tipo II 
 
glicerol ¿ pneumócitos tipo II 
 
surfactante ¿ pneumócitos tipo I 
 surfactante ¿ pneumócitos tipo II 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201002095293) Pontos: 0,1 / 0,1 
Na aula foram apresentadas as funções dos profissionais de saúde que atuam na UTI/CTI. De 
acordo com o que foi explicitado na aula, marque a opção que corresponde à função do 
Fisioterapeuta na UTI 
 
 Otimizar o suporte respiratório; melhorar função muscular e 
manter as vias aéreas pérvias. 
 
Administrar medicações como broncodilatadores; verificar 
sinais vitais; manter vias aéreas sem secreção. 
 
????????????? 
 
Analisar exames laboratoriais, alterar medicações e prevenir 
úlceras de pressão. 
 
Desinfectar equipamentos utilizados durante a reabilitação; 
reverter encurtamento muscular e auxiliar na manutenção das 
funções vitais. 
1a Questão (Ref.:201001652239) Pontos: 0,1 / 0,1 
A gasometria arterial é um exame invasivo que avalia as concentrações de oxigênio, a 
ventilação alveolar e o estado ácido-básico do paciente crítico. Analise o desequilíbrio ácido 
básico proposto, a compensação proposta como consequência e a causa do distúrbio. Marque a 
opção correta. 
 
 
Acalose respiratória, alcalose metabólica, DPOC. 
 Acidose respiratória, compensação respiratória intervencional com hiperventilação e 
alcalose metabólica, diminuição da ventilação alveolar. 
 
Acidose respiratória, apenas compensação respiratória com hiperventilação, diminuição 
da ventilação alveolar. 
 
Acidose metabólica, acidose respiratória, cetoacidose diabética. 
 
Alcalose metabólica, não há compensação respiratória nem metabólica, vômitos. 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201002164039) Pontos: 0,1 / 0,1 
São benefícios da PEEP, exceto: 
 
 
Aumento da PaO2 
 
Manutenção da estabilidade alveolar 
 Aumento da PCO2 
 
Redistribuição da água extra-alveolar 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201001648849) Pontos: 0,1 / 0,1 
Qual das alternativas abaixo, representa o valor de normalidade da Pi Máx? 
 
 
(-) 45 a (-) 60 cmH2O 
 
(-) 60 A (-) 100 cmH2O 
 
(-) 30 a (-) 70 cmH2O 
 (-) 80 a (-) 120 cmH2O 
 
(-) 25 a (-) 50 cmH2O 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201002095704) Pontos: 0,1 / 0,1 
Sobre a classificação ácido-básico e ventilatória, analise os itens a seguir: 
I) PH < 7,35 = acidemia e > 7,45 = alcalemia. 
II) PaCO2 <35= alcalose respiratória (hiperventilação). 
III) HCO3 ¿(mEq/l) >26= acidose metabólica. 
Está(ão) correta(s): 
 
 
II e III 
 
I e III 
 
Apenas I 
 
Apenas II 
 I e II 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201001640701) Pontos: 0,1 / 0,1 
Choque cardiogênico com hipotensão severa e hipertensão pulmonar são contra-indicações 
para: 
 
 Aumentar PEEP 
 
Aumentar frequência respiratória 
 
Diminuir pressão inspiratória 
 
Diminuir Volume corrente 
 
Aumentar Fi02 
 
1a Questão (Ref.:201001648252) Pontos: 0,1 / 0,1 
Cardiopata de 63 anos, sexo masc., deu entrada na emergência apresentando FR 32 irpm; FC 
132 bpm; PA 146x90 mmHg; AP com presença de estertores crepitantes em bases 
bilateralmente, gasometria com pH 7,48; PaO2 76 mmHg; PaCO2 29mmHg; HCO3 26mEq/L; 
BE 2mEq/L; SaO2 91% e uso de musculatura acessória. Radiologia de Tórax apresentando 
cardiomegalia e congestão parahilar, recebendo atendimento médico e fisioterápico imediato. 
Das opções abaixo destaque a que é compatível com o quadro deste paciente? 
 
 
Alcalose Metabólica, Edema Agudo de Pulmão, Taquipnéia e quadro de Hipertensão 
venocapilar pulmonar 
 
Acidose Metabólica, Congestão Pulmonar, Taquipnéia e Ausência de Hipertensão 
venocapilarl. 
 Alcalose Respiratória, Congestão pulmonar, Taquipnéia e quadro de Hipertensão 
venocapilar pulmonar 
 
Acidose Respiratória, Edema Agudo de Pulmão, Taquipnéia e quadro de Hipertensão 
venocapilar pulmonar 
 
Alcalose Respiratória, Congestão pulmonar, Taquipnéia e Ausência de Hipertensão 
venocapilar pulmonar 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201002086525) Pontos: 0,1 / 0,1 
São efeitos da Pressão Positiva Expiratória Final (PEEP) EXCETO: 
 
 
Diminuição do shunt intrapulmonar 
 
Aumento da Capacidade Residual Funcional (CRF) 
 Aumento do shunt intrapulmonar 
 
Redistribuição de água extra-vascular 
 
Aumento da PaO2 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201002489140) Pontos: 0,1 / 0,1 
MODO VENTILATÓRIO NA VENTILAÇÃO MECÂNICA CICLADO A TEMPO E LIMITADO À PRESSÃO 
? 
 
 
VCV 
 
SIMV+PSV 
 PVC 
 
SIMV 
 
PSV 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201001648782) Pontos: 0,1 / 0,1 
Paciente do sexo masc., 33 anos, 87Kg , em UTI há 28 dias por PCR causada por intoxicação 
barbitúrica associada à consumo de cocaína. No momento encontra-se lúcido e orientado, D23 
de TQT em modo ventilatório espontâneo em processo de desmame da prótese ventilatória. 
Apresentou à ventilometria realizada pelo fisioterapeuta de plantão os resultados encontrados 
na tabela abaixo. 
Ramo Inspiratório Ramo Expiratório 
VM - 6.690 ml VM - 6.050 ml 
FR - 27 ipm Fr - 28 ipm 
Assinale