A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
39 pág.
Avaliando de Análise de Impactos Ambientais

Pré-visualização | Página 1 de 12

Ref.: 201402891338
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	Determinados gases integrantes da atmosfera, de origem natural ou antrópicos (produzidos pelo homem) contribuem significativamente para a potencialização do efeito estufa. Entre eles destaca-se o dióxido de carbono (C02) proveniente dos veículos das queimadas. Sobre as emissões geradas nestas atividades está correto afirmar que:
		
	 
	Os impactos ambientais locais quando acumulados podem ocasionar impactos globais.
	
	Os impactos ambientais globais são decorrentes apenas de impactos gerados por atividades antrópicas.
	
	Os impactos locais nunca podem ter impacto global.
	
	Os impactos ambientais globais são decorrentes apenas de impactos gerados por fenômenos da natureza.
	
	Os impactos locais são sempre mais relevantes do que os impactos globais.
	
Explicação:
Os impactos locais, gerados de forma contínua e cumulativa, têm potencial para agravar os impactos ambientais globais. Um exemplo é a destruição da camada de ozônio, a qual é majorada com o lançamento frequente de emissões em diferentes pontos georgráficos do planeta.
	
	 
	Ref.: 201402891341
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Algumas atividades humanas são apontadas como principal causa de impactos ao meio ambiente. São elas algumas pequenas ações que indiretamente acabam por prejudicar o planeta e futuramente o próprio homem. São impactos adversos globais decorrentes da atividade humana:
		
	
	Efeito Estufa e vazamento de água em indústria.
	
	Erupção vulcânica e maremoto.
	 
	Efeito Estufa e Buraco na Camada de Ozônio.
	
	Chuva ácida e supressão vegetal.
	
	Buraco na Camada de Ozônio e vazamento de petróleo em plataforma.
	
Explicação:
Tanto o efeito estufa quanto a destruição na cama de ozônio possuem relação com a atividade antrópica.
O efeito estufa é um fenômeno natural, porém pode ser potencializado quando há a emissão de determinadas emissões atmosféricas decorrentes das atividades humanas, como as atividades industriais e as queimadas.
A destruição da camada de ozônio provém da emissão de gás clorofluorcarbono (CFC) e de outras substâncias químicas halogenadas artificiais normalmente empregadas na fabricação de propelentes de aerossóis, extintores de incêndio, gases de regrigeração e solventes orgânicos.
	
	 
	Ref.: 201402302930
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Uma das principais causas de impactos ambientais é o desmatamento de florestas tropicais. Com relação a essa causa podemos dizer, exceto:
		
	
	determinam a erosão e desertificação do solo.
	
	são determinantes para as mudanças climáticas.
	 
	provocam precipitação ácida nos ambientes vizinhos.
	 
	estão relacionados à proliferação de doenças.
	
	provocam a destruição da biodiversidade.
	
Explicação:
As precipitações ácidas decorrem da emissão na atmosfera de substâncias como o monóxido de nitrogênio (NO2) e o dióxido de enxofre (SO2), não possuindo relação direta com o desmatamento das floresta tropicais.
	
	 
	Ref.: 201402302920
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	Com relação aos impactos ambientais considerados no âmbito da legislação, qual deles não se aplica aos instrumentos legais de controle da poluição ambiental?
		
	
	captação de água para uso industrial.
	
	exploração de recursos pesqueiros.
	
	desmatamento de florestas.
	 
	erupções vulcânicas.
	
	controle de pragas agrícolas.
	
Explicação:
No contexto da legislação ambiental brasileira, as erupções vulcânicas não são contempladas.
	
	 
	Ref.: 201402231678
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Os recursos naturais, após seu uso, podem ser renováveis, isto é, voltar a ser disponíveis, ou não-renováveis, isto é, nunca mais ficarem disponíveis.  Assinale a alternativa verdadeira.
		
	
	O capim, evidentemente, não é um recurso renovável pois não é biomassa.
	
	Como recurso não renovável temos o exemplo do combustível fóssil, que depois de ser utilizado para mover um automóvel ainda é útil para a natureza.
	
	O capim, evidentemente, é um recurso não renovável (biomassa).
	 
	Como recurso não renovável temos o exemplo do combustível fóssil, que depois de ser utilizado para mover um automóvel está perdido para sempre.
	
	Um recurso renovável não pode se tornar um recurso não renovável.
	
	 
	Ref.: 201402303042
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	O efeito estufa representa um problema ambiental global, tendo portanto, características muito complexas em relação aos seus fatores determinantes e as suas consequências. Em relação a essa questão podemos afirmar que:
		
	
	seus efeitos são de escala global, contudo não interfere nas características climáticas.
	 
	os GEE são produzidos em maior escala por emissões provenientes de atividades humanas.
	
	em qualquer concentração de GEE teremos o efeito estufa instalado.
	
	os gases do efeito estufa (GEE) são produzidos somente por atividades industriais.
	
	os GEE são exclusivamente o metano (CH4), o dióxido de carbono (CO2) e água (H2O).
	
Explicação:
Os gases responsáveis pelo efeito estufa (GEE) são principalmente o vapor de água, o gás carbônico ou dióxido de carbono, o metano e o dióxido de nitrogênio. Apesar de se tratar de um fenômeno natural desde a origem da Terra, o aumento da emissão de GEE pela atividade antrópica tem provocado efeitos adversos, como a inundação de cidades e a expansão de desertos.
	
	 
	Ref.: 201402302928
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Com relação a escala que os impactos ambientais são classificados, marque a alternativa que não se enquadra nessa classificação.
		
	
	impacto local é aquele que atinge uma área mais restrita.
	 
	os impactos globais não podem ter origem em impactos regionais.
	
	os impactos globais podem ser originados a partir dos regionais.
	
	impacto global é aquele que atinge o planeta como um todo.
	 
	os impactos locais podem ser ampliados para escala regional.
	
Explicação:
Os impactos globais podem ter origem em impactos regionais que ocorrem de forma cumulativa.
	
	 
	Ref.: 201403164397
		
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Determinados gases integrantes da atmosfera, de origem natural ou antrópicos (produzidos pelo homem) contribuem significativamente para a potencialização do efeito estufa. Entre eles destaca-se o dióxido de carbono (C02) proveniente dos veículos das queimadas. Sobre as emissões geradas nestas atividades está correto afirmar que:
		
	
	Os impactos locais nunca podem ter impacto global.
	 
	Os impactos ambientais locais quando acumulados podem ocasionar impactos globais.
	
	Os impactos locais são sempre mais relevantes do que os impactos globais.
	
	Os impactos ambientais globais são decorrentes apenas de impactos gerados por atividades antrópicas.
	
	Os impactos ambientais globais são decorrentes apenas de impactos gerados por fenômenos da natureza.
	
Explicação:
Os impactos locais acumulados têm o potencial de agravar os impactos globais. Como exemplo, as emissões atmosféricas de um polo industrial que, sem as devidas medidas de controle, podem exacerbar os impactos ambientais globais.
	
	
	Ref.: 201402303043
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	O impacto ambiental se define por um desequilíbrio provocado pelo choque da relação do homem com o meio ambiente. Ele surge juntamente com o decorrer da evolução humana. Com relação à afirmação anterior podemos afirmar, exceto:
		
	 
	a revolução industrial representa um marco tecnológico para humanidade, não influenciando nas questões ambientais.
	
	o início das civilizações e das cidades, provocando

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.