Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
MÓDULO 3   INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA

Pré-visualização | Página 1 de 3

28/05/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.
https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 1/8
 
3.1. A curva de demanda
Em uma economia de mercado, os preços se formam por meio do encontro dos interesses
dos compradores e dos vendedores. Isso quer dizer que, teoricamente, se os vendedores
ofertarem seus produtos a preços acima do desejado pelo mercado consumidor, os produtos
não serão vendidos, forçando os vendedores a baixar seus preços. Da mesma forma, se os
consumidores desejarem comprar produtos a preços que não interessam aos vendedores,
haverá falta de produto no mercado.
 
Esse mecanismo pressupõe, portanto, que haja uma determinada quantidade de bens que
seja oferecida a um determinado preço que interessa tanto aos compradores quanto aos
vendedores. Mas, para que possamos entender isso melhor, devemos inicialmente
compreender como é que se forma a demanda.
 
Dizemos que a demanda reflete a escolha do consumidor. Quais as variáveis que afetam
essa escolha? De forma simplificado, são as seguintes:
 
a) a renda: quanto o consumidor tem disponível para a aquisição de bens e serviços que
lhes são necessários;
b) os preços dos bens e serviços: quanto custarão, para ele, os bens e serviços dos
quais ele tem necessidade;
c) suas preferências: que marcas o consumidor prefere? Das alternativas existentes no
mercado, quais são as suas prediletas?
d) a r elação de substitutibilidade ou complementariedade entre os bens e serviços que o
consumidor deseja comprar: o bem que ele deseja pode ser substituído por outro? O
bem que ele quer consumir precisa ser consumido em conjunto com outro?
 
Como você pode ver, são muitos os fatores que determinam a demanda de um bem ou
serviço. Para simplificar mais, faremos o seguinte: consideraremos, para a nossa análise,
apenas a quantidade demandada de um bem em relação ao seu preço. Ao representarmos
essa relação, teremos a curva abaixo:
 
 
Figura 1. Curva de demanda
<http://www.neema.ufc.br/Ern_cap2_parte1.htm>
 
28/05/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.
https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 2/8
O gráfico acima nos permite visualizar que à medida em que o preço sobe, a quantidade
demandada diminui. Isso é possivel de ser constanto no mundo real: quanto maior o preço,
menos as pessoas estão dispostas a consumir determinado bem ou serviço. Por isso, a
inclinação da curva de demanda é negativa.
 
O que pode provocar um deslocamento da curva de demanda? Mudanças naquelas variáveis
que havíamos deixado de fora da nossa análise. Dessa forma, mudanças na renda, nos
preços dos bens substitutos e complementares e mudanças nos padrões de preferência
provocarão deslocamentos da curva de demanda.
 
Vejamos agora um exercício: o que acontece com a curva de demanda quando há uma
mudança nos padrões de preferência dos consumidores?
 
Resposta: Caso haja um aumento de preferência dos consumidores por determinado
produto, a curva de demanda sofrerá um deslocamento para a direita. Nesse caso, todo o
mercado estará disposto a consumir mais quantidade do bem para um certo preço. Caso haja
uma diminuição de preferência dos consumidores por certo bem, a curva de demanda sofrerá
um deslocamento para a esquerda. Assim, todo o mercado estará disposto a consumir menos
bens para um certo preço.
 
3.2. A curva de oferta
 
Da mesma forma como a curva de demanda é formada a partir das preferências dos
consumidores, a de oferta se explica pelas escolhas que as empresas fazem no esforço de
oferecer bens e serviços ao mercado.
 
Como as empresas decidem quais as quantidades ofertar ao mercado? São inúmeras as
variáveis:
 
a) os preços praticados no mercado;
b) o quanto de lucro elas pretendem no mercado;
c) a estrutura de custos da produção dos bens e serviços;
d) a concorrência;
e) a oferta e os preços dos fatores de produção.
 
Para que possamos simplificar nossa análise, consideraremos a quantidade ofertada de um
bem ou serviço como função única e exclusiva dos preços. Se representarmos essa relação,
teremos a curva abaixo.
 
28/05/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.
https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 3/8
Figura 2. A curva de oferta
<http://portalteses.icict.fiocruz.br/transf.php?
script=thes_chap&id=00004303&lng=pt&nrm=iso>
 
Como você pode verificar, a curva de oferta tem inclinação positiva. Isso quer dizer que
quanto maiores os preços praticados no mercado, mais a empresa tem interesse em ofertar
os bens e serviços. O que pode provocar um deslocamento da curva de oferta? Mudanças
naquelas variáveis que havíamos deixado de fora da nossa análise. Dessa forma, mudanças
na concorrência e na oferta de fatores de produção podem deslocar a curva da oferta para a
direita ou para a esquerda..
 
Vejamos agora um exercício: o que acontece com a curva de oferta quando há uma mudança
no estoque de determinado fator de produção?
 
Resposta: Vamos imaginar que haja escassez de determinado fator de produção. A oferta
como um todo diminuirá e a curva de oferta se deslocará para a a esquerda. Caso haja um
aumento na oferta de determinado fator de produção, a curva se deslocará para a esquerda.
 
3.3. A situação de equilíbrio
 
Como ocorre então a situação de equilíbrio entre a demanda e a oferta? Graficamente, ela se
identifica com o ponto de encontro entre as duas funções. Veja na figura abaixo:
 
 
 
 
Figura 3. O encontro entre as curvas de oferta e procura
28/05/2018 UNIP - Universidade Paulista : DisciplinaOnline - Sistemas de conteúdo online para Alunos.
https://online.unip.br/imprimir/imprimirconteudo 4/8
http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialprojti2/pagina_3.asp
 
É importante ressaltar que essa situação de equilíbrio é uma construção teórica. No mercado
real, no mundo real, o que temos são movimentos em torno desse ponto de equilíbrio. Quer
dizer, esse ponto de equilíbrio é uma meta ideal para o mercado consumidor e para o
mercado vendedor. Do ponto de vista teórico, o ponto de equilíbrio representa a situação em
que, a um determinado preço e a uma determinada quantidade, compradores e ofertantes
ficam igualmente satisfeitos.
 
É evidente que mudanças nas curvas de demanda e de oferta podem deslocar esse ponto de
equilíbrio, e isso veremos no tópico a seguir. O importante agora é você ser capaz de
identificar esse ponto como sendo aquele de coincidência de interesses.
 
3.4. Deslocamentos do ponto de equilíbrio
 
Como falamos no tópico anterior, deslocamentos nas curvas de demanda e oferta podem
alterar o ponto de equilíbrio. Vejamos esses deslocamentos de uma forma simplificada, em
termos das consequencias para o preço e para a quantidade de equilíbrio:
 
Curva da Demanda Curva da Oferta Novo preço de
equilíbrio
Nova quantidade de
equilíbrio
Deslocamento para
a direita
Sem
deslocamento
Maior do que na
situação anterior
Maior do que na situação
anterior
Deslocamento para
a esquerda
Sem
deslocamento
Menor do que
na situação
anterior
Menor do que na
situação anterior
Sem deslocamento Deslocamento
para a direita
Menor do que
na situação
anterior
Maior do que na situação
anterior
Sem deslocamento Deslocamento
para a esquerda
Maior do que na
situação anterior
Menor do que na
situação anterior
 
Faça agora o seguinte exercício: o que aconteceria com o ponto de equilíbrio caso a curva de
oferta não se altere, mas os consumidores aumentem a preferência pelo bem ou serviço?
 
Resposta: No novo ponto de equilíbrio, tanto o preço como a quantidade serão maiores do
que na situação anterior.
Faça agora os exercícios previstos para esse módulo. Bom trabalho!!!
 
Exercício 1:
 Leia atentamente
Página123