A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
ATIVIDADE CONTEXTUALIZADA CONTABILIDADE

Pré-visualização | Página 1 de 1

O reconhecimento das receitas e gastos é um dos aspectos básicos da contabilidade que devem ser conhecidos para poder avaliar adequadamente as informações financeiras. O regime de competência é um princípio contábil, que deve ser, na prática, estendido a qualquer alteração patrimonial, independentemente de sua natureza e origem. 
 Dentre os Princípios Contabeis existente, e analisando a tematica proposta, podemos perceber que a empresa do Sr José esta ferindo o Princípio da Competência, quando ele não separa as contas das duas lojas, e as despesas fixas são pagas pela empresa Constrular e não distingue e nem registra as receitas e despesas, ou não faz uma previsão do que a empresa tem a receber dentro ou fora do mês corrente, como também as despesas, quando ele somente considera receita e despesa o que vai entrando no Ativo e Passivo dia pós dia. De longe no inicio da proposta, cita como funicona as duas loja, da pra entender que ele também esta ferindo o Princípio da Entidade quando não reconhece o Patrimônio da Contabilidade, quando tudo se mistura, as contas, as despesas, e não se sabe qual produz mais, não se sabe quem gasta mais, a loja Requinte é da esposa, mas se percebe que no final das contas não esta claro de quem é o patrimônio e se a empresa prosseguir dessa forma, poderá esta ferindo mais um Princípio da Contabilidade que é o da Continuidade, a empresa não terá um futuro longo e promissor sem ter clareza das contas do Patrimônio. 
 O Princípio da Oportunidade também por sua vez, esta sendo ferido quando as informações do processo de mensuração e apresentação dos componentes patrimoniais não são integras e tempestiva. Podemos considerar que o erro mais grave do Sr José seja ferir o Princípio da Competência, pois, determina que os efeitos das transações e outros eventos sejam reconhecidos nos períodos a que se referem, independentemente do recebimento ou pagamento. O Princípio da Competência pressupõe a simultaneidade da confrontação de receitas e de despesas correlatas. 
 A observância dos Princípios de Contabilidade é obrigatória no exercício da profissão e constitui condição de legitimidade das Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC). Por exemplo, o Princípio de Competência, que exige o registro das receitas e despesas no período que ocorrerem, não pode ser substituído por adoção do regime de caixa (onde as receitas e despesas são registradas somente por ocasião de seu pagamento). Alguns aspectos da legislação fiscal permitem a utilização do regime de caixa, para fins tributários. Porém, de modo algum o regime de competência pode ser substituído pelo regime de caixa numa entidade empresarial, pois se estaria violando um princípio contábil. 
Fonte: OS PRINCÍPIOS DE CONTABILIDADE- o césar Zanluca - 27.06.2016 www.portaldacontabilidade.com.br
http://www.portaldecontabilidade.com.br/guia/regcompetencia.htm

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.