A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
Avaliando Cinesioterapia Exames por Imagem Fisioterapia Respiratória

Pré-visualização | Página 7 de 10

(Ref.: 201302281564) Pontos: 0,1 / 0,1 
Com o método barato e seguro da ausculta, pode-se deduzir o que está acontecendo com as estruturas pulmonares e guiar uma 
abordagem mais proveitosa e funcional com menores riscos ao paciente. Com relação aos ruídos adventícios pode-se afirmar: I. Os 
acometimentos patológicos do pulmão não afetam diretamente a transmissão dos sons pulmonares das vias aéreas à superfície 
torácica. II. Os sons pulmonares anormais, ou ruídos adventícios, podem ser classificados em sibilos, crepitações e roncos ou, 
também, podem ser classificados pelo seu caráter contínuo e descontínuo. III. A formação do sibilo é uma interação entre o calibre 
da via aérea e a passagem em jato do ar que produz vibrações nas estruturas pulmonares. Estão corretas as afirmativas: 
 
 I e III, somente. 
 I e II, somente. 
 Somente a II. 
 II e III, somente. 
 Todas estão corretas. 
 
 
 
 5a Questão (Ref.: 201301815445) Pontos: 0,1 / 0,1 
A capacidade residual funcional (CRF) é a soma dos seguintes volumes: 
 
 
NENHUMA DAS ANTERIORES 
 
VRI + VE 
 
VRI + VRE 
 VRE + VR 
 
VRE + VC 
1a Questão (Ref.: 201302455222) Pontos: 0,1 / 0,1 
Uma criança obesa chegou ao hospital com quadro de pneumonia com dispneia e hipersecreção brônquica. À ausculta pulmonar 
foram observados roncos difusos em todo o tórax. Foi atendido pelo médico e encaminhado ao fisioterapeuta. I. O fisioterapeuta 
prescreveu uma nebulização com medicação mucolítica para o paciente; II. Após isso, por se tratar de um paciente obeso, optou por 
fazer desobstrução com o Flutter, já que o paciente estava colaborativo com a conduta; III. Por não ter êxito na eliminação da 
secreção pelo próprio paciente, o fisioterapeuta fez uma aspiração aberta com a sequência nariz e boca; !V. Devido a ter observado 
uma maior quantidade de secreção na base dos pulmões, deixou o paciente em drenagem postural com a perna elevada e a cabeça 
baixa, durante 30 minutos. Sabendo-se das atribuições e técnicas fisioterapêuticas, analise o quadro clinico acima e marque a 
resposta correta: 
 
 
São verdadeiras as alternativas I e III 
 São verdadeiras as alternativas II e III 
 
São verdadeiras as alternativas III e IV 
 
São verdadeiras as alternativas I e IV 
 
São verdadeiras as alternativas I e II 
 
 
 
 2a Questão (Ref.: 201302281527) Pontos: 0,1 / 0,1 
A ausculta torácica é uma técnica diagnóstica muito antiga. Hipócrates já recomendava colocar o ouvido em contato com a 
superfície do tórax de seus pacientes para a percepção dos sons ¿provenientes do meio interno¿. Leia as afirmativas abaixo: I. Os 
sons pulmonares são resultados das vibrações pulmonares e das respectivas vias aéreas transmitidas à parede torácica. II. Os sons 
pulmonares normais podem ser divididos em sons bronquiais (traqueobronquiais) ou vesiculares. III. A compreensão dos ruídos 
pulmonares anormais pelos profissionais da área de saúde é de extrema importância pelo seu íntimo e freqüente contato na prática 
diária. IV. Os acometimentos patológicos do pulmão afetam diretamente a transmissão dos sons pulmonares das vias aéreas à 
superfície torácica. Então: 
 
 Todas as afirmativas estão corretas. 
 Somente a II e a IV estão corretas. 
 Somente as afirmativas I e III estão corretas. 
 Somente a III e a IV estão corretas. 
 Somente a I está correta. 
 
 
 
 3a Questão (Ref.: 201302358972) Pontos: 0,1 / 0,1 
Um paciente do sexo masculino, com 65 anos de idade, apresentando, dispnéia leve, hiperpirexia, instabilidade hemodinâmica, dor 
torácica e tosse com expectoração purulenta e volumosa deu entrada no pronto-socorro de um hospital. Com base nessa situação, 
avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. I. O fisioterapeuta de plantão, após avaliação do paciente, terá agido 
corretamente, se em concordância com o médico de plantão, solicitando ao mesmo, a intubação e instalação de ventilação 
mecânica, por entender que, a conduta desobstrutiva de início, teria melhor efetividade através do tubo endotraqueal. PORQUE II. 
Devido ao volume expressivo de secreção e ao quadro de dispneia instalado, a facilidade de acesso à via aérea do paciente seria 
mais rápido, agilizando e diminuindo assim o trabalho respiratório e proporcionando mais conforto e alívio dos sintomas de uma 
pneumonia adquirida na comunidade (PAC). Acerca dessas asserções, assinale a opção correta 
 
 
b) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I. 
 
d) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira. 
 
a) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I. 
 
c) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
 e) As asserções I e II são proposições falsas. 
 
 
 
 4a Questão (Ref.: 201302354141) Pontos: 0,1 / 0,1 
A espirometria é um exame não invasivo, de baixo custo, com muitas aplicações clínicas e que permite o diagnóstico de diversos 
distúrbios ventilatórios. O distúrbio ventilatório obstrutivo (DVO), observado principalmente em indivíduos com asma e doença 
pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), é caracterizado por redução do fluxo expiratório em relação ao volume pulmonar expirado. 
(Soares, J Bras Pneumol. 2008;34(7):468-472. Qual é o parâmetro clássico para caracterizar um distúrbio ventilatório como 
obstrutivo? 
 
 Redução da relação volume expiratório forçado no 1 segunda pela capacidade vital forçada (VEF1/CVF) 
 
Aumento do Volume expiratório forçado no 1 segundo (VEF1) 
 
Redução da Capacidade vital forçada (CVF) 
 
Aumento da relação volume expiratório forçado no 1 segunda pela capacidade vital forçada (VEF1/CVF) 
 
Aumento da capacidade vital forçada (CVF) 
 
 
 
 5a Questão (Ref.: 201302303627) Pontos: 0,1 / 0,1 
É causa de disfunção respiratória restritiva: 
 
 
DPOC 
 
Pneumonia 
 Fibrose Pulmonar 
 
Atelectasia 
 
Enfisema Pulmonar 
1a Questão (Ref.: 201302296713) Pontos: 0,1 / 0,1 
Suponha que chegou na clínica, para sua avaliação, um paciente com um diagnóstico clínico do qual você nunca ouviu falar, mas 
com indicação para fisioterapia respiratória. Durante a anamnese o paciente apresentou dispneia e a saturação atingiu 85%. As 
condutas abaixo são adequadas, EXCETO: 
 
 
Verificar junto ao paciente se realizou algum tipo de exame complementar e se toma alguma medicação, ainda na 
avaliação. 
 
Colocar o paciente em oxigenioterapia com cateter nasal a 1l/min e verificar se a saturação vai ser reestabelecida. Se não, 
evoluir para 2l/min e 3 l/m na tentativa de atingir ao menos 90% de saturação e cessar a queixa de dispneia. 
 Interromper a sessão, mesmo após reestabelecida a saturação, pois não se pode atender um paciente que dessaturou há 
pouco, que teve dispneia, sem saber ao certo sobre sua doença de base. 
 
Proceder a anamnese e o exame físico assim que reestabelecida a saturação e cessada a queixa de dispneia do paciente a 
fim de identificar o diagnóstico funcional. 
 
No término da avaliação, e antes de iniciar qualquer conduta, pesquisar a respeito da doença de base para refletir sobre os 
objetivos e plano de tratamento adequados. 
 
 
 
 2a Questão (Ref.: 201302311361) Pontos: 0,0 / 0,1 
São consideradas ações fisiológicas do EPAP, a seguinte alternativa: 
 
 Diminuição do trabalho respiratório e melhora drenagem da secreção 
 
Diminuição da CV, VEF1 e FEF 
 
Favorece diminuição do broncoespasmo, devido efeito broncodilatador 
 Evita o colapso da VA e aumenta a quantidade de ar aprisionado 
 
Melhora a drenagem do muco e aumenta o trabalho respiratório 
 
 
 
 3a Questão (Ref.: 201302464720) Pontos: 0,0 / 0,1 
São causas de Derrame Pleural, EXCETO: