NEUROLOGICO
112 pág.

NEUROLOGICO


DisciplinaProcesso de Cuidar III16 materiais114 seguidores
Pré-visualização4 páginas
*
*
Exame Neurológico
Profa. Ms. Kariane Gomes Cezario
*
*
*
Objetivos de aprendizagem
Revisar a anatomia e fisiologia do Sistema Neurológico;
Realizar avaliação do Sistema Neurológico
*
*
*
Revisando ...
*
*
*
O Sistema Nervoso
Divide-se em duas partes!
CENTRAL
 PERIFÉRICO
*
*
*
Sistema Nervoso Central
*
*
*
Córtex cerebral: camada externa de corpos celulares do encéfalo que tem a aparência de uma \u201csubstância cinzenta\u201d; dividido em hemisfério esquerdo e direito;
Cada hemisfério possui quatro lobos: frontal, parietal, temporal e occipital;
Os danos a qualquer uma das áreas corticais específicas produzem perda funcional correspondente!
*
*
*
Lobo frontal: áreas ligadas à personalidade, aos comportamento, às emoções e à função intelectual;
Giro pré-central: dá início aos movimentos voluntários
Giro pós-central: centro primário das sensações
*
*
*
Lobo occipital: centro receptor visual primário;
Lobo temporal: centro receptor auditivo primário;
Lobo frontal; aspecto motor da fala; afasia de expressão
Lobo temporal; compreensão da linguagem; afasia de recepção
*
*
*
Gânglios da base: feixes de substância cinzenta profundamente situados nos dois hemisférios; controlam os movimentos automáticos associados do corpo;
*
*
*
*
*
*
Tálamo: estação retransmissora do SNC; vias sensoriais da medula espinhal e do tronco cerebral formam sinapses em seu trajeto;
Hipotálamo: centro de controle: temperatura, frequência cardíaca e pressão arterial; centro do sono, regulador da hipófise; coordenador do sistema nervoso autônomo e do estado emocional;
*
*
*
Cerebelo: coordenação motora dos movimentos voluntários, equilíbrio e tônus muscular; não dá início aos movimentos, mas os coordena e regula;
Tronco cerebral: cerne do cérebro, constituiu-se principalmente de fibras nervosas;
*
*
*
Mesencéfalo: funde-se ao tálamo e hipotálamo. Contém muitos neurônios e tratos motores;
Ponte: área mais larga, contém tratos de fibras ascendentes e descendentes;
Bulbo: continuação da medula espinhal no cérebro; contém centros autonômicos vitais (respiração, coração e função gastrintestinal);
*
*
*
Medula espinhal: longa estrutura cilíndrica, de diâmetro semelhante ao dedo mínimo da mão; principal via para os tratos de fibras ascendentes e descendentes que ligam o cérebro aos nervos espinhais e medeia os reflexos;
*
*
*
*
*
*
Vias do SNC
Vias sensoriais \u2013 receptores sensoriais: monitoram a sensação consciente, as funções dos órgãos internos, a posição corporal e os reflexos;
*
*
*
Trato espinotalâmico: fibras sensoriais que transmitem sensações de dor, temperatura e trato grosseiro ou fino; 
*
*
*
Trato espinotalâmico lateral: sensações de dor e temperatura;
Trato espinotalâmico anterior: tato;
No tálamo as fibras fazem sinapse com um terceiro neurônio sensorial, que leva a mensagem até o córtex para interpretação integral;
*
*
*
Colunas posteriores (dorsais): conduzem sensações de posição, vibração e tato de localização fina;
Posição (propriocepção);
Vibração;
Estereognosia (tato de localização fina);
*
*
*
Vias Motoras
Trato corticoespinhal ou piramidal: atravessa as pirâmides do bulbo; 
- Fibras nervosas motoras \u2013 córtex motor e seguem ao tronco cerebral \u2013 decussação piramidal \u2013 coluna lateral da medula espinhal;
*
*
*
*
*
*
Tratos extrapiramidais: fibras motoras que se originam do córtex motor, gânglios da base, tronco cerebral e medula espinhal e que se encontram fora do trato piramidal; mantém o tônus muscular e controlam os movimentos corporais (caminhar);
Sistema cerebelar: coordena movimentos, equilíbrio, ajuda a manter a postura;
*
*
*
Neurônios motores superiores: fibras motoras descendentes que podem influenciar ou modificar os neurônios motores inferiores; localizados integralmente no SNC; transmitem impulsos das áreas motoras do córtex cerebral até os neurônios motores inferiores;
*
*
*
*
*
*
Neurônios motores inferiores: localizam-se principalmente no SN periférico; corpo celular do neurônio se localiza na coluna cinzenta anterior da medula espinhal, mas a fibra nervosa estende-se até o músculo; 
*
*
*
Sistema Nervoso Periférico
Feixes de fibras fora do SNC. Os nervos periféricos levam estímulos ao SNC através de suas fibras sensoriais aferentes e recebem estímulos do SNC pelas fibras eferentes;
*
*
*
Nervos cranianos
Entram e saem do cérebro em vez da medula espinhal;
São 12 pares que suprem principalmente cabeça e pescoço, exceto pelo nervo vago (coração, músculos respiratórios, estômago e vesícula biliar);
*
*
*
*
*
*
Nervos espinhais
Os 31 pares originam-se de toda a extensão da medula espinhal e suprem o restante do corpo;
Designados de acordo com a região de que se originam: 8 cervicais, 5 lombares, 5 sacros e 1 coccígeo;
São nervos mistos, pois contêm tanto fibras sensoriais quanto motoras;
*
*
*
*
*
*
Segmentação dérmica: distribuição cutânea dos diversos nervos espinhais;
Dermátomo: área circunscrita da pele que é suprida principalmente por um segmento da medula espinhal, através de um nervo espinhal específico;
*
*
*
*
*
*
Sistema Nervoso Autônomo
Modula a atividade inconsciente;
As fibras autonômicas inervam músculos lisos (involuntários), o músculo cardíaco e as glândulas;
*
*
*
Arco Reflexo
- Mecanismos de defesa básicos, involuntários, auxiliam o corpo a manter um equilíbrio e um tônus muscular apropriado
*
*
*
Reflexos tendinosos profundos (miotáticos): reflexo patelar ou do joelho;
Reflexos superficiais: reflexo córneo, reflexo abdominal;
Reflexos viscerais (orgânicos): resposta pupilar à luz e à acomodação;
Reflexos patológicos (anormais): reflexo de Babinski ou reflexo extensor plantar.
*
*
*
Avaliação Neurológica
*
*
*
O que perguntar??
O que avaliar??
*
*
*
Êxito na terapia;
Início 
Apresentação
Fala livre do paciente (efeito catártico)
SIGILO;
Estilo (empático e útil \u2013 exige habilidade)
Entrevista \u2013 Informações Subjetivas
*
*
*
Pergunta Aberta
- Como se encontra seu estado de ânimo?
Pergunta Alternativa
- O senhor está alegre ou triste?
Pergunta sugestiva passiva
- O senhor está triste?
Pergunta sugestiva ativa
- O senhor está triste, não está?
Tipos de perguntas durante a entrevista
*
*
*
É um processo sistemático;
Cérebro e medula não podem ser avaliados diretamente;
Histórico neurológico: função cerebral, nervos cranianos, sistema motor, sistema sensorial e reflexos;
Interação enfermeiro-paciente
 
O Exame neurológico
*
*
*
Análise do estado mental pelo contato pessoal (Entrevista aberta)
Objetiva uma avaliação global de todas as funções mentais
Inicia a Relação Terapêutica
Detalhamento dos conteúdos mentais expressos
AVALIANDO A FUNÇÃO CEREBRAL: ESTADO MENTAL
*
*
*
APARÊNCIA E COMPORTAMENTO
Contato visual
Aparência (estado geral, nutrição)
Movimentação (inibição, agitação, inquietação, agressividades, imobilidade)
Maneira de Vestir (colorido das roupas, maquiagens, adereços)
Expressão facial
Postura corporal
*
*
*
Exemplos
*
*
*
Exemplos
*
*
*
Tipos de expressões faciais e postura
*
*
*
CONSCIÊNCIA
Quanto o paciente está acordado, alerta ou vigilante? Quanto está neurologicamente apto para manter contato com o mundo ao seu redor?
Nível de Consciência (precede os demais);
Limites: despertar completo a coma profundo;
Delirium \u2013 interação mantida \u2013 alteração de funções psíquicas \u2013 primariamente orgânica e não de ordem psicológica.
*
*
*
Estímulos para avaliação da consciência
Auditivos: inicialmente tom de voz normal, se não houver resposta elevar tonalidade. Na presença de respostas,