A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
APS UNIP   1º Semestre HTML CSS

Pré-visualização | Página 1 de 7

Universidade Paulista (UNIP)
Sistemas de Informação
Atividades Práticas Supervisionadas
Logística Reversa
Índice
Objetivo do trabalho………………………………………………………………………... 2
Introdução………………………………………………………………………………….... 3
Tema…………………………………………………………………………………………. 4
1.Logística ………………………………………………………………………... 4
1.1. Conceito ……………………………………………………………………….. 4
2. Logística Reversa …………………………………………………………….. 4
2.1. Conceito ……………………………………………………………………….. 4
2.2. Importância da Logística Reversa ………………………………………... 6
Dissertação................................................................................................................8
Sustentabilidade..........................................................................................8
Beneficios .................................................................................................12
Projeto do site............................................................................................................12
Relatório com códigos................................................................................................14
Site em funcionamento..............................................................................................25
Bibliografia.................................................................................................................26
25
Objetivo do Trabalho
Já algum tempo o mundo vem falando em aquecimento global, desmatamento e sustentabilidade, encontros entre líderes mundiais para que cada um possa apresentar as melhorias que cada país vem fazendo para diminuir o efeito estufa. Os lixos que descartamos de maneira errada faz com que nosso planeta seja cada dia mais destruído, por conta disso, mais países vem adotando a política de logística reversa, que tem como objetivo recolher de volta o material fabricado após ser descartado, e o transforma novamente em matéria-prima, fazendo com que aquele material volte ao ciclo de produtivo, evitando o acúmulo de lixos e descartes inadequados desses materiais. A logística reversa tem sido uma grande aliada contra a poluição do meio ambiente e também na redução de custos com matéria-prima utilizando produtos manufaturados.
Introdução
Com o passar dos anos a humanidade vem evoluindo em tecnologia, qualidade e conforto, porém com essa evolução de novos produtos, o mundo vem produzindo um grande volume lixo e gases poluentes.
Os meios de transportes e as indústrias ainda são os grandes vilões do meio ambiente, o automóvel foi criado por volta 1770 com a evolução o motor a vapor, porém em 1800 os carros foram construídos com motores de combustão interna, somente 70 anos após essa criação, o automóvel passou a ser construído na Alemanha com motor a gasolina. A combustão causada para impulsionar os veículos emitem gases como monóxidos de carbono, dióxido de enxofre e hidrocarbonetos, esses gases também são produzidos pelas indústrias, onde suas máquinas de produção precisão de combustão para trabalhar, esses gases são totalmente nocivos aos seres humanos e ajuda a causar buracos na atmosfera fazendo o aumento do efeito estufa. Além dos gases as indústrias, poluem os rios, mares, os solos com seus dejetos e desmatam.
Com todo esse lixo despejado de qualquer maneira, a natureza vem respondendo com o aquecimento global. Cada vez mais vemos noticiários anunciando terremotos, tsunamis, geleiras derretendo, o clima bagunçado e o aquecimento global avançando.
Por conta disso os cientistas e os ambientalistas vêm adotando meios sustentáveis para produção de produtos que não agridem tanto a natureza e o reaproveitamento de produtos descartados indevidamente na natureza.
Esse artigo tem como objetivo apresentar alguns desses meios de sustentabilidade e reaproveitamento de “lixos” como matéria-prima, utilizados na logística reversa.
Tema
1. Logística
1.1. Conceito
A palavra logística é de origem francesa, do verbo ‘loger’, que na realidade significa alojar. O termo é de origem militar e significa a arte de transportar, abastecer e alojar tropas. Com o passar do tempo, o significado foi se tornando mais amplo, passando a abranger outras áreas como a gerência de estoques, armazenagem e movimentação. (JOURNET, M., 1998, p.18).
A logística é o processo de gerenciar estrategicamente a aquisição, movimentação e armazenagem de materiais, peças e produtos acabados e os fluxos de informação correlatos, de modo a poder maximizar as lucratividades presente e futura, pelo atendimento de pedidos a baixo custo. (CHRISTOPHER, 1997).
Na citação feita por JOURNET (1998) e CHRISTOPHER (1997), existe concordância no que se diz sobre o gerenciamento estratégico dos estoques, armazenamento e distribuição de materiais, de modo a visar o aumento dos lucros e da agilidade no processo logístico para melhor atender a cadeia de suprimentos e abastecimento tendo como principal objetivo o baixo custo.
Dessa forma, “O processo de planejar, implementar e controlar de maneira eficiente o fluxo e a armazenagem de produtos, bem como os serviços e informações associados, cobrindo desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o objetivo de atender aos requisitos do consumidor”. (NOVAES, 2001, p. 36).
2. Logística Reversa
2.2. Conceito
A logística reversa é uma nova área de estudo da logística empresarial que visa fazer o retorno dos produtos descartados pelos clientes. Em outras palavras, a logística reversa trata de mover o produto trazendo do ponto de consumo final para o ponto de origem.
Logística Reversa é um termo bastante genérico. Em seu sentido mais amplo, significa todas as operações relacionadas com a reutilização de produtos e/ou materiais. Refere-se, assim, a todas as atividades logísticas de coletar, desmontar e processar produtos e/ou materiais e peças usadas a fim de assegurar uma recuperação sustentável (amigável ao meio ambiente).
A logística reversa é um conceito relativamente novo e em evolução. Embora esta área esteja sendo explorada pela indústria seriada desde 1975 em países desenvolvidos, como Inglaterra e EUA (CARTER; ELLRAM, 1998), somente recentemente, na última década, começou a ser estudada no Brasil.
A logística reversa, afirma LEITE (2003), por meio de sistemas operacionais diferentes em cada categoria de fluxos reversos, tem por objetivo tornar possível o retorno dos bens ou de seus materiais constituintes ao ciclo produtivo, agregando valor econômico, ecológico e legal através da reutilização, reciclagem, reuso remanufatura e em último caso a disposição final.
Devido à crescente competitividade que se faz presente tanto nos mercados internos quanto nos externos, fruto da globalização, as organizações têm demonstrado uma maior preocupação em relação à manutenção das vantagens competitivas que determinam suas estratégias, a criação de oportunidades que lhes permitam atingir mercados cada vez maiores e à adição de valor aos negócios existentes.
Atualmente a sociedade tem demonstrado uma crescente preocupação com questões ecológicas e sociais, o que tem influência direta nas políticas empresariais, pois agora são valorizadas as empresas que demonstram ser responsável pelo meio ambiente e social em que estão inseridas.
O conceito de logística reversa pode variar muito. Na visão de diferentes
segmentos, têm-se diferentes conceituações. Por exemplo, empresas distribuidoras
denominam logística reversa como o retorno de mercadorias vendidas, já as indústrias podem conceituá-la como o retorno de produtos com defeitos 
2.3. Importância da Logística Reversa
A logística reversa compreende todas as atividades enfocadas na redução, reutilização e reciclagem, ou seja, a gestão e distribuição de material descartável. Tem-se observado que o escopo e a escala das atividades de reciclagem e reaproveitamento de produtos e embalagens têm aumentado consideravelmente nos últimos anos.
Detectando as vocações