A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
República velha = nova (HDB)

Pré-visualização | Página 1 de 1

REPÚBLICA 
 REPÚBLICA VELHA = PRIMEIRA 
REPÚBLICA 
 1889-1930 
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA 
 CONSENSO 
 NÃO HAVERIA O TERCEIRO REINADO 
 SOCIEDADE DIVIDIDA 
○ PARTE DA ELITE CONTRA A MONARQUIA 
 LATIFUNDIÁRIOS PAULISTA 
○ PARTE DA ELITE APOIA A MONARQUIA 
 BARÕES DO CAFÉ 
○ OUTROS LATIFUNDIÁRIOS 
 ABOLIÇÃO OS LEVOU A FALÊNCIA 
 GOLPE MILITAR COM APOIO DE POLÍTICOS 
 ANO DE 1889 
 GOVERNO PROVISÓRIO EM 15/11 
 MARECHAL DEODORO DA FONSECA 
 PAÍS: ESTADOS UNIDOS DO BRASIL 
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA 
 GOVERNO PROVISÓRIO 
 EDITA DECRETO Nº 1 
 SISTEMA FEDERATIVO 
 FORMAS ADMINISTRATIVAS DO ESTADO 
 IDEIA : AUTOCRÁTICO - DEMOCRÁRICO 
○ CENTRALIZADOR 
 AUTORIZAÇÃO DOS ESTADOS ELEGEREM 
SEUS CONSTITUINTES 
○ GOVERNO PROVISÓRIO 
 INDICAR OS GOVERNADORES 
 LEGISLADOR 
 COMANDO DAS FORÇAS ARMADAS 
 
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA 
 DITADURA PROVISÓRIA 
 FAMÍLIA REAL BANIDA 
 INDIVÍDUOS PRESOS 
 COMISSÃO MILITAR DE 
SINDICÂNCIAS E JULGAMENTOS 
 TRIBUNAL DE EXCEÇÃO 
 PENA DE MORTE 
 CENSURA DA IMPRENSA 
ASSEMBLEIA CONSTITUINTE 
 MARECHAL DEODORO DA FONSECA 
 22/06/1890 
○ CONVOCA ELEIÇÕES 
 ASSEMBLEIA CONSTITUINTE 
- LEGITIMAR O GOVERNO REPUBLICANO 
 DECRETOS SÃO EDITADOS 
 INTERESSE DOS GRANDES LATIFUNDIÁRIOS 
- MARECHAL DEODORO PRETENDIA: 
- INTERESSES MILITARES E DITATORIAIS 
 
ASSEMBLEIA CONSTITUINTE 
 GOVERNO PROVISÓRIO 
 COMISSÃO DE JURISTAS 
○ COMISSÃO DOS CINCO 
○ PROJETO CONSTITUCIONAL 
 JANEIRO DE 1890 
 REVISÃO PELOS MINISTROS 
- CASA DE RUI BARBOSA 
- 90 ARTIGOS 
• 74 ARTIGOS DE RUI BARBOSA 
▪ MINISTRO DA FAZENDA 
 CONGRESSO 
- 21 MEMBROS 
- 58 DIAS DE SESSÃO 
A 5 de novembro de 1849, nasce em Salvador, Bahia, Rui Barbosa, 
filho de João José e Maria Adélia Barbosa de Oliveira. Patrono dos 
advogados brasileiros, em função de ter sido o mais importante 
profissional do Direito de sua época, Barbosa foi também um dos 
principais personagens da História do Brasil. 
O jurista era dotado não apenas de inteligência privilegiada, mas 
também de grande capacidade de trabalho. Essas características 
permitiram-lhe deixar marcas profundas em várias áreas de 
atividade profissional: no campo do direito - seja como advogado, 
seja como jurista -, do jornalismo, da diplomacia e da política. 
Foi deputado, senador, ministro e candidato à Presidência de 
República em duas ocasiões. Seu comportamento sempre revelou 
sólidos princípios éticos e grande independência política. 
Participou de todas as grandes questões de sua época, entre as 
quais a Campanha Abolicionista, a defesa da Federação, a própria 
fundação da República, e a Campanha Civilista. 
Orador imbatível e estudioso da língua portuguesa, foi presidente da 
Academia Brasileira de Letras em substituição ao grande Machado 
de Assis. 
Morreu aos 74 anos, em 1/3/1923, em sua residência em Petrópolis. 
CÓDIGO PENAL 1890 
 REFORMA DO CÓDIGO CRIMINAL DE 
1830 
 ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA 
 INCIADO EM 1888 
○ INTERROMPIDO PELA PROCLAMAÇÃO DA 
REPÚBLICA 
○ CRITICADO PELA URGÊNCIA 
 3 MESES 
CÓDIGO PENAL 1890 
 PRINCÍPIO DA LEGALIDADE 
Art. 1º Ninguém poderá ser punido por facto 
que não tenha sido anteriormente qualificado 
crime, e nem com penas que não estejam 
previamente estabelecidas. A interpretação 
extensiva por analogia ou paridade não é 
admissível para qualificar crimes, ou aplicar-
lhes penas. 
 
CÓDIGO PENAL 1890 
 PRINCÍPIO DA TERRITORIALIDADE 
Art. 4º A lei penal é applicavel a todos os 
individuos, sem distincção de nacionalidade, que, 
em territorio brazileiro, praticarem factos 
criminosos e puniveis. Incluem-se na definição de 
territorio brazileiro: 
 a) os portos e mares territoriaes; 
 b) os navios brazileiros em alto mar; 
 c) os navios mercantes estrangeiros 
surtos em porto brazileiro; 
 d) os navios de guerra nacionaes em 
porto estrangeiro. 
 
CÓDIGO PENAL 1890 
 DIFERENÇA ENTRE CONTRAVENÇÃO E CRIME 
 PENAS 
○ PRISÃO CELULAR – TRABALHO OBRIGATÓRIO 
○ BANIMENTO 
○ RECLUSÃO 
 MÁXIMO 30 ANOS 
○ PRISÃO COM TRABALHO OBRIGATÓRIO 
○ INTERDIÇÃO 
○ SUSPENSÃO E PERDA DO EMPREGO PÚBLICO 
○ PROGRESSÃO DE REGIME 
○ LIVRAMENTO CONDICIONAL 
○ IMPUTABILIDADE 
○ PRISÃO DISCIPLINAR – MENORES DE 21 ANOS 
 
 
CÓDIGO PENAL 1890 
 CRIME 
○ COMPRAR VOTO 
○ FALSO TESTEMUNHO 
○ ESTUPRO PARA MULHERES HONESTAS 
 DERROCADO EM 1932 
 NOVO CÓDIGO EM 1940 
 
 
CONSTITUIÇÃO DE 1891 
 INFLUÊNCIA NA CONSTITUIÇÃO NORTE-
AMERICANA 
 ARGENTINA E SUÍÇA 
 ESTADOS UNIDOS DO BRASIL 
 REGIME REPUBLICANO 
 PODER REPRESENTATIVO - POVO 
 SISTEMA: PRESIDENCIALISMO 
 UNIÃO PERPÉTUA E INDISSOLÚVEL DAS 
PROVÍNCIAS 
 ESTADO 
 20 ESTADOS MEMBROS 
 AUTONOMIA - FEDERALISMO 
○ CONSTITUIÇÃO E LEGISLAÇÃO PRÓPRIAS 
CONSTITUIÇÃO DE 1891 
 DIVISÃO DOS PODERES 
 ELIMINADO O PODER MODERADOR 
 EXECUTIVO 
○ PRESIDENTE 
○ VICE-PRESIDENTE 
○ GOVERNADORES 
○ PREFEITOS 
 LEGISLATIVO 
○ EXERCIDO PELO CONGRESSO NACIONAL 
 CÂMARA DOS DEPUTADOS 
 SENADO FEDERAL 
○ SANÇÃO PRESIDENCIAL 
 CABÍVEL VOTAÇÃO DAS CÂMARAS COM 2/3 
○ ATRIBUIÇÕES 
 DIREITO CIVIL, CRIMINAL, COMERCIAL, PROCESSUAL 
CONSTITUIÇÃO DE 1891 
 JUDICIÁRIO 
○ SISTEMA DUAL 
 PODER JUDICIÁRIO FEDERAL 
- STF 
- COMPETÊNCIA ORIGINÁRIA E RECURSO 
- GUARDIÃO DA CONSTITUIÇÃO 
- TRIBUNAIS E JUÍZES FEDERAIS 
- DISTRIBUÍDOS PELO PAÍS 
 PODER JUDICIÁRIO ESTADUAL 
- COMPETÊNCIA MATERIAL, VEDADO 
- HABEAS CORPUS 
 UTILIZAÇÃO DA JURISPRUDÊNCIA 
 SUPREMO TRIBUNAL MILITAR 
 
CONSTITUIÇÃO DE 1891 
 SISTEMA ELEITORAL 
 ELEITOR VOLUNTÁRIO 
 NÃO SECRETO 
 ABOLIDA A RENDA MÍNIMA 
 ALFABETIZADO 
○ 2% VOTARAM 
 IDADE MÍNIMA: 21 ANOS 
 AUTONOMIA DOS MUNICÍPIOS 
 VEDADO 
○ MULHERES 
○ MENDIGO 
○ RELIGIOSO 
○ PRAÇA DAS FORÇAS ARMADAS 
CONSTITUIÇÃO DE 1891 
 NOVIDADES DA CONSTITUIÇÃO 
 EXTINÇÃO DOS PRIVILÉGIOS DA NOBREZA 
 DIREITOS DE LIBERDADE E PROSPERIDADE 
 SEPARAÇÃO ENTRE ESTADO E IGREJA 
○ ESTADO LAICO 
 LIBERDADE DE CULTO NO PAÍS 
 RECONHECIMENTO DO CASAMENTO CIVIL 
○ RETIRADA DO CONTROLE DA IGREJA 
 NASCIMENTO, CASAMENTO, MORTE E HERANÇA 
 CELEBRAÇÃO GRATUITA DO CASAMENTO 
 ABOLIDAS: 
○ PENAS DE MORTE, GALÉS, BANIMENTO JUDICIAL 
(direitos do cidadão e de habitar no país) 
 MARCAS E PATENTES

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.