A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
FILOSOFIA JURÍDICA

Pré-visualização | Página 1 de 5

A questão da verdade é encarada pelos sofistas como:
Correlacione:
(1) Ética
(2) Metafísica
(3) Lógica
(4) Teoria do conhecimento
(A) Aristóteles afirma que é a ciência do ¿ser enquanto ser¿, ou seja, será a ciência que investiga a realidade em seus traços mais abrangentes e universais.
(B) É o ramo da filosofia que cuida das regras do bem pensar, ou do pensar correto, sendo, portanto, um instrumento do pensar.
(C) Vem de Éthos, que significa, costumes, hábitos e valores de uma sociedade ou cultura.
(D) Tradicionalmente divide-se em duas grandes correntes gnosiológicas quanto à origem do conhecimento humano que são: Racionalidade e Empirismo.
 
Etimologicamente, a palavra "Filosofia" é definida como "amor a sabedoria"
Historicamente, a sua criação é atribuída a 
Tales de Mileto é considerado o pai da filosofia ou o iniciador do pensamento filosófico-científico. Ele foi capaz de calcular a altura de uma pirâmide baseando-se
na ideia de cálculo e proporcionalidade, ou seja, através do modo de explicação racional. Com efeito, sua importância na filosofia é inestimável, tendo em vista
que:
Quando os filósofos se referem à Teoria do Conhecimento, eles estão se remetendo a uma área da Filosofia que tem por meta:
Marcio Armada <marcioarmadacfor@gmail.com>
FILOSOFIA JURÍDICA 
Marcio Armada <marcioarmadacfor@gmail.com> 9 de junho de 2018 00:41
Rascunho
1.
 
 produção técnica da racionalidade.
2.
 
 
1 C, 2 A, 3 B, 4 D; 
 
 
3.
 Pitágoras, séc. VI a.C.
 
4.
 
 
Significou um novo começo para a história do pensamento, já que parte da razão e da observação na busca das relações entre os fenômenos e
acontecimentos mundanos e naturais ao invés de relacioná-los aos deuses.
 
5.
 o estudo descritivo e crítico dos processos gerais do conhecimento.
 
 
6.
Não existe uma definição única de Filosofia. Existem diversas definições possíveis acerca de seu significado. 
Entretanto, é possível afirmar que a Filosofia NÃO pode ser definida como:
O valor e a utilidade da filosofia têm sido, não raras vezes, postos sob suspeita. Uma visão acerca do filósofo é que ele divaga e se perde em reflexões sobre
questões abstratas, que nada têm a ver com o cotidiano das pessoas. Em relação à natureza e à finalidade da filosofia, é correto afirmar que elas consistem:
O ensino de Filosofia deve propiciar a possibilidade da reflexão. Sobre o conceito de reflexão, é CORRETO afirmar que se trata da(do): 
 
Muitos são os autores que discutem e conceituam ética. Uma das possíveis definições é de que ela seria uma parte da filosofia que lida com a
compreensão das noções e dos princípios que sustentam as bases da moralidade social e da vida individual. Em outras palavras, trata‐se de uma
reflexão sobre o valor das ações sociais consideradas tanto no âmbito coletivo quanto no âmbito individual. Analise as afirmativas a seguir, marque V
para as verdadeiras e F para as falsas.
( ) Sócrates, Platão e Aristóteles foram responsáveis por propor uma espécie de ¿estudo¿ sobre o que de fato poderia ser compreendido como valores
universais a todos os homens, buscando, dessa forma, ser correto, virtuoso, ético.
( ) Os sociólogos clássicos foram os primeiros a discutir sobre ética, num esforço pelo exercício de um pensamento crítico e reflexivo quanto aos valores
e costumes dos seres humanos.
( ) A ética seria uma reflexão acerca da influência que o código moral estabelecido exerce sobre a nossa subjetividade, nossa forma de conduta.
( ) Consciência e responsabilidade são condições indispensáveis à vida ética ou moralmente correta.
A sequência está correta em:
"Há algo de fundamentalmente novo na maneira como os gregos puseram a serviço do seu problema último "da origem e essência das coisas" as observações
empíricas que receberam do Oriente e enriqueceram com as suas próprias, bem como no modo de submeter ao pensamento teórico e casual o reino dos mitos,
fundado na observação das realidades aparentes do mundo sensível: os mitos sobre o nascimento do mundo."
Com base no texto acima proferido pelo filósofo alemão e estudioso da Grécia Antiga, Werner Jaeger, e, também, nos conhecimentos estudados sobre a relação
entre mito e filosofia na Grécia Antiga, é correto afirmar:
É a junção do bom caráter com a boa razão, ou seja, raciocínio desiderativo e desejo raciocinativo:
Lembremos a figura de Sócrates. Dizem que era um homem feio, mas, quando falava, exercia estranho fascínio. Podemos atribuir a Sócrates duas maneiras de se
chegar ao conhecimento. Essas duas maneiras são denominadas de:
 (E) uma visão particular de mundo em que predominam os valores e as opiniões individuais.
 
7.
 
na reflexão sobre valores e conceitos, como liberdade e virtude, que faz parte da atividade do filósofo e, nessa medida, a filosofia se apresenta como uma
sabedoria prática, que auxilia na orientação da vida moral e política, proporcionando o bem viver.
 
8.
 ato do conhecimento que se volta sobre si mesmo, tornando como objetivo seu próprio ato.
 
 
1.
 
 V, F, V, V
 
2.
 
 A filosofia, apesar de ser pensamento racional, desvinculou-se do mito de forma gradual.
3.
 Prudência.
 
4.
 
 ironia e maiêutica
 
Leia atentamente a seguinte proposição: "A justiça é uma espécie de meio-termo, porém não no mesmo sentido que as outras virtudes, e sim porque se relaciona
com uma quantia ou quantidade intermediária, enquanto a injustiça se relaciona com os extremos. E justiça é aquilo em virtude do qual se diz que o homem justo
pratica, por escolha própria, o que é justo."
Este trecho, extraído de uma obra clássica da filosofia ocidental, trata de uma discussão da justiça considerada como:
Moral e Ética, muitas vezes, na linguagem cotidiana, são tidas como sinônimos; porém, para a Filosofia, compõem áreas distintas do pensamento filosófico.
Partindo desta constatação, estaria CORRETA a afirmação que se completa na alternativa: 
 
Segundo o filósofo e professor Adolfo Vasquez; "Os problemas éticos caracterizam-se pela sua generalidade e isto os distingue dos problemas morais da vida
cotidiana, que são os que se nos apresentam nas situações concretas." 
A partir de conhecimentos estudados sobre a Ética e Moral, identifique se as afirmativas abaixo são verdadeiras ou falsas. 
I. A ética é a teoria ou a ciência do comportamento moral dos homens em sociedade. 
II. A ética é o conjunto de regras de conduta assumidas pelos indivíduos de um determinado grupo social com a finalidade de estruturar e organizar as relações
interpessoais. 
III. O legado socrático consiste na ideia de que o objeto da vida humana é a virtude, meio único de alcançar a felicidade. Toda virtude consiste essencialmente em
subordinar o corpo à alma, os sentidos à razão, o particular ao geral. 
IV. A ética de Platão - como a de Aristóteles - se relaciona intimamente com a sua filosofia política, porque para ele a polis é o terreno próprio da vida moral, afinal a
comunidade social e política é o meio necessário da moral. 
V. Sócrates tem o mérito de haver proclamado a existência da lei natural, contrariamente aos sofistas, que confundiam a moral com as leis positivas e que não
davam à justiça outra origem senão a que vem dos arbitrários decretos dos legisladores. 
 
Assinale a alternativa CORRETA: 
Leia atentamente a seguinte proposição: "A justiça é uma espécie de meio-termo, porém não no mesmo sentido que as outras virtudes, e sim porque se relaciona
com uma quantia ou quantidade intermediária, enquanto a injustiça se relaciona com os extremos. E justiça é aquilo em virtude do qual se diz que o homem justo
pratica, por escolha própria, o que é justo."
Este trecho, extraído de uma obra clássica da filosofia ocidental, trata de uma discussão da justiça considerada como:
A Justiça é uma espécie de meio-termo, não no mesmo