A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
plano de aula para o estágio 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

Universidade Federal de Minas Gerais
Matéria: ANALISE DA PRATICA ESTAGIO PORTUGUES II - TM200
Professora: Daniela Mara
Professora do campo de estágio: Luciana Souza
Aluna: Jocasta Nogueira Melo
Plano de regência
Identificar a intertextualidade e mecanismos linguísticos no gênero textual meme.
“Esse gênero eu já conhecia”: a abordagem teórica de meme, que o aluno usa, compreende e não (re)conhece como gênero.
 	
Justificativa:
As instituições educacionais se mantiveram ensinando tipologias textuais por tanto tempo que a ideia de se ensinar gênero era algo extremamente inovadora, atual. No entanto, hoje, sabemos, também, sobre a escassa abordagem, bem como prática, dos gêneros orais (tais como debate, gênero, entrevista). Nesse sentido, é ainda menos recorrente, embora muito significativo, o acolhimento a gêneros que mesclam a língua escrita e falada. O ensino tende a priorizar determinados tipos de gêneros, como os jornalísticos, carta e etc. No entanto, com essa abordagem um tanto ultrapassada como o ensino do gênero carta em detrimento do ensino do e-mail, no qual, atualmente é mais utilizado, vem trazendo um distanciamento do cotidiano do aluno e acaba por impedir o conhecimento do que é um gênero.
Backtin afirma que só nos comunicamos, falamos e escrevemos por meio de gêneros. Portanto, os gêneros são diversos e mutáveis, pois fazem parte do cotidiano dos serem humanos. 
A proposta em trazer um gênero usado por maioria dos alunos é aproximar o conhecimento ao discente, partindo de uma área de interesse comum e aproveitar dessa familiaridade para acrescentar conhecimento acerca da língua como os recursos linguísticos usados para a construção do meme como a linguagem conotativa e o uso da intertextualidade. 
 
Objetivo: 
– Ampliar os conhecimentos acerca do gênero;
 – Discutir sua circulação e seu objetivo; 
– Analisar linguisticamente o tipo de linguagem empregada com ênfase na intertextualidade; 
– Produzir memes dentro de um tema específico. 
 
NOVA PROPOSTA DE LEITURA 
 Neste módulo pretende-se construir uma ponte com os conhecimentos prévios de cada aluno por meio de debate. Partindo dos conhecimentos dos alunos, o professor vai conceituar este novo gênero, tendo em vista sua produção, finalidade, meio de circulação e finalidade. 
 
Conceituando 
 
 O meme é um gênero textual que surgiu através do advento do facebebook e twitter e com a exportação de ideias do 4chan. Unindo frases de efeito com imagens criativas que circulam na sociedade com a finalidade de satirizar indeterminadas situações, os memes tratam de assuntos que vão da política, religião até a hábitos peculiares e individuais que representam a vida cotidiana. Para o bom entendimento desse gênero é preciso que o leitor recorra a elementos pertencentes a outras áreas do conhecimento e da arte para construção de sentidos como a intertextualidade. 
 
MÓDULO II: DIVERSIDADE DE MEMES 
Existem vários tipos de memes com objetivos adequados a diversas situações comunicativas. Ex.: crítica social, humorizar acontecimentos e pessoas importantes, modificar discursos, etc. Além disso, os alunos devem perceber os contextos adequados de uso dos tipos de memes. 
 
ATIVIDADE I 
 
Cada aluno deve procurar memes de seu interesse nas redes sociais (em casa) e analisar os comentários feitos pelas pessoas. Com isso, os alunos observarão quais as interpretações feitas pelos internautas, e se os memes atingiram seus "objetivos". Depois, eles trarão suas análises para a sala de aula para que elas sejam discutidas com a turma. 
O gênero e seus recursos linguísticos
 
 O Meme é uma junção de um texto e uma imagem, como já discutido, tem como função criticar ou satirizar determinadas situações já colocadas, ou seja, ele recorre a outros textos, com isso se dá a intertextualidade. Façamos a análise dos memes abaixo e vamos identificar as características que em comum predomina. 
 
Em seguida faz-se a análise de alguns memes como:
 
 O quadro O Grito é uma obra de arte expressionista da autoria do pintor norueguês Edvard Munch e simboliza o sentimento de angústia do ser humano.
 
 
 
 Com o exemplo notamos como a intertextualidade se dá e para entendermos bem um enunciado como esse é preciso que trazer um conhecimento prévio. 
 
Conceituando pela prática 
 
Por meio de um questionário ou de um discurso guiado pelo professor, o docente deverá fazer as seguintes perguntas: 
1) Com os exemplos trazidos de casa e os mencionados acima, qual o tipo de linguagem predominante nos memes? 
 2) Quais efeitos de sentidos esse tipo de linguagem produz? 
 
3) Os textos acima são exemplos fazem menção a outros textos, você conseguiu identificar quais? 
4) Quais efeitos de sentidos esse tipo de recurso produz no leitor? 
 
 
 
Produção final 
 Para o terceiro ano: 
Com o conhecimento construído sobre memes e seus recursos linguísticos, além de a proposta que os alunos construam memes, produza um meme utilizando a intertextualidade com objetivo de denúncia de uma situação do bairro ou cidade onde moram. O tema é amplo e pode retratar assuntos como violência, acessibilidade, serviços públicos e etc. Depois propõe-se que seja montado um mural para apresentação dos melhores trabalhos
Para o primeiro ano: 
Propõe-se que os alunos produzam um meme utilizando o recurso da intertextualidade que fale de seus sonhos e perspectivas para o futuro e sua relação com a matéria de língua portuguesa. 
Referências Bibliográficas:
BAKHTIN; M. M.; VOLOSHINOV, V. N. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1981.