A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
brasil colonial

Pré-visualização | Página 3 de 8

eram relativamente numerosos e pacíficos no litoral. Estas perspectivas seriam amplamente confirmadas; o único fator ainda ignorado antes da tentativa, a qualidade do solo, revelar-se-ia surpreendemente pacífico, em alguns pontos pelo menos da extensa costa." 
(JUNIOR, Caio Prado. História Econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 2004. p. 32).
Sobre o texto acima, analise as afirmações a seguir e julgue a que for incorreta.
		
	
	o custo para manter a empresa colonial açucareira era muito alto, o que tornava o comércio do açúcar inviável para pequenos produtores.
	
	A cultura de cana-de-açúcar se prestava, economicamente, às grandes plantations pois era necessária uma considerável estrutura para esse tipo de plantação.
	
	o clima teve um papel decisivo na discriminação dos tipos agrários que aqui existiram, propiciando a formação de grandes plantações monocultoras.
	
	foi utilizada, inicialmente, a mão-de-obra indígena mas esta buscou inúmeras formas de resistência.
	 
	a plantação, a colheita e o transporte da cana-de-acúcar tinham um custo baixo e isso ampliava o número de pessoas que poderiam realizar essa atividade.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201308331024)
	
	A montagem da colônia portuguesa na região que hoje é o Brasil foi parte de um projeto que se integrava à dinâmica do desenvolvimento europeu da época. Analise as proposições a seguir: 
I - O Brasil, dentro do contexto da mentalidade mercantilista, era apenas a colônia que vivia em função de um mercado externo. 
II - A divisão do território em Capitanias Hereditárias foi o primeiro grande passo rumo à afirmação efetiva e definitiva da colonização do Brasil. 
III - A instituição do sistema de Governo-Geral, em 1548, suprimiu definitivamente a divisão da colônia em capitanias hereditárias, pois correspondia melhor à definição absolutista do Estado metropolitano. 
IV - A grande propriedade monocultora escravista foi a célula fundamental da exploração agrária. 
Estão corretas apenas:
		
	
	III e IV
	
	I, II e III
	 
	I, II e IV
	
	II, III e IV
	
	II e III
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201308329882)
	
	A expressão "Homens bons" era utilizada no Brasil colônia para designar sobretudo:
		
	 
	Produtores de gêneros de subsistência.
	
	Cristãos novos recém chegados de Portugal.
	 
	Pessoas de prestígio social
	
	Navegantes estrangeiros
	
	Traficantes de escravos
		
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201308331801)
	
	"O império português constitui o exemplo mais característico de um império marcado, ao mesmo tempo, pela descontinuidade espacial, pela economia de meios e por coexistências de modelos institucionais. (...) Um império, sem dúvida, que não tinha muito a ver, na sua forma de se estruturar politicamente, com os impérios da tradição clássica européia, nem com aquele desenvolvido pelos Espanhóis, bastante mais próximo das formas tradicionais de dominar e de organizar politicamente o espaço, já que estava vocacionado para o controle directo de grandes extensões continentais. O império português, em contrapartida, estendese por um vasto mundo, que não podia dominar nem controlar se empregasse os expedientes tradicionais da administração." 
(HESPANHA, Antonio Manuel & SANTOS, Maria Catarina. Os poderes num império oceânico. In: HESPANHA, Antonio Manuel. Coordenador. História de Portugal. O Antigo Regime. Lisboa: Editorial Estampa, 1993.) 
Essa particularidade apontada pelo autor teve repercussões para a administração das áreas coloniais como os territórios portugueses na América. A respeito desse tema, é correto afirmar que:
		
	 
	a dinâmica do Antigo Sistema Colonial impunha um modelo único de administração dos territórios de ultramar, o que gerava certa uniformidade das práticas administrativas;
	
	as capitanias-donatárias foram a forma encontrada pela Coroa para a colonização de territórios sob sua direta jurisdição e controle com dispêndio de meios para aquelas regiões consideradas estratégicas;
	
	essa descontinuidade espacial indicada pelo autor obrigava os administradores do império a pôr em prática modelos variados de instituições de acordo com os territórios a serem ocupados e suas particularidades;
	
	os princípios da administração colonial portuguesa caracterizaram-se por uma relativa capacidade de adaptação de modelos já experimentados, mas jamais a improvisação que não assegurava a certeza dos resultados a serem obtidos;
	 
	a par o sistema das capitanias, o sistema de feitorias foi estabelecido pela administração portuguesa naquelas áreas onde era preciso implantar novas e lucrativas rotas comerciais.
	
	 1a Questão (Ref.: 201308484524)
	
	Em 1624, os holandeses tentaram tomar Salvador, mas foram expulsos. Em 1630, os holandeses retornaram e conseguiram tomar a capital de Pernambuco, na época, Olinda. Assinale, dentre as respostas abaixo, aquela que melhor explica invasão:
		
	
	A invasão holandesa à Olinda está relacionada à amizade entre a Holanda e a Inglaterra que, por esse motivo, apóia a invasão holandesa com vistas nos lucros que o açúcar pernambucano traria a ambos os países.
	
	A invasão holandesa a Pernambuco estava inserida nas disputas entre países europeus geradas pela Guerra dos 30 Anos, na Europa.
	
	A invasão holandesa a Pernambuco estava ligada às Guerras Religiosas na Europa uma vez que a Holanda, budista, estava em luta pela sua independência com a Espanha, católica.
	
	A invasão holandesa está relacionada às relações que Portugal mantinha com a Inglaterra, inimiga da Holanda.
	 
	A invasão holandesa está ligada à decisão de Felipe II, da Espanha, de proibir que Portugal e suas colônias negociassem açúcar com a Holanda.
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201308329855)
	
	Um fator relevante sobre a colonização do Brasil foi a presença dos Holandeses que primeiro tentaram ocupar Salvador e, em um segundo momento invadiram e ocuparam Pernambuco com o objetivo de:
		
	 
	Tentar a conquista de uma colônia e garantir a permanência do comércio de açúcar.
	
	Ajudar o Império português a estabelecer o sistema de policutura já conhecido pelos holandeses.
	
	Formar uma única colônia americana unida aos territórios espanhóis, antigos aliados holandeses.
	
	Exercer o controle do tráfico de escravos com a Espanha.
	
	Contribuir para a ocupação do território do Brasil.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201308483404)
	
	No século XVI inicia-se uma crise de sucessão do trono português. O então rei D. Sebastião procurou fazer uma verdadeira cruzada no Marrocos, no entanto, na batalha Alcácer-Quibir em 1578, o rei de Portugal desapareceu, dando origem a crise sucessória no trono de Portugal. Então, no período de 1580 até 1640 Portugal e Espanha, por possuírem o mesmo rei, configuraram o período conhecido como:
		
	 
	União Ibérica;
	
	União Cibernética;
	
	União das Nações Ibéricas;
	
	União Imperial;
	
	União da Península Ibérica.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201308464258)
	
	A União ibérica trouxe algumas consequências negativas para Portugal, como a proibição de negociar com a Holanda, rival histórica da Espanha. Como a burguesia holandesa perdeu muito dinheiro com a proibição, a Companhia das Índias Ocidentais resolveu invadir o Brasil. Sobre esse período, podemos dizer que:
(I) Invadiram a Bahia em 1624-1625, mas não obtiveram sucesso.
(II) Estavam interessados em todo o litoral do Brasil, mas só conseguiram invadir o Nordeste açucareiro pela fragilidade militar do local.
(III) Maurício de Nassau, governante holandês, trouxe inúmeros benefícios para o Nordeste.
 Estão corretas as alternativas:
		
	 
	I e III.
	
	Apenas a II.
	
	II e III;
	
	Apenas a III;
	
	I e II;

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.