BRINCAR E O DESENVOLVIMENTO INFANTIL (1) anexo
6 pág.

BRINCAR E O DESENVOLVIMENTO INFANTIL (1) anexo


DisciplinaPsicologia e Processos Clínicos24 materiais106 seguidores
Pré-visualização1 página
26/02/2018
1
BRINCADEIRA
É COISA 
SÉRIA
Meire Viana 
Psicóloga \u2013 CRP 11/0919
Instituto Crisálide
www.crisalide.com.br
26/02/2018
2
Pelo brincar a criança percebe 
o mundo e o interpreta. 
Resgatar a criança interna é o desafio para 
aqueles que trabalham com crianças e buscam 
compreender sua sensibilidade, sua energia, seu 
ser em constante mutação, seus desejos, 
fantasias e criatividade.
26/02/2018
3
\uf097 Infância 
\uf097 Adolescência 
\uf097 O Jogo e a Brincadeira
\uf097 Autonomia e Liberdade
\uf097 Responsabilidade
\uf097 Energia Criativa através do Brincar
\uf097 O Brincar através dos tempos
\uf097 A fantasia e sua expressão
\uf097 A comunicação no Brincar
\uf097 A Projeção e o Brincar
\uf097 Ciclo de contatos e o ajustamento criativo
AMADURECIMENTO E DESENVOLVIMENTO
Um processo contínuo, que se dá através do 
ajustamento criativo único, no relacionamento 
entre pessoas e o meio ambiente na qual a 
pessoa entra em contato responsavelmente, 
reconhece e conduz de maneira bem 
sucedida sua vida, com o critério de seu 
próprio bem estar e bem estar do ambiente.
26/02/2018
4
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO GESTÁLTICO
Ter consciência de si mesmo, de seu corpo, seus sentimentos, seu ambiente
Ter consciência de suas necessidades e desenvolver destrezas que lhe 
permitam satisfazê-las
Ter contato pleno com suas sensações, aprendendo a cheirar, a saborear, a 
tocar, a ouvir e a ver de modo a apreciar todos os aspectos de si mesma
Ter consciência de seu potencial e da capacidade de sustentar-se por si mesma
Ser sensível ao que a rodeia e ao mesmo tempo ser capaz de se investir com 
coragem nas situações potencialmente destrutivas, podendo resolver suas 
dificuldades
Assumir a responsabilidade de suas ações e consequências
Acolher o contato consciente com a fantasia e a expressão dela.
Joseph Zinker
REFLEXIVIDADE E AÇÃO 
Ciclo de Contato \u2013 J. Zinker
CONSCIENCIA
SENSAÇÃO
RETRAÇÃO
AWARENESS
AÇÃO
MOBILIZAÇÃO
DE ENERGIA
Indivíduo
Meio
26/02/2018
5
GESTALT-TERAPIA E INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS
Inteligência Lógico Matemática
Inteligência Linguística
Inteligência Espacial
Inteligência Sinestésica
Inteligência Intrapessoal
Inteligência Interpessoal
Inteligência Naturística (Ecológica)
Inteligência Musical
Inteligência Pictórica
H. Gardner
CORES E GÊNEROS
26/02/2018
6
BRINQUEDOS COLETIVOS X INDIVIDUAIS
Referências
\uf097 ANTUNES, Celso.(1998) Jogos para estimulação das múltiplas inteligências. Petrópolis: Vozes. 
\uf097 ANTONY, Sheila Maria da Rocha. Org. (2010). A clínica Gestáltica com crianças: Caminhos de 
crescimento. São Paulo: Summus. 
\uf097 BENJAMIN, Walter (1984). Reflexões: A criança, o brinquedo e a educação. São Paulo. Summus.
\uf097 BUROW, Olaf-Axel (1985). Gestaltpedagogia: Um caminho para a Escola e a Educação . São 
Paulo: Summus.
\uf097 KISHIMOTO, Tizuko Morchida ( 1995) O brinquedo na educação considerações históricas. Série 
Ideias, São Paulo: FDE.
\uf097 KORCZAK, Janusz (1995). Quando eu voltar a ser criança \u2013 São Paulo, Summus.
\uf097 OAKLANDER, Violet. (1980) Descobrindo Crianças: Abordagem Gestáltica para Crianças e 
Adolescentes. São Paulo: Summus.
\uf097 OAKLANDER, V. (2006) El Tesoro Escondido. Santiago de Chile, Editorial Cuatro Vientos.
\uf097 PERLS, Frederick S .: HELFERLINE, Ralph e GOODMAN, Paul. (1997) Gestalt-Terapia \u2013 São Paulo: 
Summus.
\uf097 RIBEIRO, J. (2001) O Ciclo de Contato. São Paulo: Summus.
\uf097 ZANELLA, Rosana . Org. (2013). A clinica gestáltica com adolescentes: Caminhos clínicos e 
institucionais. São Paulo: Summus
\uf097 ZINKER, J. (2007) O Processo Criativo na Terapia Gestáltica. São Paulo: Summus.
\uf097 WAJSKOP, Gisela (2001) Brincar na pré-escola. São Paulo: Cortez
\uf097 YONTEF, G.M. (1998) Processo, Diálogo e Awareness: ensaios em Gestalt-terapia. São Paulo, 
Summus.