A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
33 pág.
EXERCÍCIOS ÉTICA NA SAÚDE AULAS 1 A 5

Pré-visualização | Página 3 de 12

2a Questão
	
	
	
	
	John Finnis e outros estudiosos da ética e bioética argumentam que a qualidade de vida não pode se impor eticamente a aspectos morais e a valores mais amplos do que o prazer. Isso significa que:
		
	 
	O prazer não pode se sobrepor aos valores éticos.
	
	Ética e moral são diametralmente opostas em relação à vida humana.
	
	A qualidade de vida não deve ser considerada pela bioética.
	
	As pessoas devem buscar o prazer a qualquer preço.
	
	Os aspectos morais não se correlacionam a valores.
	
	 
	Ref.: 201804105783
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	As bases filosóficas da bioética começaram após a Segunda Guerra Mundial, quando o mundo ocidental, chocado com as práticas nazistas executadas pretensamente em nome da ciência, cria um código ético para normatizar os estudos e experiências relacionadas a seres humanos. Deste episódio, fortalece-se também a idéia que a ciência (ou qualquer outra forma de progresso) não pode ser mais importante que o homem. Assim, tecnologias e desenvolvimento técnico devem ser controlados para:
		
	
	paralisar a consciência da humanidade sobre os efeitos que eles podem ter, nos indivíduos, no mundo e na sociedade.
	
	separar a consciência da humanidade sobre os efeitos que eles podem ter, nos indivíduos, no mundo e na sociedade.
	 
	acompanhar a consciência da humanidade sobre os efeitos que eles podem ter, nos indivíduos, no mundo e na sociedade.
	
	roubar a consciência da humanidade sobre os efeitos que eles podem ter, nos indivíduos, no mundo e na sociedade.
	
	atrasar a consciência da humanidade sobre os efeitos que eles podem ter, nos indivíduos, no mundo e na sociedade.
	
	
	Ref.: 201803985056
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	A respeito das bases filosóficas da bioética, leia as afirmativas a seguir e marque a alternativa correta: I ¿ As bases filosóficas da Bioética começaram a ser mais bem definidas após a Segunda Guerra Mundial, quando o mundo ocidental, chocado com as práticas nazistas executadas pretensamente em nome da ciência, cria um código ético para normatizar os estudos e experiências relacionados a seres humanos. II ¿ A ideia de que a ciência, ou qualquer outra forma de progresso, deve ser mais importante que o homem é fortalecida. III ¿ Tecnologias e desenvolvimento técnico devem ser controlados para acompanhar a consciência da humanidade sobre os efeitos que eles podem ter, nos indivíduos, no mundo e na sociedade. Está correto apenas o que se afirma em:
		
	 
	I e III
	
	II
	
	I, II e III
	
	II e III
	
	III
	
	 
	Ref.: 201803358495
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Maria está com problemas de saúde e precisa amputar o seu pé. Ela acha que as pessoas são donas de seus corpos e não acredita que uma pessoa pode dispor de seus membros corporais ou funções somente até o ponto que isto é saudavelmente requerido. Os médicos não concordam com Maria e disseram-lhe que vão amputar-lhe o pé, mesmo que ela não concorde, pois caso contrário, ela poderá falecer. Isto é feito quando é necessário para o próprio bem da pessoa como um todo, assegurar a própria existência, ou remover áreas danificadas que não podem ser evitadas ou consertadas. Esta situação está dentro do princípio da totalidade na bioética. Isto é representativo de que:
		
	
	o princípio da totalidade na bioética estabelece que se a pessoa desejar pode sacrificar seu corpo e morrer.
	
	o princípio da totalidade na bioética estabelece que todos são donos de seus corpo e podem fazer com ele o que bem entenderem.
	
	o princípio da totalidade na bioética estabelece que os médicos são donos dos corpos dos pacientes e podem fazer com eles o que bem entenderem.
	 
	o princípio da totalidade na bioética estabelece simplesmente que a parte existe em função do todo. Portanto, podemos legitimamente sacrificar a parte do corpo se for necessário preservar a saúde de todo o corpo.
	
	o princípio da totalidade na bioética estabelece simplesmente que a parte não existe em função do todo. Portanto, não podemos legitimamente sacrificar a parte do corpo se for necessário preservar a saúde de todo o corpo.
	
	 
	Ref.: 201803394000
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Uma situação frequente em que a ocorrência de uma determinada ação acarreta em dois efeitos, um bom e outro mau, denomina-se:
		
	
	Análise do duplo vínculo
	 
	Princípio do duplo efeito
	
	Estratégia de duplicidade
	
	Acometimento de dupla face
	
	Enfrentamento duplo
	
	 
	Ref.: 201803358493
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Ana é uma menina de quinze anos que engravidou quando "ficou" com um menino em uma boate. Como Ana não tem dinheiro para sustentar a criança e nunca mais viu o menino, ela quer fazer um aborto. Relacionando a situação de Ana com a teoria de John Finnis tem-se que a ética não pode ser feita através de cálculos de maximização do prazer como o que era proposto pelos utilitaristas. Fazer isso seria colocar em uma equação matemática incerta probabilidades impossíveis de serem calculadas por pertencerem a variáveis passíveis de transformação em um futuro muitas vezes mais próximo do que se imagina a princípio. O que não pode ser moral e racional, ao menos a priori, e se aceito, no mínimo merece fundamentações mais firmes e convincentes. Isto é significativo de que:
		
	 
	tomar como base a maximização da qualidade de vida, ou em realidade do prazer, não pode servir como base racional para se resolver questões como: a eutanásia ou o aborto.
	
	tomar como base a maximização da qualidade de vida, ou em realidade do prazer, deve servir como base racional para se resolver questões como: a eutanásia ou o aborto.
	
	tomar como base a minimização da qualidade de vida, ou em realidade do prazer, pode servir como base irracional para se resolver questões como: a eutanásia ou o aborto.
	
	o aborto e a eutanásia devem ser resolvidas de acordo com a vontade da pessoa ou da família.
	
	o aborto e a eutanásia devem ser resolvidas de acordo com a vontade da igreja católica.
	
	 
	Ref.: 201804180919
		
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	A bioética, da maneira como ela se apresenta hoje, trata-se de uma prática racional muito específica que põe em movimento, ao mesmo tempo, um saber, uma experiência e uma competência normativa, em um contexto particular do agir que é definido pelo prefixo "bio". Poderíamos caracteriza-la melhor dizendo que é uma instância de juízo, mas precisando que se trata de um juízo prático, que atua em circunstâncias concretas e ao qual se atribui uma finalidade prática através de várias formas de institucionalização. Marque a opção correta sobrea pesquisa em bioética.
		
	
	A bioética é o conjunto de conceitos, argumentos e normas que não valorizam e justificam eticamente os atos humanos que não podem ter efeitos irreversíveis sobre os fenômenos vitais.
	
	A bioética tem uma tríplice função, reconhecida acadêmica e socialmente: descritiva, consistente em descrever e não analisar os conflitos com a vida; normativa com relação a tais conflitos, no duplo sentido de proscrever os comportamentos que podem ser considerados aprováveis e de prescrever aqueles considerados corretos.
	
	Quando pensamos em proteção e/ou prevenção de riscos em pesquisas com seres humanos, em geral, consideramos prioritariamente os sujeitos da pesquisa e os pesquisadores não são expostos a riscos e não precisam de proteção.
	 
	Na Resolução nº 1 do Conselho Nacional de Saúde (CNS) que regulamentava o credenciamento de centros de pesquisa e recomendava a criação de comitês de ética nas instituições de saúde (CEP's). Estes comitês multidisciplinares têm com função analisar as pesquisas em seres humanos nas diversas áreas de conhecimento, bem como