A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Aula 3   Cinética Química

Pré-visualização | Página 2 de 2

A água oxigenada, por exemplo, se decompõe mais facilmente quando está exposta à luz, 
por isso devemos deixá-la guardada em local escuro. A fotossíntese realizada pelas plantas é um 
tipo de reação que é influenciada pela presença da luz. Outra reação onde é muito utilizada a luz 
é a decomposição do AgBr (Brometo de Prata) que dá origem aos filmes fotográficos. 
 
 
CATALISADOR 
 
Catalisador é uma substância química que não participa da reação química. Diminui a 
energia de ativação e aumenta a velocidade da reação. 
O catalisador acelera a reação, mas não altera a composição química dos reagentes e 
produtos envolvidos. A quantidade de substância produzida na reação não se altera com o uso de 
catalisadores. 
Se a reação for reversível, a reação inversa também será acelerada, pois sua energia de 
ativação também terá um valor menor. 
 
 
Gráficos com e sem catalisadores: 
 
 
Catálise é o aumento de velocidade da reação, provocado pelo catalisador. 
No nosso organismo existem muitos catalisadores, que são chamados de enzimas. A saliva e o 
suco gástrico (que contém ácido clorídrico) são exemplos de enzimas que aumentam a 
velocidade da reação, no caso, a digestão. 
Nas indústrias químicas, principalmente a petroquímica, os catalisadores são muito 
utilizados para acelerar as reações, deixando o processo mais barato. 
Uma forma de ver a ação dos catalisadores é adicionando açúcar ao refrigerante. Os 
refrigerantes carbonatados contém dióxido de carbono (gás carbônico), que pode ser eliminado 
mais facilmente com adição de açúcar. A reação de eliminação do gás acontece com mais 
velocidade e percebe-se a formação de bolhas do gás deixando a solução. 
Na equação química, coloca-se o catalisador em cima da seta que representa a reação 
química. Em função dos estados físicos dos reagentes e produtos, a catálise pode ser 
homogênea ou heterogênea. 
 
- catálise homogênea: quando reagentes e catalisador estão no mesmo estado físico formando 
um sistema monofásico. 
 
 
- catálise heterogênea: quando reagentes e catalisador não estão no mesmo estado físico 
formando um sistema heterogêneo. 
 
Não existe um tipo ideal de catalisador. Para cada reação química existe um tipo diferente 
de catalisador. Os catalisadores mais comuns são: 
 
- metais - principalmente os de transição: Co, Ni, Pt, Pd 
- ácidos - que catalisam muitas reações orgânicas: H2SO4 
- óxidos metálicos – Al2O3, Fe2O3 
- bases – NaOH 
- enzimas – produzidas pelos organismos vivos: lipase, suco gástrico. 
 
Inibidores 
 
São substâncias, que ao contrário dos catalisadores, aumentam a energia de ativação e 
como consequência diminuem a velocidade da reação química. Pode ser chamado também 
de veneno de catalisador ou anticatalisador. Antigamente era chamado de catalisador negativo. 
 
 
 
LEI DE GULDBERG E WAAGE 
 
“ A velocidade de uma reação é diretamente proporcional ao produto das concentrações 
molares dos reagentes, para cada temperatura, elevada a expoentes experimentalmente 
determinados”. 
 
Os expoentes que constam na lei irão determinar a ordem da reação. 
 
Para uma reação genérica, temos: 
 
 
 
 
Onde: 
V = velocidade da reação 
K = constante de velocidade 
[A] = concentração molar de A 
[B] = concentração molar de B 
 
X e Y = expoentes experimentalmente determinados 
Em uma reação elementar, onde ocorre em uma única etapa, o expoente é o coeficiente dos 
reagentes. 
 
 
 
 
Exemplo: 
 
 
 
 
Alguns processos químicos ocorrem em várias etapas. As reações globais são as que 
ocorrem em mais de uma etapa. A velocidade desta reação depende da velocidade das etapas 
participantes. Quando isto acontecer, determina-se a velocidade da reação através da etapa 
lenta. 
É fácil entender porque utiliza-se a etapa lenta para determinar a velocidade da reação. Imagine 
por exemplo uma viagem de ônibus entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. 
Aparentemente, temos a impressão que a viajem vai acontecer em uma única etapa (sair de São 
Paulo e chagar ao Rio). Mas na prática, há três etapas. A primeira etapa é chegar até a rodoviária 
(10 minutos), a segunda pegar o ônibus, mais 5horas (300 minutos) e por último, já no Rio de 
Janeiro, pegar um ônibus até o seu destino (5 minutos). Como a segunda etapa gastou mais 
tempo, arredondamos a viagem para 5 horas. Com as reações químicas é mais ou menos assim 
que acontece. 
 
Exemplo: 
 
_____________________________________ 
 
Velocidade da reação: