Radioproteção aula 1
26 pág.

Radioproteção aula 1


DisciplinaRadioprotecao Basica8 materiais92 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Aula 1
Profª Carla Rodrigues
Radioproteção
Radioproteção
Radioproteção é um conjunto de ações que visam proteger tanto as pessoas como o próprio meio ambiente de possíveis efeitos causados pelas radiações ionizantes.
Radiação
Radiações são ondas eletromagnéticas ou partículas que se propagam com uma determinada velocidade. Contêm energia, carga eléctrica e magnética. Podem ser geradas por fontes naturais ou por dispositivos construídos pelo homem. Possuem energia variável desde valores pequenos até muito elevados.
As radiações electromagnéticas mais conhecidas são: luz, microondas, ondas de rádio, radar, laser, raios X e radiação gama.
Tipos de Radiação
Dependendo da quantidade de energia, uma radiação pode ser descrita como não ionizante ou ionizante.
Radiações não ionizante possuem relativamente baixa energia, estão sempre a nossa volta. Ondas eletromagnéticas como a luz, calor e ondas de rádio são formas comuns de radiações não ionizantes. 
Radiação IonizAnte
São aquelas capazes de modificar (ionizar) a estrutura de átomos e moléculas, podendo danificar as células e alterar o DNA, o que gera doenças graves.
RADIOATIVIDADE
Radioatividade é o fenômeno pelo qual o núcleo de um átomo instável emite partículas e ondas para atingir a estabilidade. Para os átomos instáveis é uma busca constante se tornarem mais estáveis. Alfa, beta e gama são os principais tipos de radiação que o átomo emite na busca pela estabilidade.
 
As partículas Alfa (\u3b1)
 por terem massa e carga elétrica relativamente maior, podem ser facilmente detidas, até mesmo por uma folha de papel; elas em geral não conseguem ultrapassar as camadas externas de células mortas da pele de uma pessoa, sendo assim praticamente inofensivas. Entretanto podem ocasionalmente, penetrar no organismo através de um ferimento ou por aspiração, provocando, nesse caso lesões graves. Têm baixa velocidade.
As partículas Beta (\u3b2)
 são capazes de penetrar cerca de um centímetro nos tecidos, ocasionando danos à pele, mas não aos órgãos internos, a não ser que sejam ingeridas ou aspiradas. Têm alta velocidade.
Radiação Gama (\u3b3)
Ao contrário das radiações Alfa e Beta, que são constituídas por partículas, a radiação gama é formada por ondas eletromagnéticas emitidas por núcleos instáveis . Os raios gama são extremamente penetrantes, sendo detido somente por uma parede de concreto ou metal. Têm altíssima velocidade que se igual à velocidade da luz.
Raios-X
Os raios-X não vêm do centro dos átomos, como os raios Gama. Para obter-se raios-X, uma máquina acelera elétrons e os faz colidir contra uma placa de chumbo, ou outro material. Na colisão, os elétrons perdem a energia cinética, ocorrendo uma transformação em calor (quase a totalidade) e um pouco de raios-X.
Estes raios interessantes atravessam corpos que, para a luz habitual, são opacos. O expoente de absorção deles é proporcional à densidade da substância. Por isso, com o auxílio dos raios X é possível obter uma fotografia dos órgãos internos do homem. Nestas fotografias, distinguem-se bem os ossos do esqueleto e detectam-se diferentes deformações dos tecidos brandos.
A grande capacidade de penetração dos raios X e as suas outras particularidades estão ligadas ao fato de eles terem um comprimento de onda muito pequeno.
Período de Meia Vida
É o tempo necessário para que a força ou quantidade de uma amostra radioativa seja reduzida à metade
O tempo de meia vida é uma característica de cada isótopo radioativo e não depende da quantidade inicial do isótopo nem de fatores como pressão e temperatura.
 8h 8h 8h 8h 
100g 50g 25g 12,5g 6,25g 
USO DAS RADIAÇÕES IONIZANTES
A capacidade de interação da radiação ionizante com a matéria permite que ela seja utilizada (controladamente) em diversas áreas, como:
na indústria alimentícia, para a conservação de alimentos;
na agricultura;
na medicina;
na geração de energia, nas usinas nucleares.
Industria Alimentícia
Em muitos alimentos vendidos em supermercados é utilizada a técnica da irradiação, visando a uma maior conservação destes;
o produto dura mais quanto maior for a intensidade da radiação;
obs.: a quantidade de bactérias causadoras de doenças (patogênicas) diminui num alimento irradiado.
 
 RADURA: 
 Símbolo internacional 
 utilizado para 
 identificar 
 alimentos que foram
 irradiados.
 
agricultura
Com radiação, plantas mais resistentes a pragas podem ser criadas, diminuindo, assim, o uso de pesticidas;
as próprias pragas (insetos na maioria das vezes) são afetadas. A irradiação acaba esterilizando os machos, evitando assim a procriação.
medicina
Há alguns exames em que se utilizam métodos que envolvem emissões radioativas para diagnosticar algum problema de saúde que o paciente possa ter.
Usinas nucleares
Na usina nuclear são utilizados elementos químicos que emitem radiação (radioativos), em especial o urânio, para a geração de energia elétrica.
Usina nuclear Angra 1 (ao fundo) 
e Angra 2 (à frente) no Rio de Janeiro
 a energia nuclear responde 
por 4% da energia produzida
no país.
Medida de radiação
Sievert (Sv) 
é a unidade usada para dar uma avaliação do impacto da radiação ionizante sobre os seres humanos. É a unidade do Sistema Internacional de Unidades da dose equivalente e dose eficaz, e que leva em conta os efeitos biológicos em tecidos vivos, produzidos pela radiação absorvida.
Roentgen: Unidade de medida da exposição do ar.
Rad: É uma unidade de dose, que significa energia absorvida pelos tecidos. Os Rads são utilizados para medir as doses no paciente.
Rem: São utilizados para medir as doses dos técnicos, através do dosímetro.
É importante saber que as três unidades podem ser consideradas equivalente, ou seja:
1R= 1 Rad= 1 Rem
Atualmente o termo correto para dose máxima permissível é recomendação dose-limite.
Existem dois sistemas de unidades: O Si ( sistema internacional) e unidades tradicionais.
Sendo assim:
Gy substitui o Rad, logo: 100Rad = 1Gy 
mSv substitui o Rem, logo: 1 rem = 10 mSv 
Atividade 
A unidade de Atividade é o Curie (Ci). Originalmente foi definido como a quantidade de material radioativo que se desintegra com a mesma velocidade que um grama de rádio puro. Posteriormente foi definido mais rigorosamente como a quantidade de material radioativo em que se desintegram.
A unidade de Atividade no Sistema Internacional (SI) é o bequerel (Bq). É a quantidade de material radioativo em que um átomo se transforma por segundo.
Grandeza
Unidade antiga ou especial
Unidade SI
Atividade (A)
Ci (curie)
Bq (bequerel)
Exposição (X)
R (roentgen)
Gy (gray)
Dose de radiação
rem (roentgen equivalente man)
Sv (sievert)
Dose absorvida (D)
rad (Radiation Absorbed Dose)
Gy(gray)
Quadro - resumo
Atividade é o número de desintegrações nucleares que correm por unidade de tempo em uma quantidade de substância radioativa. Curie (Ci) 
Exposição refere-se à capacidade de um feixe de radiação eletromagnética (raios-X, raio gama, ultravioleta, etc.) causar ionização (retirada de elétrons do átomo) do material atravessado por ele. 
Dose absorvida é medida em rad (do inglês radiation absorbed dose) e significa a energia (dose) realmente absorvida por um corpo específico. 1 rad equivale a 0,01 joules por kg. Atualmente usa-se o gray (Gy) para expressar dose absorvida no sistema internacional (SI), que corresponde a 100 rad (1 joule de energia para 1 kg de massa). 
Dose equivalente corresponde à energia, transportada por radiação, absorvida por tecido