A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
2016.2A FINAL   GENÉTICA HUMANA

Pré-visualização | Página 1 de 2

Página 1 de 4 
 
 
 
 
GRUPO SER EDUCACIONAL 
GRADUAÇÃO EAD 
GABARITO 
FINAL 2016.2A – 29/10/2016 
 
 
 
 
 
 
 
1. O maior projeto do final do século é, sem dúvida, 
o Projeto Genoma Humano, que tem por objetivo 
sequenciar todos os genes dos 23 cromossomos 
que compõem a espécie humana. Uma reportagem 
recente mostrou um gene totalmente sequenciado 
com o seguinte trecho: 
 
AAA AAT CAA GTA 
 
Baseado em seus conhecimentos, identifique o 
segmento de RNA mensageiro formado a partir 
desse filamento. 
 
a) UUU UUA GUU CAU 
b) UUU UUT GUU CTU 
c) AAA AAU CAA GUA 
d) TTT TTA GTT CAT 
e) TTT UUA GUU CAT 
Alternativa correta: Letra A 
Identificação do conteúdo: Resposta encontrada no 
ponto Transcrição em eucariotos (pág. 18) e no ponto 
Código genético (pág. 27 e 28). 
Comentário: No RNA, os nucleotídeos se ligam da 
seguinte forma: A (adenina) + U (uracila), U (uracila) + 
A (adenina), C (Citocina) + G (guanina) e G (guanina) + 
C (citocina). 
 
 
 
 
 
 
2. O esquema representa células, 2n= 4 
cromossomos, em diferentes fases de um processo 
de divisão celular. 
 
 
Com base no esquema, é correto afirmar, EXCETO: 
 
a) A célula representada em II apresenta 
cromossomos duplicados. 
b) As duas células resultantes da divisão, 
mostradas em VI, são haplóides. 
c) Em III, fase denominada metáfase, não ocorre 
pareamento de cromossomos. 
d) Não se observa no esquema a separação dos 
cromossomos homólogos. 
e) O esquema representado pela fase VI é 
característico de citocinese. 
Alternativa correta: Letra B 
 
 
GABARITO 
QUESTÕES COMENTADAS 
Disciplina GENÉTICA HUMANA 
Professor (a) ANTÕNIO SÉRGIO JR. 
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 
A B E C D E C E B A 
 
 
 Página 2 de 4 
 
GENÉTICA HUMANA PROFESSOR(A): ANTÔNIO SÉRGIO JR. 
 
 
Identificação do conteúdo: Resposta encontrada no 
ponto Mitose e Meiose (pág. 32 a 42 ), na figura 1.27 
da pág. 42. 
Comentário: Esse esquema é representativo de uma 
divisão celular do tipo Mitose, onde se gera duas novas 
células diploides idênticas a original. 
 
3. “...se analisarmos o que está acontecendo com o 
cromossomo Y, verificaremos que há algum tempo 
a própria natureza vem tramando contra o sexo 
masculino. Nos últimos milhões de anos, o 
cromossomo Y perdeu muitos genes e atualmente 
ficou tão diferente do cromossomo X, que 
praticamente não há mais trocas de material 
genético entre eles. O cromossomo X, com cerca 
de 165 milhões de pares de nucleotídeos (uma 
medida de seu tamanho), é bem maior que o Y, com 
aproximadamente 60 milhões desses pares. Se 
compararmos o número de genes, as diferenças 
tornam-se mais evidentes. O cromossomo X tem 3 
mil genes e o Y só 26!” (Franklin Rumjanek. O Fim 
do Macho? Ciência Hoje março 2008, v.41, p.21.) 
Com base no texto, assinale a alternativa correta. 
 
a) Pares de nucleotídeos referem-se às bases 
nitrogenadas: citosina que se liga a guanina e 
também a uracila que se liga a adenina nos 
cromossomos. 
b) Os cromossomos X e Y e os seus genes não 
possuem a fita de dupla hélice de DNA. 
c) Os cromossomos X e Y são chamados de sexuais 
enquanto os cromossomos autossômicos são os 
outros 46 diplóides. 
d) As trocas de material genético entre os 
cromossomos referem-se a mudanças ocorridas 
nos genes e não ao DNA. 
e) Genes (código genético) são compostos por 
diversos pares de nucleotídeos capazes de 
sintetizar proteína ao final do processo da 
síntese protéica. 
Alternativa correta: Letra E 
Identificação do conteúdo:Resposta encontrada no 
ponto Estrutura primária do DNA (pág. 3 a 5), no ponto 
Estrutura secundária do DNA (pág. 6 a 8), no ponto 
Cariograma humano (pág. 53 e 54) e no ponto Código 
genético (pág. 27 a 29). 
Comentário: No DNA, os nucleotídeos se ligam da 
seguinte forma: A (adenina) + T (timina), T (timina) + A 
(adenina), C (Citocina) + G (guanina) e G (guanina) + C 
(citocina). Os genes formam o DNA, assim eles 
apresentam dupla fita e para qualquer alteração nos 
genes, consequentemente, também ocorre no DNA. 
Os 46 cromossomos não são autossômicos. 
 
 
 
 
4. Existem algumas pessoas chamadas especiais 
porque possuem uma série de características 
diferentes da maioria da população. Entre essas, 
estão aquelas que possuem a Síndrome de Down, 
também conhecida como Mongolismo. 
Em relação a essa síndrome, podemos afirmar que: 
 
a) é uma anomalia genética, causada pela presença 
de 3 cromossomos 21 e transmitida sempre pela 
mãe. 
b) é uma anomalia congênita, causada pela 
presença de 3 cromossomos 21 e transmitida 
sempre pela mãe. 
c) é uma anomalia genética, causada pela 
presença de 3 cromossomos 21 e transmitida 
por qualquer um dos pais. 
d) é uma anomalia congênita, causada pela 
ausência de um cromossomo sexual X ou Y. 
e) é uma anomalia genética, causada pela 
translocação de um dos cromossomos 21 para 
um 22. 
Alternativa correta: Letra C 
Identificação do conteúdo:Resposta encontrada no 
ponto Alterações cromossômicas (pág. 54 a 56). 
Comentário: A síndrome de Down é um transtorno 
genético que ocorre quando uma divisão celular 
irregular resulta em material genético extra no 
cromossomo 21. 
 
5. Em relação ao sistema sangüíneo ABO, um 
garoto, ao se submeter ao exame sorológico, 
revelou ausência de aglutininas. Seus pais 
apresentaram grupos sangüíneos diferentes e cada 
um apresentou apenas uma aglutinina. Os 
prováveis genótipos dos pais do menino são: 
 
a) IBi - ii. 
b) IAi - ii. 
c) IAIB - IAi. 
d) IAi - IBi. 
e) IAIB - IAIA 
Alternativa correta: Letra D 
Identificação do conteúdo:Resposta encontrada no 
ponto Incompatibilidade ABO (pág. 128 a 131) 
Comentário: i i (menino)  __ i (pai) x __ i (mãe), 
 se os pais apresentam apenas uma aglutinina, então 
eles podem ser sangue tipo A (IA i ) ou B (IB i). 
 
6. A eritroblastose fetal é uma doença resultante da 
incompatibilidade materno-fetal determinada pelo 
antígeno Rh. Em relação à doença, todas as 
afirmativas abaixo estão corretas, exceto: 
 
a) para que a doença ocorra, é necessário que 
mulheres Rh–negativo sejam estimuladas por 
 
 
 Página 3 de 4 
 
GENÉTICA HUMANA PROFESSOR(A): ANTÔNIO SÉRGIO JR. 
 
 
antígenos Rh provenientes de fetos Rh–positivos 
ou de transfusão de sangue Rh–positivo. 
b) não ocorrerá formação de anticorpos anti–Rh, se 
a mãe e o filho forem Rh–positivo. 
c) os filhos Rh–negativo não induzirão a formação 
de anticorpos na mãe, seja ela Rh negativo ou 
positivo. 
d) um homem Rh–positivo corre o risco de vir a ter 
filhos com eritroblastose fetal desde que se case 
com mulheres Rh–negativo. 
e) filhos Rh–positivo não induzirão a formação 
de anticorpos na mãe caso ela seja Rh–
negativo. 
Alternativa correta: Letra E 
Identificação do conteúdo: Resposta encontrada no 
ponto Doença hemolítica do recém-nascido (pág. 131 a 
133). 
Comentário: A eritroblastose fetal ocorre quando uma 
mãe de Rh- que já tenha tido uma criança com Rh+ (ou 
que tenha tido contato com sangue Rh+, numa 
transfusão de sangue que não tenha respeitado as 
regras devidas) dá à luz uma criança com Rh+. Depois 
do primeiro parto, ou da transfusão acidental, o sangue 
da mãe entra em contato com o sangue do feto e cria 
anticorpos contra os antígenos presentes nas 
hemácias caracterizadas pelo Rh+. Durante a segunda 
gravidez, esses anticorpos podem atravessar a 
placenta e provocar a hemólise do sangue da segunda 
criança. 
 
7. O sistema imunológico é um sistema de 
estruturas e processos biológicos que protege o 
organismo contra doenças. De modo a funcionar