RELATORIO FINAL PRONTO
11 pág.

RELATORIO FINAL PRONTO


Disciplina<strong>estágio</strong> Supervisionado Gestão Escolar4 materiais48 seguidores
Pré-visualização1 página
GABRIELA OLIVEIRA DE SANTIAGO
 RELATÓRIO DE ESTÁGIO. SUP. EM GESTÃO DAS ORG. Não ESCOLARES 
Relatório de Estágio Supervisionado apresentado à professora Joalêde Gonçalves Bandeira, como requisito parcial para aprovação na disciplina Prática de Ensino e Estágio em Gestão Das Org. Não Escolar do Curso de Pedagogia do Centro Universitário Estácio de Sá da Bahia-Campos Gilberto Gil.
Salvador
2018
 
INTRODUÇÃO
	A pedagogia, como foco organizacional vem, cada vez mais, conquistando novos espaços para atuação do pedagogo em contextos não escolares, e a experiência do estágio nas instituições não governamentais é fundamental para a formação do futuro pedagogo em todos as áreas que ele possa atuar, constituindo o elo entre teoria e pratica. No âmbito da pedagogia sabe-se que a formação em Licenciatura em Pedagogia não se limita à regência apenas na sala de aula, mas estendende-se em diversas áreas de atuação, como a gestão escolar, coordenação pedagógica, entre outras, inclusive em espaços não escolares, como em uma empresa, em hospitais, bem como, em Organizações Não Governamentais \u2013ONG\u2019S .
	O presente relatório é resultado de um trabalho de campo realizado para a
disciplina de Estágio Supervisionado em Gestão das Org. Não Escolar do Curso de Pedagogia do Centro Universitário Estácio de Sá da Bahia-Campos Gilberto Gil, e tem como objetivo compreender a importância do estágio dos alunos nos espaços não- escolares enquanto eles ainda estão em formação acadêmica a fim de conhecerem as diversas oportunidades de atuação que o pedagogo possui depois de formado.
	Sabe-se que a tarefa do pedagogo em ONG\u2019s, hospitais, empresas e demais
instituições não-escolares está diretamente ligada ao processo formativo dos
profissionais. Sendo assim: O pedagogo, é um agente educacional nas organizações e sua função é a concretização da educação dentro dos interesses empresariais de cada momento específico. Estabelece-se na organização como um profissional que agrega valores, juntamente com outros profissionais. Acompanha todo o desenvolvimento profissional dos colaboradores e seu desempenho viabiliza cursos internos e externos, técnicos ou comportamentais. (KOWALCZUK; VIEIRA, 2011, p.12.468)
	O pedagogo atua nas instituições de maneira a efetivar a garantia de educação
nas organizações nas quais atua, sua atividade deve agregar valor à formação dos
profissionais que trabalham com ele, estando a par do desenvolvimento de todos que
estão envolvidos de alguma forma com a instituição na qual trabalha. Então, o trabalho realizado serve de maneira a estimular o crescimento da atuação da equipe, e também na melhora da qualidade dos serviços prestados por determinadas organizações.
	A instituição escolhida foi a Comunidade Kolping São Francisco de Assis da Boca do Rio, que trabalha com uma proposta de democrática de projetos que fundamentam a economia e cultura solidaria, o principal o objeto da instituição é a formação integral de homens e mulheres, nos aspectos religioso, profissional, familiar, sociais, associativos, comunitários, culturais, recreativos e políticos, visando a transformação da realidade social, através da formação e ação social e da intervenção em espaços institucionais\u201d, desta forma a instituição contribui com a criação de uma sociedade mais justa, humana e solidaria, através de oficinas e programas de ação que combatem a exclusão social nos níveis locais e regionais , na perspectiva do exercício pleno da cidadania.
	 O trabalho foi realizado por meio de visitas à instituição, entrevista, observação e analise dos projetos da instituição, para coletar dados necessários à construção do conhecimento de caso .Neste sentido, buscamos explicitar o trabalho do pedagogo não-escolar de maneira a compreender a sua identidade enquanto um profissional da educação, não apenas um professor versátil de séries iniciais. 
OBJETIVOS 
JUSTIFICATIVA
Trajetória Metodológica: em busca de uma compreensão da pesquisa de ca
 especificamente no Sertão do Nordestino, a formação ainda enfatiza a docência como único foco de trabalho para este profissionalda educação, muito dos acadêmicos de pedagogiadesconhecem o amplo desempenho do pedagogo no mercado de trabalho, assim não são motivados a adentrar.
	A escolha da temática se justifica por se tratar de um campo de atuação profissional do pedagogo que não é explorado de uma forma significativa na grade curricular do curso, logo, as disciplinas que estão ligadas à educação em espaços não escolares são ministradas nos últimos períodos da graduação, e, é a partir desse momento que boa parte dos alunos passam a compreender que a Pedagogia vai além da docência em sala de aula na \u201cescola\u201d. 
	O curso de Pedagogia privilegia os estágios de Docência na Educação Infantil e no Ensino Fundamental e a Administração escolar, em outras palavras, a formação do Pedagogo na região do Sertão Nordestino está atrelada no currículo acadêmico apenas para o contexto do campo, ou seja, para o contexto escolar.
	Através desta pesquisa, almejamos fornecer informações para os estudantes de pedagogia assim como população em geral que tenha interesse na área da educação, e que possam compreender
 Revista Científica da FASETE 2016.2 | 72
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ESPAÇOS NÃO ESCOLARES: (im)possibilidades na formação inicial do pedagogo Willian Lima Santos | Eliana de Jesus Menezes
 que a formação como pedagogo lhe permite atuar em vários setores do mercado de trabalho que não estejam ligados diretamente à escola. Apresentando a importância do estágio supervisionado em espaço não escolares como fator relevante para a formação profissional, quebrando os paradigmas tradicionais de que a formação do pedagogo é apenas para professor. 
A pesquisa norteou-se através das analises bibliográficas de artigos científicos e livros disponíveis eletronicamente, adotou-se como referência Cristina Charão (2015) que em seu texto \u201cQuem será professor\u201d contextualiza o perfil dos acadêmicos do curso de Pedagogia. José Carlos Libâneo (2001) também citado ressalta em sua obra 
\u201cPedagogia e pedagogos: inquietações e buscas\u201d a amplitude que tem a atuação do pedagogo, como profissional da educação que pode atuar em todos os espaços onde esteja integrada a prática educativa. Agnaldo Pedro Santos Filho (2010) em sua obra \u201cO estágio supervisionado e a sua importância na formação docente\u201d traz essa abordagem metodológica e didática das interações entre teoria e prática, enfatizando a relevância do estágio supervisionado para a formação do pedagogo. Maria da Glória Gonh (2010) também citada, por apresentar em sua obra \u201cEducação não formal e o educador social: atuação no desenvolvimento de projetos sociais\u201d aspectos pertinentes à atuação do pedagogo em espaços não escolares a ênfase da educação não formal. E, por ultimo, contextualizando a Pedagogia Empresarial Ana Beatriz Trindade e Marcia Alvim Candinha (2009) \u201cPedagogia Empresarial: formas e contextos de atuação\u201d trazendo ab
 
2