A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Pinos Intra-radiculares

Pré-visualização | Página 1 de 1

Não reforçam as restaurações, servem de estrutura e retenção.-
Canal tem que estar tratado.-
Cuidados•
Pinos de Fibra de Vidro
 - Caso necessário, retratar o canal para o pino (Endo muito antiga, sair toda a 
Guta)
 - Pelo menos 3mm de Guta na região apical (Blindagem Apical)
 - Tentar Preservar o conduto ao máximo!!
 - Pino tem que ser maior ou igual ao tamanho da coroa (Em caso de perda óssea)
 - 2/3: Sempre
Tipos de Pinos
Fundidos Pré-Fabricados
Laboratoriais. 
Vantagens: Corrigem a angulação dos 
dentes (Angular ângulo de 
preenchimento)
Capacidade de suportar carga até 
começar a deformar.
Pino Ativo: Rosqueável e Cortante. 
Grande chance de fratura devido à 
grande pressão dentro da raiz 
(Contra-indicado). 
-
Pino Passivo: Liso-
Metálicos.
Pino Pré-Fab. Cerâmico
Desvantagem: Módulo de elasticidade 
diferente do da estrutura dental (Dentina é 
10x maior, sob carga sofre fratura)
O uso de pino de vidro é melhor pois em caso de fratura, o mesmo quebra 
na coroa. Em caso de quebra de pino na raiz, faz-se implante.
Radiografia1)
Remoção de parte do material obturador (Blindagem Apical)2)
Preparo do conduto3)
Prova do pino + Radiografia 4)
Cimentação5)
Protocolo Clínico
Condicionamento ácido do conduto (15s)1)
Lavar e secar (cone de papel absorvente)2)
Aplicar adesivo dentinário3)
Colocação do cimento resinoso intracanal e/ou direto no pino4)
Fotopolimerilzar (60s)5)
Protocolo de Cimentação (Dente)
Limpeza com álcool1)
Secar com ar (60s)2)
Silano 3)
Aplicação de adesivo dentinário4)
Fotopolimerizar (20s)5)
Protocolo de Cimentação (Pino)
Tamanho: 1,5 mm do antagonista, 
para vir ainda a coroa
Nesta etapa não fotopolimerizar 
o adesivo para não ficar excessos. 
Não há absorção do solvente.
Agente de união. Liga a parte orgânica (adesivo) à 
parte inorgânica (fibra de vidro). 
Pinos Intraradiculares 
 Página 1 de Dentística II 
Fotopolimerizar (20s)5)
Colocação de cimento resinoso intracanal e/ou no pino6)
Fotopolimerizar (60s)7)
Pacientes com condutos largos-
Protocolo dente: igual-
Lubrificar com KY (hidrossolúvel)-
Após adaptação da resina no conduto, Fotopolimerizar por 5s, tirar e Fotopolimerizar por 60s 
(com ele na mão)
-
Protocolo Pino 
Ácido fluorídrico 10% por 20s e lavar por 40s (Ele dissolve a parte superficial da resina - suja de 
KY - do pino)
-
Ácido fosfórico 37% por 1min (Para limpar o ácido fluorídrico). Lavar por 2 min.-
Pinos Modelados
Então se repete: Silano, adesivo, ácido por 15s, etc.
 Página 2 de Dentística II