Programas de Qualidade Aplicada a Produção
3 pág.

Programas de Qualidade Aplicada a Produção


DisciplinaAdministração da Produção I509 materiais1.431 seguidores
Pré-visualização1 página
CONCEITO QUALIDADE
Qualidade é um conceito subjetivo, é o modo de ser, é propriedade de qualificar os mais diversos serviços, objetos, indivíduos...
Qualidade em relação a produto e/ou serviço, há várias definições, como o produto estar em conformidade com as exigências dos clientes, ter valor agregado, algo que produtos similares não possuem, relação custo/benefício.
O QUE É QUALIDADE?
Sabemos o que é qualidade e a associamos a aquilo que é bom.
Qualidade está ligado a três fatores:
Redução de custos;
Aumento de produtividade;
Satisfação dos clientes.
OS DIFERENTES CONCEITOS DE QUALIDADE
Qualidade baseada no produto: A qualidade é vista como as características contidas em cada produto, ou seja, nos seus ingredientes.
Qualidade baseada na produção: A qualidade de um produto se encontra no atendimento às especificações.
Qualidade baseada no cliente: A qualidade consiste na capacidade de satisfazer as necessidades, os desejos e expectativas do cliente.
GURUS DA QUALIDADE
W. Edwards Deming;
Joseph M. Juran;
Philip B. Crosby;
Armand V. Feigenbaum;
Kaoru Ishikawa;
Genichi Taguchi.
O CONCEITO DE PRODUTIVIDADE
Produzir o Mesmo com Menos custo; Produzir Mais com Mesmo Custo; Produzir Mais com Menos custo.
8 PRINCÍPIOS DA QUALIDADE ISSO 9001
Foco no cliente;
Liderança;
Envolvimento de pessoas;
Abordagem de processos;
Abordagem sistêmica para a Gestão;
Melhoria contínua;
Abordagem factual à tomada de decisão;
Benefícios mútuos nas relações com fornecedores.
PORQUE USAR PROGRAMAS DE QUALIDADE?
Utilizar técnicas e ferramentas da qualidade, podem auxiliar uma empresa a ganhar o mercado e ter clientes fiéis. Deve se pensar nos vários aspectos e não somente no lucro. 
PROGRAMA 5S: Modelo que surgiu no Japão em 1950. São cinco princípios (Seiri, Seiton, Seisou, Seiketsu, Shitsuke) \u2013 Senso de Utilização, Organização, Limpeza, Saúde ou Melhoria Contínua, Autodisciplina, que podem ser implantados na empresa para gerar a qualidade. 
CICLO PDCA: É a ferramenta de gestão utilizada nas empresas, feita por Walter A. Shewart na década de 20. Ela possui as etapas planejar, executar, checar e agir, para controlar os processos da empresa. 
DIAGRAMA DE PARETO: Técnica em que os problemas são separados em partes, assim eles são analisados entre si. Geralmente, para a produção do diagrama é utilizado um gráfico de barras verticais. 
DIAGRAMA DE CAUDA E EFEITO: ISHIKAWA: Técnica muito empregada para descobrir a relação entre um efeito e as causas para que esse efeito esteja ocorrendo. Também é chamado de Espinha de Peixe, por causa do formato do seu diagrama. Primeiramente, foi aplicado em 1953, no Japão.
HISTOGRAMAS: Responsável por mostrar a variação entre um processo em determinado período.
BENCHMARKING: Ferramenta que faz a comparação entre os processos de uma empresa com outras empresas bem-sucedidas. Ao final, todas as ideias são analisadas.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Para o sucesso das organizações, é necessário uma visão de gestão de qualidade, além de conhecer a organização como um todo e ter ferramentas necessárias.
REFERÊNCIAS
CARPINETTI, L. Gestão da Qualidade: Conceitos e Técnicas. 2ed. São Paulo: Atlas, 2012.
SLACK, N; CHAMBERS, S; JOHNSTON, R. Administração da produção. 3ed. São Paulo: Atlas, 2009.