01Q   Introducao historia e custos da qualidade
38 pág.

01Q Introducao historia e custos da qualidade


DisciplinaQualidade na Construção Civil17 materiais119 seguidores
Pré-visualização3 páginas
FACULDADE MERIDIONAL - IMED
Professor: Me Engª Marinês Silvani Novello
Curso de Engenharia Civil
Disciplina: Qualidade nas edificações
\u2022 Introdução a Qualidade:
\u2022 história da qualidade x sistemas de produção
\u2022 História da qualidade no Brasil
\u2022 Custos e desperdícios na qualidade
História da Qualidade x Sistemas de produção
Gestão e controle da Qualidade:
\u2022 conjunto de processos que determinam
a excelência de um produto ou serviço.
Século XVIII e XIX: qualidade era
controlada pelos artesãos que
fabricavam seus artefatos.
A partir da Revolução industrial:
\u2022 Novos processos de manufatura em grande escala;
\u2022 troca de artesãos por mão de obra qualificada auxiliada por
máquinas.
Necessidade de introduzir o chamado: Controle de qualidade.
História da Qualidade x Sistemas de produção
Gestão e controle da Qualidade
História da Qualidade x sistema de produção
Controle de qualidade
Foco inspeção do produto final. Evoluiu com:
\u2022 a adoção da inspeção em diferentes etapas do processo produtivo;
\u2022 com o controle estatístico da qualidade, as cartas de controle, etc.
\u2022 Controle de qualidade com ênfase na detecção de defeitos ou
falhas.
\u2022 Produção em escala com grandes máquinas:
Como tudo isso aconteceu?
Quais as fases por onde se passou?
História da Qualidade x sistema de produção
Movimento Taylorismo: fatores que marcaram esse sistema
\u2022 Produção em escala
\u2022 Promoveu grande racionalização do trabalho e alta produtividade por
meio do trabalho em série \u2013 contraposição à produção artesanal.
\u2022 Redução da qualidade dos produtos.
\u2022 Contraposição à produção artesanal: \u201cadministração científica\u201d
\u2022 Partiu da ideia de que a formação profissional informal leva à 
deterioração de métodos.
\u2022 Transferência à gerência da concepção do trabalho - pressupõe a 
existência de \u201cThe one best way\u201d
\u2022 Identificação da melhor maneira de execução, através de estudo de 
tempos e movimentos.
História da Qualidade x sistema de produção
Etapas de implementação do Taylorismo
\u2022 Identificação da melhor maneira de execução, através de estudo de
tempos e movimentos.
\u2022 Planejamento da execução e prescrição das atividades.
\u2022 Controle do trabalho pela gerência.
Princípios do Taylorismo:
\u2022 Padronização, especialização, diferentes operações
\u2022 Funções gerenciais x operacionais.
\u2022 Reducionismo: quebrar o todo em pequenas partes para facilitar a
gestão \u2013 gestão independente para cada problema.
\u2022 Estrutura funcional: responsabilidades definidas, vertical, com chefes
autoritários.
História da Qualidade x sistemas de produção
Século XX:
\u2022 Henry Ford fundou a Ford Motor Company
\u2022 Inventou a montagem em série, produzindo grandes quantidades de
automóveis em menos tempo e a um menor custo.
Fordismo \u2013 Produção em massa
\u2022 Potencial de ampliação do mercado nos EUA
\u2022 Inovações tecnológicas: mecanização
\u2022 Grande contingente de mão de obra disponível
\u2022 Paradigma da produção em massa: custos
mais baixos, grande padronização
História da Qualidade x sistemas de produção
Fordismo \u2013 elementos fundamentais
\u2022 Intercambiabilidade e simplificação das tarefas
\u2022 Postos fixos de trabalho, e máquina impõe o ritmo da produção
\u2022 Divisão exacerbada do trabalho 
\u2022 Intensificação da desqualificação
\u2022 Controle centralizado
Durante a 1\u2da Guerra Mundial:
Publicação abordando questões de
da qualidade utilizando-se princípios
da probabilidade e da estatística para
inspecionar a produção.
História da Qualidade x Sistemas de Produção
Fordismo
Escola das relações humanas
\u2022 Trabalho pode ser uma fonte de satisfação (McGregor)
\u2022 Nível de satisfação tem grande impacto na eficiência
\u2022 Coerção tem eficácia limitada e pode ter um custo elevado
\u2022 Pressão por melhoria das condições de trabalho
Marslow: hierarquia das 
necessidades
Autorealização
Estima
Sociais
Segurança
Necessidades fisiológicas
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Produção Enxuta:
\u2022 Origem no Japão nos anos 50, mas mais conhecido nos anos 70
\u2022 Grande desempenho e qualidade do produto
\u2022 Eficiência e Velocidade de inovação
Nasceu através de um longo processo de tentativa e erro
Passou a ser estudado e disseminado por outras indústrias do Contexto 
japonês após II Guerra Mundial devido:
\u2022 Mercado pequeno e fragmentado
\u2022 Poucos recursos para investimentos
\u2022 Mão de obra mais exigente quanto a condições de trabalho
\u2022 Ameaça de competição externa.
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Produção Enxuta:
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Lean Construction
\u2022 Impacto livro \u201cA máquina que mudou o mundo\u201d James Womack et al.
\u2022 Tentativa de entender seus princípios básicos
\u2022 Tem recebido outros nomes: produção enxuta, world class
manufacturing, produção sem perdas, etc.
\u2022 Grande disseminação: 
\u2022 Lean Institute: www.lean.org.br
\u2022 Livro \u201cMentalidade Enxuta\u201d de Womack et al.
Pilares básicos
\u2022 TQM - Total Quality Control (Controle da Qualidade Total)
\u2022 JIT - Just in Time
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Lean Construction - O
desenvolvimento da filosofia
pressupõe:
\u2022 no paradigma gerencial: sai da
ênfase de preocupação centrada
na produtividade individual, indo
na direção de abordagem
sistêmica do processo.
\u2022 Mudanças de atitude de todo o
grupo, das culturas existentes e
profundas transformações na
gestão do processo de
produção.
História da Qualidade x sistema de produção
Princípios Sistema Lean Construction
\u2022 Melhoria contínua
\u2022 Foco no cliente
\u2022 Ênfase na prevenção
\u2022 Engajamento das pessoas
\u2022 Padronização de processos, etc
\u2022 Desviar o foco da fabricação de economias de
escala para economias de tempo.
\u2022 Funcionário tornava-se um verificador da qualidade do seu próprio
trabalho, interrompia a linha quando encontrava um problema, não
necessitando de um departamento de controle de qualidade
\u2022 Just in time
\u2022 Produção puxada
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Lean Construction
Just in time: 
\u2022 Principal instrumento do qual se utiliza a produção enxuta/Lean
Constructioa para combater o desperdício
\u2022 Redução ou eliminação dos estoques na sequencia, na quantidade e 
na hora certa
\u2022 Produção \u201cpuxada\u201d, a partir de demanda do mercado- produz 
somente quando chega o pedido
\u2022 Redução do tempo de ciclo: tempo necessário para iniciar até 
terminar da atividade
\u2022 Redução do tamanho dos lotes: não 
produzir ou iniciar tudo junto e sim em fases.
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Lean Construction
Problemas causados pela existência de estoques
\u2022 Custo financeiro
\u2022 Custo de gerenciamento de estoques
\u2022 Necessidade de espaço
\u2022 Diminuição da transparência
\u2022 Possibilidade de deterioração, roubo, vandalismo, etc.
\u2022 Não permite que os problemas venham a tona
Estoques escondem perdas (refugos, quebra de
máquina, operadores despreparados).
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Lean Construction
Just in time - pré-requisitos para implementação
\u2022 Força de trabalho flexível, 
\u2022 Controle descentralizado: divisão da produção em mini-empresas
\u2022 Redução de tempo de set up , realização de manutenção preventiva
\u2022 Redefinição de layout
\u2022 Ênfase em melhoria contínua
\u2022 Cooperação com fornecedores
\u2022 Produção puxada a partir da demanda do mercado (cliente),
produzindo em cada estágio somente os itens necessários nas
quantidades e momentos corretos.
\u2022 Característica inversa ao sistema tradicional (just in case) no qual a
produção é empurrada.
História da Qualidade x sistema de produção
Sistema Lean Construction
Benefícios do JIT:
\u2022 Redução de prazos de fabricação dos produtos