03Q   Qualificacao fornecedores gestao producao
26 pág.

03Q Qualificacao fornecedores gestao producao

Disciplina:Qualidade na Construção Civil22 materiais92 seguidores
Pré-visualização2 páginas
FACULDADE MERIDIONAL - IMED

Professor: Me Engª Marinês Silvani Novello

Curso de Engenharia Civil
Disciplina: Qualidade nas edificações

Gestão da Qualidade no canteiro de obras:
• Qualificação de fornecedores
• Gestão dos materiais na produção
• Uso e aplicação de fichas técnicas de materiais

Gestão da qualidade no canteiro de obras

O que garante qualidade na execução de diversos serviços em todas as

etapas construtivas?

• Fornecimento de ferramentas da qualidade para medição e

verificação de ângulos;

• capacitação dos operários para sua correta utilização.

Dependendo do tipo de material em

campo exige um nível de precisão maior

nas medições:

• Medições em geral: em cm

• Medições de estrutura metálica: mm

Gestão da qualidade no canteiro de obras

• Trenas: cuidado para não esticar a trena metálica além de sua

medida máxima e evitar que ela fique com areia, terra ou grama no

ato de enrolá-la;

• Projetos em escala – evita adoção de medidas incorretas;

• Executar ângulos corretos: garantia do ângulo é feita com o esquadro

metálico;

• Verticalidade: garantida qualidade com o prumo

Gestão da qualidade no canteiro de obras

• Exemplos

Gestão da qualidade no canteiro de obras

• Medição de ângulo reto de

uma esquadria de madeira;

• Marcação do ângulo reto para

a instalação de algum item...

• Verificação de prumo de uma

parede de blocos – com prumo

de face

• Conferência da

horizontalidade de um

corrimão: com nível de bolha.

Gestão da qualidade no canteiro de obras

Verificação da qualidade das soldas em campo com equipamentos tipo:

partícula magnética, ultrassom, espessura de tubos,

Gestão da qualidade no canteiro de obras

Utilização de equipamentos promove:

• Aumento da produtividade;

• Aumento da qualidade.

Ex. rompimento de piso

Manual mecanizado pneumático

Gestão da qualidade no canteiro de obras

Cadeia produtiva envolve ações integradas como:
• Fabricação;
• Transporte;
• Vendas;
• Planejamento de materiais;
• Suprimentos;
• Planejamento da produção;
• Manufatura;
• Armazenagem
• Comercialização do produto final
• Ocupação da edificação;
• Serviços de pós-ocupação

Essa integração tem como objetivo:
• a garantia da qualidade do produto final;
• atender os requisitos do cliente e especificações das normas

técnicas.

Gestão da qualidade no canteiro de obras

Cadeia produtiva envolve ações integradas como:

Idealização

Projetos

Legalização

Marketing

Incorporação

Início Pré-obra obra Pós-obra Ocupação

Transporte

Insumos
básicos

Insumos
elaborados

Mão de obra

Máquinas e
equipamento

Marketing

Vendas

Financiamento

legalização

Seguro

Cliente
Consumidor

final

Conservaçã
o e

manutenção

Pós-
ocupação

Agentes envolvidos na cadeia produtiva da construção de edificações: setor público

, privado, financeiros e de fomento, fiscalização e de direito econômico

Qualificação de fornecedores

Dentro da cadeia produtiva, a qualidade de uma obra se deve também à

escolha criteriosa de seus fornecedores, os quais devem ter:

• condições para desenvolver seus processos com profissionalismo e

comprometimento, primando requisitos:
• Especificações dos pedidos de compra ,entrega e prazos acordados e imediatas na

confirmação dos pedidos, fornecimento da documentação solicitada.

• Ter a flexibilidade em casos de mudanças nas quantidades dos pedidos e nas datas

de entrega e realizar todos os procedimentos de faturamento corretamente.

• Prestar feedback durante todo o processo de compra.

Os fornecedores devem ser desenvolvidos, avaliados, qualificados e

após mantido controle para que atendam as premissa necessárias.

Qualificação de fornecedores

Etapas de Desenvolvimento de fornecedores

• Estudo do produto: determinação da viabilidade técnica e comercial;

• Verificação das condições de atendimento as especificações;

• Pré-seleção: coletar informações técnicas/comerciais do fornecedor;

• Avaliação técnica, comercial e da gestão empresarial;

• Diagnóstico: determinar os pontos fortes e fracos

• Seleção dos fornecedores: mérito e adequação das propostas;

• Elaboração do plano de desenvolvimento do fornecedor: cursos de

formação, treinamentos, visitas técnicas.

• Elaboração do plano de melhorias na empresa fornecedora

• Encerramento das atividades de desenvolvimento.

• Certificação do fornecedor: comprovação da qualidade do serviço mediante

um certificado.

Qualificação de fornecedores

Etapas de Desenvolvimento de fornecedores

A visita ao fornecedor para qualificação: realizada por uma equipe que

detenha conhecimentos técnicos e comerciais para verificar:

• A estrutura organizacional do fornecedor;

• O planejamento, as instalações e os laboratórios do fornecedor

• A capacidade de atendimento comercial do fornecedor

• A situação financeira do fornecedor

Requisito essencial para o bom desempenho da obra:

• material dentro do prazo e atendendo padrões de qualidade;

Para ter um sucesso no planejamento das compras deve-se ter:

• Correta especificação do material e projetos com especificações

claras e inequívoca.

Gestão dos materiais na produção

Porque solicitar verificações ao fornecedor:

• Interfere na qualidade da aplicação do material, onde surgem as

patologias futuras: falta de segurança estrutural, aderência,

assentamento, prumo..

• Evitar perda de imagem da empresa e desgaste com clientes e

correção em campo.

Além da qualidade do material, fatores que causam patologias:

• Qualidade na execução;

• Qualificação na mão de obra;

• Condições climáticas;

• Procedimentos utilizados.

Gestão dos materiais na produção

Verificação da qualidade dos materiais:

• Devem passar por um processo de verificação antes de sua liberação

para a produção;

• Organização deve estabelecer seus próprios procedimentos de

verificação, com métodos claros e uniformes

• Capacitar os funcionários para operacionalizar estas verificações;

Importante sempre determinar os materiais críticos para a produção;

Considerar

• Valor agregado finalidade local de aplicação

• Disponibilidade responsabilidade estrutural Segurança

Gestão dos materiais na produção

Quais critérios adotar?

NBR ISO 9001 determina que:

• Deve-se medir e monitorar as características do produto para

verificar se os requisitos do produto tem sido atendidos.

• Realizar o monitoramento em estágios apropriados do processo de

realização do produto de acordo com as providências planejadas.

PBQP-H: sugere uma lista de 25 itens críticos e orienta a considerar

como críticos os respectivos materiais que sejam empregados nestes

serviços até compor uma lista de 20 materiais críticos.

Gestão dos materiais na produção

Tipos de verificações:

Visuais: atividades de contagem, verificação de cor, tonalidade,

comparação de amostra, data de fabricação e validade, homogeneidade

e demais características superficiais como: manchas, riscos, trincas,

emendas, bolhas, furos de insetos, podridão, presença de tratamentos

superficiais, recobrimento, etc..

Ensaios: atividades de verificação dos padrões e características dos

materiais... Alguns são realizados em laboratório e outros são de

responsabilidade do fornecedor.

Gestão dos materiais na produção

Manuseio e armazenagem no canteiro

• Controles sobre o armazenamento;

• Controles sobre o manuseio

São fundamentais para a

manutenção das especificações

e propriedades dos materiais

Gestão dos materiais na produção

Manuseio e armazenagem no canteiro

• Condições de armazenamento

• Recomendações do fabricante

• Se é preciso procedimento próprio

• Especificações de materiais relativas a dimensões, volumes