A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
278 pág.
Direito Penal. Parte Geral. Prof. Gabriel Habib. 2018

Pré-visualização | Página 4 de 50

200 
Período de Prova .............................................................................................................................. 201 
Revogação .................................................................................................................................... 202 
Cumprimento das Condições ............................................................................................................ 203 
Crimes Hediondos e Equiparados .................................................................................................... 203 
Livramento Condicional ....................................................................................................................... 205 
Requisitos ......................................................................................................................................... 205 
Condições ......................................................................................................................................... 206 
Concurso de Crimes ............................................................................................................................. 208 
Concurso Material ou Real .............................................................................................................. 208 
Requisitos ..................................................................................................................................... 208 
Espécies ........................................................................................................................................ 209 
Sistema de aplicação da pena ...................................................................................................... 209 
Concurso Formal ............................................................................................................................. 209 
Requisitos ..................................................................................................................................... 209 
Espécies ........................................................................................................................................ 209 
Sistema de Aplicação de Pena ...................................................................................................... 210 
Crime Continuado ............................................................................................................................ 211 
Requisitos ..................................................................................................................................... 211 
Sistema de Aplicação de Pena ...................................................................................................... 212 
Requisitos Objetivos ..................................................................................................................... 213 
 
 
 
6 
DIREITO PENAL | Teoria da Norma, Teoria do Crime e Teoria da Pena 
Suspensão Condicional do Processo no Concurso de Crimes ......................................................... 214 
Causas de Extinção da Punibilidade .................................................................................................... 216 
Classificação .................................................................................................................................... 216 
Causas de Extinção .......................................................................................................................... 217 
Prescrição ............................................................................................................................................ 223 
Espécies de Prescrição ..................................................................................................................... 224 
Prescrição da Pretensão Punitiva (PPP) ..................................................................................... 226 
Prescrição da Pretensão Executória (PPE) ................................................................................. 231 
Questões Comuns ......................................................................................................................... 235 
Causas de Aumento e Diminuição da Prescrição..................................................................... 236 
Suspensão da Prescrição .......................................................................................................... 237 
Interrupção da Prescrição ........................................................................................................ 238 
Prescrição Retroativa ................................................................................................................... 245 
Prescrição Intercorrente ou Superveniente .................................................................................. 249 
Prescrição pela Pena Hipotética, Ideal, em Perspectiva ou Virtual ............................................ 251 
 
 
BIBLIOGRAFIA: 
* ROGÉRIO GRECO 
* CÉSAR BITTENCOURT 
 
e-mail: gabrielpenal@yahoo.com.br 
grupodohabib@yahoogrupos.com.br 
 
 
 
 
7 
DIREITO PENAL | Teoria da Norma, Teoria do Crime e Teoria da Pena 
Aula 01 –05/02/2015 - Pt. 01 
Teoria da Norma 
Princípios 
Princípio da Legalidade 
Art. 5º, inc. XXXIX,CF e art. 1º CP 
Não há crime sem lei anterior que o defina, nem pena sem prévia cominação legal. 
Fundamento: Estado de Direito. 
Estado de Direito é aquele que se organiza sob sua próprias leis, e nasceu a partir da 
conversão do Estado Absolutista para um Estado Liberal. 
O particular pode fazer tudo o que não é proibido, mas o agente público, agindo em 
nome do Estado, só pode agir segundo o que previsto em lei. O Governador do ERJ vai 
trocar seu carro particular, vai à concessionária, paga como quiser e escolhe o modelo 
que quiser. Mas se for agir em nome do Estado para renovar a frota deste, não pode ter 
toda essa liberdade: só pode agir se autorizado pela lei e na forma preconizada por esta. 
No caso, haverá uma licitação. 
Quando o juiz condena alguém por um crime e lhe aplica a pena, age em nome do 
Estado. Por isso, só pode agir se houver autorização em lei. O Juiz só pode condenar 
alguém por um crime e lhe aplicar a pena se a lei definir a conduta como criminosa e 
prever a pena. 
O Estado de Direito, portanto, faz com que o Estado-Juiz só possa condenar alguém por 
um fato, a uma pena, se houver previsão em lei. 
 
Finalidade: segurança jurídica. 
Feuerbach, no século XIX, criou quatro vertentes para o princípio da legalidade: lei 
prévia, lei escrita (costume não cria crime1), estrita2, lei certa3. 
 
1 O costume é fonte do Direito, mas não para criar crimes. 
Temos fontes de produção e fontes de conhecimento no Direito Penal. A fonte de produção do Direito 
Penal é a União Federal (art. 22, inc. I, CF). Já nas fontes de conhecimento, temos fontes mediatas e 
imediatas. A fonte de conhecimento imediata é a LEI, e as fontes de conhecimento mediata são doutrina, 
jurisprudência e costumes. 
Portanto, costumes são fontes do Direito Penal, mas não para criar e revogar crimes e penas. Podem sim 
ser usados como fonte de hermenêutica (interpretação). Art. 155,§1º, CP fala em furto praticado em 
repouso noturno. Para saber o que é repouso noturno depende do local onde o crime foi praticado – é o 
costume funcionando como fonte de interpretação. 
 
 
 
8 
DIREITO PENAL | Teoria da Norma, Teoria do Crime e Teoria da Pena 
E medida provisória pode prever crimes e penas? Ela não é lei em sentido formal, 
embora tenha força de lei. Segundo o art. 62, §1º, inc. I, b, CF, é vedada a edição de MP 
dispondo sobre matéria de Direito Penal, o que violaria o p. da separação de poderes

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.