A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Apresentação Amazônia

Pré-visualização | Página 1 de 2

FAUNA
A fauna da Amazônia possui uma grande biodiversidade de animais, destacando-se a arara, onça pintada, anta, preguiça, tucano, peixe-boi, piranha, bugio... 
-Muitas espécies são venenosas, Sucuri a cobra mais pesada da terra, diversos sapos indígenas utilizam nos rituais de cura e nas pontas das flechas.
-Muito importante notar que devido a sua extensão (cerca de 7 mil quilômetros quadrados), esse bioma sofre com a falta de fiscalização.
1
FAUNA
Ariranha:
Boto cor de rosa:
Cachorro-vinagre:
Cobra-cigarra:
2
FAUNA
Garça Real:
Gavião real:
Irara:
Macaco-aranha-de-cara-branca:
-Gavião-real, é a maior ave de rapina do Brasil e a mais pesada e poderosa do mundo, que compõem a paisagem amazônica.
3
FAUNA
Mariposa-atlas:
Saí-andorinha:
Sucuri:
Peixe-boi-da-amazônia:
4
Surucucu:
Suçuarana (onça parda):
FAUNA
-diversas espécies de saguis, preguiças, cutias, morcegos, tucanos, enguias, piranhas, dentre outros.
5
FAUNA:
Animais em extinção
São cerca de 50 animais em extinção na floresta amazônica (desde mamíferos, peixes, aves e anfíbios)
-anta (maior mamífero da América do Sul); 
- ariranhas, (animal endêmico da região); 
-macaco-aranha; 
-onça-pintada 
- a maior víbora das Américas, a cobra surucucu.
6
FAUNA:
Animais em extinção (Causas)
Caça e a pesca predatória
Poluição do solo, do ar e da água
Alterações climáticas
Tráfico de animais
Perda ou fragmentação dos habitats
Constantemente atualizada, a lista de animais em extinção no Brasil é uma tarefa realizada pelo Ibama. 
Pesquisas apontam que a lista está aumentando a cada ano, o que reflete uma triste realidade, visto sua importância.
-muitas espécies que despertam o interesse do comércio mundial, 
7
FLORA
A vegetação da Amazônia é densa e formada por árvores de grande porte. Algumas das árvores nativas da Amazônia são: andiroba, pupunha, açaí, seringueira, mogno, cedro, sumaúma e castanheira.
Fonte: : Filipe Frazao 
8
FLORA
Na Amazônia existem, aproximadamente, 2.500 espécies de árvores e cerca de 30 mil espécies de plantas, tornando-se a maior floresta tropical do mundo. 
Fonte: Planeta biologia 
-Das 100 mil existentes em toda a América do Sul.
- sua conservação é tema de discussões e financiamentos internacionais, especialmente pela sua importância na regulação da climática global.
9
FLORA:
Extinção
Cerca de 80 espécies da flora na Amazônia estão ameaçadas de extinção 
Segundo a "Lista Oficial de Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção" do Ministério do Meio Ambiente, algumas plantas em extinção na Amazônia são:
Xaxim:
Andiroba:
LIvro
10
FLORA:
Extinção
Pau rosa: 
Mogno:
Castanheira:
Flor de carajás: 
11
FLORA:
Extinção (Causas)
Principal é o contrabando e extração inadequada.
12
FLORA
Existem 3 formações vegetais:
Mata de terra firme
Mata de várzea
Mata de igapó.
Mata de terra firme - áreas mais elevadas, não atingidas por inundações periódicas. As árvores são de grande porte. Existe também elevada quantidade de cipós, plantas herbáceas e epífitas, palmeiras, liquens e musgos.
Mata de várzea - terras mais baixas e está sujeita a inundações periódicas. Nas partes mais altas as árvores são capazes de suportar inundações. Elas brotam quando a água está baixando e florescem e dão frutos quando a água está subindo.
Mata de igapó –terrenos baixos próximos aos rios, quase sempre alagados. A vegetação é baixa com árvores afastadas e adaptadas ao ambiente alagado. A vitória-régia
13
AGRICULTURA:
A agropecuária na Amazônia tem, frequentemente, provocado controvérsia em função do imenso valor ecológico do meio ambiente da região. Isso ocorreu, primeiramente, com a pecuária e atualmente com o crescimento acelerado da soja, uso de tratores.
Essas atividades têm ocupado terras que, por milênios, sustentaram somente florestas úmidas fechadas, ecossistemas naturais e povos indígenas dispersos. 
- Agricultura = soja 
14
AGRICULTURA (Inicio):
-regime militar e com a Operação Amazônia (1966): Lei 5174, concedeu 100% de isenção de impostos às empresas que investissem na Amazônia, especialmente na agricultura e na criação de gado. Os investidores também receberam isenções de taxas de importação e exportação, crédito 
-responderam às preocupações, especificamente humanitárias com uma seca: Plano de Integração Nacional (PIN). Esse plano deu origem a um programa extensivo de colonização, envolvendo uma hierarquia urbana 
Este foi inicio após tevês diversos planos 
15
AGRICULTURA:
Soja
A expansão da área plantada tem se dado, sobretudo, no sentido norte a partir da região central brasileira, ou seja, atingindo diretamente o ecossistema frágil correspondente à Floresta Amazônica. 
- Essa expansão tem gerado impactos sócio-ambientais 
queimadas nas áreas da Floresta Amazônica para expansão da área plantada (de gases de efeito estufa emitidos na atmosfera), a 
concentração latifundiária
16
AGRICULTURA:
Soja (aspecto social)
Deslocamento de populações das áreas rurais das regiões de expansão da fronteira agrícola para as grandes cidades devido à introdução da monocultura da soja por meio da mecanização, uso de fertilizantes e sementes melhoradas geneticamente, além de expansão de grandes propriedades de terra. 
2016/17 atingindo 47,365 mil hectares
17
PECUÁRIA
A pecuária tem uma longa história no bioma Amazônia iniciada há centenas de anos, nos extensos pastos naturais do Rio Amazonas. Entretanto, quando a região foi aberta a investimentos significativos e à migração no começo da década de 1970, o setor amazônico de gado bovino representava pouco mais de 8% do rebanho nacional. 
-Várias décadas de expansão mudaram esse cenário, 
- Esse crescimento foi dispersado, embora muito esteja concentrado nos estados do Pará, Mato Grosso e Rondônia
18
PECUÁRIA
Boas condições de umidade, alta insolação e ausência de geadas compensam as limitações do solo e permitem boas condições para criação. 
Tais vantagens de produtividade se transformam em lucros maiores, considerando o baixo preço das terras. 
-
19
PECUÁRIA: 
Economia
Inicialmente, os pecuaristas amazônicos supriam a crescente população urbana na fronteira e algumas indústrias frigoríficas vendiam para o mercado nacional.
Quase 90% do produto regional destina-se às outras partes do Brasil.
- Sendo que os estados de Mato Grosso, Pará, Tocantins, Rondônia e Acre possuem matadouros licenciados para o comércio internacional 
20
PECUÁRIA: 
Economia
Os produtores amazônicos foram bem sucedidos fornecimento seu produto para consumo doméstico, o que propiciou aos produtores da Região Sul se engajarem nos negócios internacionais.
Domestico = brasileiro
21
PECUÁRIA: 
Economia
A FMD (febre aftosa) ainda limita o envolvimento de muitos estados amazônicos no comércio internacional. 
Essa circunstância está mudando, rapidamente, com as melhorias sanitárias contínuas nos rebanhos da Região Norte. 
Na verdade, a incidência natural de doenças e de ectoparasitas é menor na pecuária amazônica do que em partes centrais e sul do Brasil.
22
SOJA X PECUÁRIA 
Período em que tanto as taxas de desmatamento e o preço da soja estiveram relativamente altos, ocorre o avanço da soja para o interior das florestas primárias.
Em particular, as operações mecanizadas que envolvem soja produzem, tipicamente e de forma rápida, grandes clareiras para acelerar o início da produção, dado o grau de capitalização.
23
SOJA X PECUÁRIA 
A título de comparação, um componente relativamente maior da criação da pastagem está associado a pequenos e médios produtores com baixos níveis de tecnologia, que atuam de modo gradativo na formação de suas pastagens em períodos maiores de tempo.
 Em geral, a pesquisa sugere que a pastagem é a causa imediata da remoção da floresta na Bacia Amazônica e que grande parte da expansão das áreas de cultivo ocorre em terras anteriormente