Doenças malignas da mama - Questões resolvidas
3 pág.

Doenças malignas da mama - Questões resolvidas


DisciplinaGinecologia1.540 materiais12.567 seguidores
Pré-visualização3 páginas
QUESTÕES
2017 - SUS-SP
1. Segundo as Diretrizes para a Detecção Precoce do Câncer de Mama no Brasil, realizado pelo
INCA e pelo Ministério da Saúde, o programa de rastreamento de câncer de mama indicado é:
a) mamografia anual entre 50 e 69 anos e bienal a partir dos 70 anos e exame clínico das mamas
anual a partir dos 40 anos
b) mamografia bienal para mulheres entre 50 e 69 anos e sem recomendação específica para o
exame clínico das mamas
c) mamografia bienal dos 35 aos 40 anos, anual a partir dos 40 anos e autoexame das mamas a
partir dos 35 anos
d) mamografia anual a partir dos 40 anos e exame clínico das mamas a partir da menacma
e) mamografia bienal a partir dos 40 anos e ultrassonografia das mamas a partir dos 35 anos
2017 - UNESP
2. Uma mulher de 5 0 anos, c om nódulo de 2,5cm no quadrante superior esquerdo da mama,
foi submetida a uma quadrantectomia mamária. O diagnóstico do exame patológico foi de
carcinoma ductal invasivo, expressando receptores de estrogênio e progesterona. A avaliação
do linfonodo-sentinela no ato cirúrgico foi positiva para neoplasia. Quanto aos fatores
prognósticos para essa lesão, é correto afirmar que:
a) a expressão de receptores hormonais está relacionada a pior resposta à terapia hormonal
b) tumores com altas taxas de proliferação celular têm melhor prognóstico
c) quanto mais linfonodos são acometidos, piores são as taxas de sobrevida das pacientes
d) o tamanho do tumor não modifica o estadiamento da paciente
2017 - SMS-SP
3. Dentre os métodos disponíveis para rastreamento do câncer de mama, é correto afirmar
que:
a) em mulheres de risco com mais de 25 anos, a mamografia é o padrão-ouro
b) em pacientes com menos de 30 anos, a ultrassonografia mamária apresenta maior
sensibilidade do que a ressonância nuclear magnética
c) a ressonância magnética está indicada a mulheres de risco alto, pois apresenta grande
sensibilidade e baixa especificidade
d) em mulheres jovens, o rastreamento deve ser feito com ultrassonografia mamária
e) após o s 60 anos, a cintilografia passa a ter indicação importante no rastreio do câncer de
mama
2017 - HNMD
4. Com relação ao câncer de mama, é correto afirmar que:
a) as taxas de recorrência são maiores em pacientes idosas do que em jovens
b) a mastectomia está indicada a pacientes com esclerodermia ativa, independentemente do
tamanho do tumor
c) o estado patológico dos linfonodos axilares não influencia o prognóstico de tumores de mama
d) a pesquisa do linfonodo-sentinela apresenta altas taxas de falsos negativos, não devendo ser
utilizada em lugar da dissecção axilar
e) o tamoxifeno tem importante papel na quimioterapia preventiva para o câncer de mama, mas
não reduz o risco de recidiva
2017 - UFRN
5. Uma paciente de 60 anos, pós-menopausada, foi submetida a quadrantectomia direita com
pesquisa de linfonodo-sentinela, devido a diagnóstico de carcinoma de mama.
Anatomopatológico da c irurgia mostrou o seguinte resultado: carcinoma ductal invasivo de
mama, T = 2,6cm, grau histológico 3, presença de invasão angiolinfática, presença de i nvasão
perineural e ausência de linfonodo comprometido pela neoplasia. O estudo imuno-
histoquímico revelou negatividade para receptores hormonais e posi tividade (3+/3+) para
HER2 (receptor 2 do fator de crescimento epidérmico). Exames de estadiamento não
mostraram doença a distância. Diante das características da doença, o tratamento adjuvante
para essa paciente deve incluir, além de quimioterapia:
a) radioterapia, apenas
b) trastuzumabe e radioterapia
c) trastuzumabe e tamoxifeno
d) tamoxifeno, apenas
RESPOSTAS
Questão 1. O Ministério da Saúde não se posiciona quanto ao exame clínico das mamas (descrito
como ausência de recomendação por balanço incerto entre possíveis danos e benefícios) e
recomenda o rastreamento do câncer de mama com mamografia bienal entre 50 e 69 anos.
Gabarito = B
Questão 2. Analisando as alternativas:
a) Incorreta. A positividade para os receptores de estrógeno e progesterona é um fator
prognóstico favoráv el devido à possibilidade de hormonoterapia adjuv ante.
b) Incorreta. Altas taxas de proliferação celular estão associadas a pior prognóstico.
c) Correta. O acometimento linfonodal é um fator prognóstico independente e forte; o número
de linfonodos e cadeias linfáticas acometidas é inversamente proporcional à taxa de sobrevida.
d) Incorreta. O tamanho tumoral (definido como maior diâmetro da lesão primária) é um dado
significativo para estadiamento e prognóstico do câncer de mama.
Gabarito = C
Questão 3. Analisando as alternativas:
a) Incorreta. Para pacientes de risco, é recomendado rastreamento com mamografia associada
à ressonância nuclear magnética.
b) Incorreta. Em pacientes jovens, com mamas densas, a ressonância nuclear magnética
apresenta maior sensibilidade que a ultrasso nografia mamária.
c) Correta. Em pacientes de risco elevado, recomenda-se o rastreio com mamografia e
ressonância nuclear magnética, sendo que os achados da RNM devem ser interpretados com
cautela, devido à sua alta sensibilidade e baixa especificidade.
d) Incorreta. A ultrassonografia deve ser aliada à mamografia para avaliação das mamas densas
de pacientes jovens.
e) Incorreta. A cintilografia não é um exame para o rastreamento do câncer de mam a.
Gabarito = C
Questão 4. Analisando as alternativas:
a) Incorreta. Pacientes jovens apresentam taxas de recorrência superiores em relação a
pacientes idosas.
b) Correta. A esclerodermia é um a do ença do tecido conjuntivo que infiltra a pele e a circulação
linfática. Dessa forma, as cirurgias conservadoras estão contraindicadas, sendo a mastectomia
a melhor opção.
c) Incorreta. O grau de acometimento linfonodal é um fator pro gnóstico forte e independente.
d) Incorreta. A técnica de biópsia do linfonodo-sentinela é segura e apresenta índices elevados
de sensibilidade e especificidade. Recomenda-se a sua utilização para avaliar linfonodos axilares
em pacientes com câncer de m ama precoce (T1 ou T2) que não possuem linfonodos
clinicamente positivos, e em pacientes com carcinoma ductal in situ (DCIS) submetidas a
mastectomia.
e) Incorreta. O uso de hormonioterapia (como o tamoxifeno) em pacientes com tumores
receptores hormo nais positivos se associa a menor risco de recidiva.
Gabarito = B
Questão 5. Analisando as alternativas:
a) Incorreta. Devido à positividade para HER2 o trastuzumabe deve ser empregado.
b) Corret a. Trata-se de uma neoplasia mamária estadio T2N0M0; por se tratar de neoplasia com
alto risco de recidiva (invasão angiolinfática e perineural, grau histológico 3), a radioterapia
adjuvante deve ser empregada; por sua vez, devido à positividade para HER2, o trastuzumabe
deve ser empregado.
c) e d) Incorretas. Não benefício no uso do tamoxifeno devido à negatividade para receptores
hormonais.
Gabarito = B