APLICACAO_DA_LEI_PENAL_NO_ESPACO
9 pág.

APLICACAO_DA_LEI_PENAL_NO_ESPACO


DisciplinaDireito Penal I67.719 materiais1.095.690 seguidores
Pré-visualização3 páginas
em que uma 
pessoa é condenada pelo mesmo crime no Brasil e em algum país estrangeiro. A mesma 
situação pode acontecer nos casos de extraterritorialidade incondicionada, nos quais a 
pessoa que cometer um crime em país estrangeiro pode ser processada e julgada no 
Brasil mesmo que tenha sido condenado naquele país. 
 
7
 CONFLITO NEGATIVO DE COMPETÊNCIA. HOMICÍDIOS QUALIFICADOS. CRIMES 
PERPETRADOS POR BRASILEIRO, JUNTAMENTE COM ESTRANGEIROS, NA CIDADE DE 
RIVERA - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI. REGIÃO FRONTEIRIÇA. VÍTIMAS. 
POLICIAIS CIVIS BRASILEIROS. RESIDENTES EM SANTANA DO LIVRAMENTO/RS. 
EXTRATERRITORIALIDADE. AGENTE BRASILEIRO, QUE INGRESSOU NO PAÍS. ÚLTIMO 
DOMICÍLIO. CIDADE DE RIBEIRÃO PRETO/SP. O ITER CRIMINIS OCORREU NO 
ESTRANGEIRO. 
1. Os crimes em análise teriam sido cometidos por brasileiro, juntamente com uruguaios, na cidade de 
Rivera - República Oriental do Uruguai, que faz fronteira com o Brasil. 
2. Aplica-se a extraterritorialidade prevista no art. 7.º, inciso II, alínea b, e § 2.º, alínea a, do Código 
Penal, se o crime foi praticado por brasileiro no estrangeiro e, posteriormente, o agente ingressou em 
território nacional. 
(...) 
(STJ, CC 104342 / SP, julgado em 12/08/2009) 
8
 Os dois últimos requisitos previstos no parágrafo são consequência deste: \u201cnão ter sido o agente 
absolvido no estrangeiro ou não ter aí cumprido a pena\u201d (art. 7°, § 2°, d); e \u201cnão ter sido o agente 
perdoado no estrangeiro ou, por outro motivo, não estar extinta a punibilidade, segundo a lei mais 
favorável\u201d (art. 7°, § 2°, e). 
 
Por isso, o CP prevê que a pena cumprida em país estrangeiro sempre deve ser 
considerada no Brasil. Nesse sentido, existem duas situações: 
a) a pena cumprida no estrangeiro tem a mesma natureza da pena a ser 
cumprida no Brasil: na sentença, o juiz deve fazer a detração9, ou seja, subtrair 
a quantidade de uma pena pela de outra. Assim, se a pessoa já cumpriu quatro 
anos de reclusão na Argentina e aqui foi condenada pelo mesmo crime à pena de 
dez anos, deverá cumprir apenas seis anos. Porém, se a pena cumprida no 
estrangeiro for maior que a determinada no Brasil, não restará nada a cumprir, 
havendo extinção de punibilidade; 
b) a pena cumprida no estrangeiro tem a natureza diversa da pena a ser 
cumprida no Brasil: na sentença, o juiz deve atenuar a pena imposta, de acordo 
com um juízo de equidade. Assim, se a pessoa recebeu em Cingapura a pena de 
dez chibatadas e no Brasil a pena de cinco anos de reclusão, o juiz pode diminuir 
a pena para, por exemplo, quatro anos, considerando, de acordo com sua 
avaliação, que um ano de reclusão equivaleria a dez chibatadas. 
 
 
5. Eficácia de sentença estrangeira (art. 9°) 
 
A sentença estrangeira somente tem efeitos no Brasil depois de homologada pelo 
Superior Tribunal de Justiça (CF, art. 105, I, i), de acordo com o procedimento previsto 
no Código de Processo Penal, art. 787 a 790. Depois de homologada, a sentença 
estrangeira deve ser executada pela Justiça Federal (CF, art. 109, X). 
 
A sentença penal condenatória estrangeira tem efeitos limitados no Brasil. Não se pode, 
por exemplo, executar a pena nela prevista. Excetuam-se apenas os países que 
assinaram a Convenção Interamericana sobre o Cumprimento de Sentenças Penais no 
Exterior, concluída em Manágua, em 9 de junho de 1993 (aprovada pelo Decreto 5.919, 
de 3 de outubro de 2006). Nesses casos, \u201cas sentenças impostas em um dos Estados 
Partes a nacionais de outro Estado Parte poderão ser cumpridas pela pessoa sentenciada 
no Estado do qual seja nacional\u201d (art. II, a). Assim, um brasileiro condenado, por 
exemplo, na Venezuela, pode ter a pena aqui cumprida. Da mesma forma, um 
colombiano condenado no Brasil pode lá cumprir a pena. 
 
Levando em conta essa exceção, a lei (CP, art. 9°) determina que a sentença estrangeira, 
depois de homologada, pode ter os seguintes efeitos no Brasil: 
a) obrigar o condenado a reparar o dano causado pelo crime e submetê-lo a outros 
efeitos civis da condenação10. A prescrição da pretensão executória (ausência de 
 
9
 A detração é um simples procedimento aritmético, no qual se considera, na imposição da pena privativa 
de liberdade, o tempo já cumprido em prisão provisória pelo mesmo crime \u2013 art. 42 do CP. 
10
 A sentença condenatória transitada em julgado é título executivo judicial (CPC, art. 575, IV) que pode 
dar início a uma ação civil de reparação de danos (prevista nos art. 63 a 68 do CPP). Além da reparação 
de danos, ainda podem existir outros efeitos civis, como a inabilitação para dirigir veículo \u2013 esses efeitos 
estão previstos nos arts. 91 e 92 do CP. 
imposição da pena até determinado prazo) não impede que a condenação tenha 
efeitos civis11; 
b) sujeitá-lo a medida de segurança.12 
A lei prevê os seguintes requisitos para a homologação da sentença penal estrangeira: 
a) pedido da parte interessada \u2013 para obrigar o condenado a sofrer os efeitos civis 
da condenação; 
b) existência de tratado de extradição ou, na sua ausência, de requisição do 
Ministro da Justiça \u2013 para a execução da medida de segurança. 
Finalmente, é preciso ressaltar que a sentença penal estrangeira pode ter efeitos no 
Brasil sem necessidade de homologação nos seguintes casos: 
a) detração (CP, art. 42); 
b) reincidência (CP, art. 63)13; e 
c) cumprimento da pena no estrangeiro como causa impeditiva da prescrição antes 
de transitar em julgado a n condenatória (CP, art. 116, II). 
Aplicação da lei penal no espaço 
Definição Conjunto de normas que estipulam em que locais a lei 
penal brasileira deve ser aplicada e qual o juízo 
competente para sua aplicação. 
Crimes a 
distância 
Teoria da ubiquidade. Lugar do crime 
Crimes 
plurilocais 
Teoria do resultado. 
Princípio da territorialidade A lei brasileira aplica-se aos crimes cometidos em 
território nacional. 
Em sentido 
estrito 
Apenas solo, subsolo, mar territorial, 
águas interiores e espaço aéreo. 
Oficiais Em qualquer 
lugar. 
Componentes do território 
nacional 
Em sentido lato Navios e 
aeronaves 
Privados Em alto-mar ou 
no espaço aéreo 
correspondente. 
Definição Situações em que a lei brasileira aplica-se 
a crimes cometidos no exterior. 
Extraterritorialidade 
Espécies Incondicionada A lei brasileira aplica-
 
11
 HOMOLOGAÇÃO DE SENTENÇA PENAL ESTRANGEIRA. AGRAVO REGIMENTAL. 
PRESCRIÇÃO DA PENA. APLICAÇÃO AO CASO DO ART. 9º DO CÓDIGO PENAL 
BRASILEIRO. 
 \u2013 Nos termos do art. 9º do Código Penal Brasileiro, a sentença estrangeira, quando a aplicação da lei 
brasileira produz na espécie as mesmas consequências, pode ser homologada para obrigar o condenado à 
reparação do dano e a outros efeitos civis. 
\u2013 A prescrição da pena não é causa suficiente para fins de homologação de sentença penal estrangeira. 
Agravo regimental improvido. 
(STJ, AgRg na SE 3395 / ES, julgado em 03/12/2008) 
12
 Medida de segurança não é pena, mas tratamento psiquiátrico aplicado a inimputáveis. É regulada pelos 
arts. 96 a 99 do CP. 
13
 Reincidência é a principal circunstância agravante de um crime (CP, art. 61, I) e consiste no 
cometimento de um novo crime após o trânsito em julgado de condenação por crime anterior, no Brasil 
ou em país estrangeiro. 
se em quaisquer casos. 
Condicionada A aplicação da lei 
brasileira deve 
obedecer a certos 
requisitos. 
Pena cumprida no estrangeiro Para o mesmo crime, atenua ou diminui a quantidade 
de pena imposta no Brasil. 
Condição Homologação pelo STJ 
Cumprimento da pena, mas somente para 
os signatários da Convenção de Manágua. 
Submissão do criminoso aos efeitos civis 
da condenação. 
Eficácia de sentença 
estrangeira Situações 
Sujeição a medida de segurança.