A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
aula_tratamento_de_dados[1]

Pré-visualização | Página 1 de 3

*
*
QUÍMICA ANALÍTICA 
QUANTITATIVA
Profª Ayla
Pau dos Ferros - RN
2012
*
*
02
1. Introdução aos métodos de análise química quantitativa
2. Erros, operações e medidas em Química Analítica
3. Análise gravimétrica
3.1 Bases da análise gravimétrica. Formação de precipitados. Nucleação. Crescimento de partículas
3.2 Supersaturação e supersaturação relativa. Precipitação em meio homogêneo. Contaminação de precipitados. Lavagem de precipitados. Calcinação. Fator gravimétrico
4. Análise volumétrica – bases teóricas
5. Volumetria de neutralização 
5.1 Curvas de titulação ácido-base (ácidos monopróticos e polipróticos)
5.2 Indicadores, erros de titulação, cálculos
6. Volumetria de precipitação
6.1 Curvas de titulação de precipitação
6.2 Indicadores, erros de titulação, cálculos
7. Volumetria de complexação
7.1 Quelatos, constantes adicionais, mascaramentos
7.2 Curvas de titulação complexométricas, indicadores, erros de titulação, cálculos.
8. Fundamentos teóricos da volumetria de oxidação-redução
8.1 Curvas de titulação redox, indicadores redox, erros de titulação, cálculos
EMENTA DA DISCIPLINA
*
*
03
1. HARRIS, D.C., Análise Química Quantitativa. 6ª Ed., Livros Técnicos e Científicos Editora S. A., 2005.
2. SKOOG, A.D., WEST, D.M., HOLLER, F.J., CROUCH, R.S., Fundamentos de Química Analítica. Tradução da oitava edição norte americana Thonson Learning, 2006.
3. ANDRADE, J. C; BACCAN, N; BARONE, J. S; GODINHO, O.E.S; Química Analítica Quantitativa Elementar. 3ª Ed. São Paulo: Edgard Blucher, 2001.
4. VOGEL, T. Análise Química Quantitativa, 6ª Ed., Livros Técnicos e Científicos S. A., Rio de Janeiro, 2002.
BIBLIOGRAFIA
*
*
04
AVALIAÇÃO
 Avaliações escritas
 Relatórios das aulas práticas
 Trabalhos individuais e em grupo
 Apresentação de seminários
*
*
Análise Química
ou 
Química Analítica 
*
*
06
*
*
07
*
*
08
Introdução ao estudo da Química Analítica
*
*
09
A perspectiva analítica
4. Análise dos dados
Transformar ou reduzir os dados
Análise estatística
Verificar os resultados
Interpretar os resultados
*
*
10
A sequência analítica
Preparo da amostra
ANALITO
Sinal Analítico
Análise
qualitativa
Análise
quantitativa
O quê?
Quanto?
Aparecimento de um precipitado
Variação de massa
Evolução de gás
Variação de volume
Mudança de cor
Variação de temperatura
*
*
11
Alguns termos usados em Química Analítica
Análise: 
	Uma análise é um processo que fornece informações químicas ou físicas sobre os constituintes de uma amostra ou sobre a própria amostra.
Ex: Análise de glicose em uma amostra de sangue
Determinação:
	Análise de uma amostra com a finalidade de encontrar a identidade, concentração ou alguma propriedade do analito.
*
*
12
Amostragem:
	É o processo de obtenção de amostras.
Amostra: parte representativa de um todo (sistema).
Exatidão
	É a medida da concordância entre um resultado experimental e seu valor esperado. 
Precisão
	É uma indicação da reprodutibilidade de uma medida ou resultado. 
*
*
13
Analitos: 
 	São os constituintes de interesse na amostra.
 
Matriz: 
	Todos os constituintes da amostra com exceção dos analitos.
Método:
	É a aplicação de uma técnica para a determinação de um analito específico em uma matriz específica.
Ex.: Determinação do teor de vitamina C em suplementos vitamínicos por titulometria de oxi-redução.
 
*
*
14
Procedimento: 
	É um conjunto de diretivas escritas, que detalham como aplicar um método para uma amostra particular, incluindo informações sobre amostragem adequada, eliminação de interferências e validação de resultados.
Exemplo: determinação de vitamina C segundo procedimento do Instituto Adolfo Lutz
Protocolo: 
	É um conjunto escrito de orientações estritas, que detalham um procedimento que deve ser seguido para a aceitação da análise pelo organismo oficial que estabeleceu o protocolo.
Exemplo: Determinação de um medicamento segundo procedimento da farmacopéia brasileira. 
 
*
*
15
*
*
16
Métodos analíticos
“ Todo método analítico é baseado na medida de uma propriedade física “
“Os métodos analíticos são classificados de acordo com a propriedade física que o mesmo se baseia”
*
*
18
*
*
22
Principais etapas desenvolvidas durante uma análise química
AMOSTRAGEM
Sólidos
Líquidos
Gasosos
PREPARAÇÃO E CONSERVAÇÃO
Objetivo da análise
Natureza do analito
*
*
23
Principais etapas desenvolvidas durante uma análise química
ELIMINAÇÃO DE INTERFERENTES
MEDIDA DA PROPRIEDADE FÍSICA
CÁLCULO DO RESULTADO
INTERPRETAÇÃO DO RESULTADO ANALÍTICO
*
*
20
Estágios de uma análise quantitativa
Amostragem – obtenção da amostra
Método – metodologia para determinar seu analito de interesse
Exatidão – concordância entre uma medida e seu valor verdadeiro
Precisão – concordância entre uma série de medidas (reprodutibilidade)
Limite de detecção – quantidade mínima do analito que pode ser detectada
*
*
21
Estágios de uma análise quantitativa
Seletividade – leva em consideração as interferências de outras espécies
Remoção de interferentes 
Medidas na amostra e controle de fatores instrumentais – medida de uma quantidade ou sinal relacionado com o analito (padronização, calibração, otimização...)
Tratamento de dados – cálculo dos resultados analíticos e avaliação estatística destes
Apresentação dos resultados
*
*
22
Escolha do método analítico ideal
1- Objetivo da análise
2- Exatidão requerida
3- Teor do componente presente na amostra
Componente maior conc. > 1%
componente menor conc. 0,1 a 1 %
Micro ou traços conc. < 0,1%
Ultratraços conc. g L-1
*
*
23
Escolha do método analítico ideal
4- Recursos disponíveis
5- Número de amostras a analisar 
6- Composição química da amostra
7- Tamanho da amostra
*
*
24
Métodos analíticos e propriedades físicas
Método analítico
Propriedade física
Gravimétrico
Massa
Volumétrico
Volume
Potenciometria
Potencial elétrico
Coulometria
Corrente elétrica
Espectrofotometria de absorção molecular
Energia radiante
Espectrometria de absorção e emissão atômica
Energia radiante
*
*
25
Classificação dos métodos analíticos Tamanho da amostra
Método
Amostra sólida
Amostra líquida
Macro
> 100 mg
> 100 (l
Semi micro
10 a 100 mg
50 a 100 (l
Micro
1 a 10 mg
50 (l
Ultramicro
< 1 mg
---
*
*
26
Classificação dos métodos analíticos Medida Final
* Gravimétrico – determinação final pela medida exata do peso do analito
* Volumétrico – determina-se o volume da solução necessário para completar a reação
* Físico-químicos – baseados na medida de alguma propriedade física ou química. Necessitam instrumentos especiais.
*
*
27
Noções de Probabilidade
Experimentos que ao serem repetidos nas mesmas condições conduzem ao mesmo resultado são denominados determinísticos.
Experimentos que ao serem repetidos nas mesmas condições não produzem o mesmo resultado são denominados experimentos aleatórios.
*
*
28
Experimentos Determinísticos
Aquecer um frasco com água até 100 ºC, ao nível do mar, e observar seu aspecto.
Resultado: Ebulição da água.
Soltar um peso de 16 toneladas sobre a cabeça de uma pessoa.
Resultado: Morte.
Soltar uma bola de ferro de 100 g a uma altura de 2,4 m dentro da minha sala e cronometrar o tempo para impacto no chão.
Resultado: 0,7 s.
*
*
29
Experimentos Aleatórios
Lançar um dado “honesto” e verificar o número mostrado na face superior.
Pegar uma lâmpada nova, acendê-la e cronometrar o tempo até que se queime.
Contabilizar o número de pessoas no ponto de ônibus às 18:00 h.
Determinar agora o horário de início da novela das oito.
*
*
30
“Toda medida está sempre