av1 de farmacologia
3 pág.

av1 de farmacologia


DisciplinaFarmacologia I35.992 materiais657.395 seguidores
Pré-visualização1 página
Parte superior do formulário
		
		
	Avaliação: SDE0092_AV1_201201308186 » FARMACOLOGIA
	Tipo de Avaliação: AV1
	Aluno: 201201308186 - DAITANA AGUILAR CAMPELO RAMAO
	Professor:
	ANDREA GEREVINI DA FONSECA
	Turma: 9008/AH
	Nota da Prova: 8,0 de 8,0         Nota do Trab.: 0        Nota de Partic.: 2        Data: 09/10/2014 21:06:09
	
	 1a Questão (Ref.: 201201447024)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	As moléculas pequenas dos fármacos para serem absorvidas atravessam as membranas celulares que constituem barreiras a essas moléculas. Essa moléculas dos fármacos podem cruzar essas membranas através de mecanismos fisiológicos que são:
		
	 
	Difusão; através das proteínas transportadoras; e pinocitose ou transcitose.
	
	Junções comunicantes; difusão e proteínas canais.
	
	Somente através das aquaporinas e pela difusão.
	
	Receptores associados a proteína G; receptores ionotrópicos e fagocitose.
	
	Através da ligação às proteínas plasmáticas
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201201447037)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	As vias de administração são importantes para a maioria dos fármacos, pois irão definir como esse fármaco será absorvido do seu local de administração até o plasma sanguíneo. Além disso, determina se o fármaco será metabolizado pelo fígado antes ou depois de chegar ao se local de ação. Quando o fármaco sofre metabolismo antes de chegar ao plasma ou circulação é denominado:
		
	
	Ciclo monooxigenase P450.
	
	Reação de fase I e II.
	 
	Metabolismo de primeira passagem.
	
	Metabólitos farmacologicamente ativos.
	
	Indução das enzimas microssomais.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201201447054)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Assinale a alternativa correta: A ligação do fármaco a um receptor controla a abertura de um canal iônico permitindo o fluxo de ínos através da membrana, se refere ao receptor do tipo:
		
	
	Metabotrópico.
	 
	Ionotrópico.
	
	Moléculas transportadoras.
	
	Receptor da quinase
	
	Enzimático
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201201449599)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Um esportista faz uso de drogas depressoras do sistema nervoso central e ingere bebida alcoólica concomitantemente. A interação do álcool no mecanismo de ação do medicamento pode resultar no processo denominado:
		
	
	Sinergismo
	 
	Potencialização
	
	Neutralização
	
	Precipitação
	
	Antagonismo
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201201452270)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Em relação aos receptores muscarínicos ou receptores do parassimpático, qual éo receptor que está localizado no coração e é o responsável pela diminuição da frequência cardíaca?
		
	
	M4
	
	M3
	 
	M2
	
	Nicotínicos
	
	M1
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201201452269)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Quanto aos adrenorreeceptores ou receptores do simpático, qual dos receptores abaixo está localizado nos brônquios e é resposável pela broncodilatação?
		
	
	Alfa 2
	
	Alfa 1
	 
	Beta 2
	
	Beta 3
	
	Beta 1
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201201450046)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	As drogas anticolinesterásicas são também usadas para tratamento de:
		
	
	Hipertensão arterial
	
	Insuficiência cardíaca congestiva
	
	Asma brônquica
	 
	Miastenia gravis
	
	Insuficiência renal crônica
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201201448426)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	A pilocarpina é um agonista colinérgico muscarínico não seletivo. Assinale a alternativa verdadeira: É utilizada para o tratamento de:
		
	
	Retenção urinária
	 
	Glaucoma
	
	Constipação intestinal
	
	Dores abdominais
	
	Bronquite asmática
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201201448679)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	O paracetamol é considerado um AINE, contudo, sua atividade anti-inflamatória é muito baixa. Atualmente admite-se que a sua ação resida sobre uma su-família da COX localizada no SNC. Os efeitos tóxicos de sobre-dose do paracetamol ocorrem porquê:
		
	
	Impede totalmente a agregação plaquetária provocando hemorragias
	
	Depressão da medula óssea com parada total da produção de hemáceas.
	
	Forma ligações inespecíficas no rim produzindo vasoconstrição renal e por isso insuficiência renal aguda que evolui para crônica.
	 
	Forma metabólito tóxico ao passar pelo fígado, que seria neutralizado pela glutationa. Se não houver glutationa suficiente, o metabólito tóxico estará livre para causar necrose hepática.
	
	Impede a produção de prostaglandinas vasodilatadoras causando necrose isquêmica em tecidos periféricos.
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201201448446)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Quanto aos efeitos adversos comuns dos AINES podemos citar:
		
	
	Insuficiência hepática, insuficiência renal e insuficiência cardíaca
	
	Vômitos, diarréia e insuficiência respiratória
	
	Cefaléia, vômitos e sangramento gástrico
	
	Úlceras de córnea, vômitos e diarréia
	 
	Insuficiência renal, gastrite e diminuiçã na agregação plaquetária
	
	
	Período de não visualização da prova: desde 27/09/2014 até 16/10/2014.
Parte inferior do formulário