apostila CI555 (eletrônica industrial)
12 pág.

apostila CI555 (eletrônica industrial)


DisciplinaEletrônica Industrial388 materiais1.173 seguidores
Pré-visualização4 páginas
potencial do emissor em relação à massa, ou seja, a junção base-emissor do transistor 
estará polarizada inversamente e o transistor estará em corte, permitindo que o capacitor comece a se carregar, 
partindo de uma tensão próxima de zero volts. Porém, o tempo de carga do capacitor é o intervalo de tempo que 
temos a saída do 555 (pino 3 ) em nível lógico 1. Somente quando a tensão nos terminais do capacitor atingir 
2/3 da tensão da fonte (t = 1,1.R.C) é que o pino 3 do 555 voltará para nível lógico zero. 
 
EXERCÍCIOS 
 
1-) Na figura abaixo temos o desenho do circuito interno do 555 devidamente alimentado. Indique dentro dos 
retângulos o nível de tensão que teremos na saída do 1o e do 2o comparador, na saída Q do flip-flop e no pino 3 do 
circuito integrado supondo que no pino 2 do 555 temos uma tensão de 2,0 V e no pino 6 uma tensão de 5,0 V, ambas 
em relação à massa. Indique também o estado em que se encontra o transistor interno do CI (corte ou saturação). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
R 
3 
_ 
+ 
_ 
+ 
R 
S 
CLR 
 
Q
FLIP-
FLOP 
R 
1 
R 
2 
1o COMPARADOR 
2o COMPARADOR 
4 RECICLAGEM 
3 1 TERRA 
8 +12,0V 
5 
TENSÃO DE 
CONTROLE 
6 
SENSOR 
DE NÍVEL 
2 
DISPARO 
7 
DESCARGA 
?__ 
?__ 
?__ 
?__ 
?________ 
555 
 4 8 
1 
3 
 
 
 
5 
7 
6 
2 
+ 
VCC 
_ 
C C2 
R R1
 
SAÍDA 
S 
figura 7 
APOSTILA DE ELETRÔNICA INDUSTRIAL 2.8 
2-) Na questão anterior, se a tensão no pino 2 passar de 2,0 V para 5,0 V, qual será o nível de tensão do pino 3 e 
o estado do transistor interno do integrado 555? 
 
3-) Na figura abaixo temos o desenho do circuito interno do 555 devidamente alimentado. Indique dentro dos 
retângulos o nível de tensão que teremos na saída do 1o e do 2o comparador, na saída Q do flip-flop e no pino 3 
do circuito integrado supondo que no pino 2 do 555 temos uma tensão de 6,0 V e no pino 6 uma tensão de 10,0 
V, ambas em relação à massa. Indique também o estado em que se encontra o transistor interno do CI (corte ou 
saturação). 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4-) Na questão anterior, se a tensão no pino 6 passar de 10,0 V para 6,0 V, qual será o nível de tensão do pino 3 
e o estado do transistor interno do integrado 555? 
 
5-) Qual será o nível lógico que teremos na saída do integrado 555 (pino 3) e o estado do transistor se aplicarmos 
nível lógico 0 no pino 4 deste CI? 
 
6-) Faça o desenho de um circuito multivibrador astável construído com o CI 555 e represente no circuito, com 
canetas de cores diferentes, o trajeto e o sentido da corrente de carga e de descarga do capacitor. 
 
7-) Faça o gráfico mostrando a forma de onda da tensão que teremos no pino 3 (saída do 555) e no capacitor do 
circuito multivibrador astável do exercício anterior. 
 
8-) Explique o funcionamento do circuito do exercício 6 para um ciclo completo da tensão de saída. 
 
9-) Em relação ao circuito do exercício 6, o que acontecerá com os tempos de carga e de descarga do capacitor e 
com o período da forma de onda da tensão de saída (pino3) se aumentarmos: 
a-) R1? b-) R2? c-) C? 
 
10-) Faça o desenho de um circuito multivibrador astável, construído com o CI 555, que apresente marca e 
espaço individualmente ajustáveis e represente no circuito, com canetas de cores diferentes, o trajeto e o sentido 
da corrente de carga e de descarga do capacitor. 
 
11-) Em relação ao circuito do exercício 10, o que acontecerá com os tempos de carga e de descarga do 
capacitor e com o período da forma de onda da tensão de saída (pino3) se aumentarmos: 
a-) R1? b-) R2? c-) C? 
 
12-) Faça o desenho de um circuito multivibrador monoestável, construído com o CI 555 e represente no circuito, 
com canetas de cores diferentes, o trajeto e o sentido da corrente de carga e de descarga do capacitor. 
 
13-) Represente a forma de onda da tensão na chave, no capacitor e no pino de saída do multivibrador 
monoestável do exercício anterior supondo que a tensão de alimentação do CI é de 9,0 V. 
R 
3 
_ 
+ 
_ 
+ 
R 
S 
CLR 
 
Q
FLIP-
FLOP 
R 
1 
R 
2 
1o COMPARADOR 
2o COMPARADOR 
4 RECICLAGEM 
3 1 TERRA 
8 +12,0V 
5 
TENSÃO DE 
CONTROLE 
6 
SENSOR 
DE NÍVEL 
2 
DISPARO 
7 
DESCARGA 
?__ 
?__ 
?__ 
?__ 
?________ 
APOSTILA DE ELETRÔNICA INDUSTRIAL 2.9 
14-) Explique o funcionamento do multivibrador monoestável desenhado anteriormente desde o instante em que 
foi dado pulso zero no pino 2 do CI até o instante em que o circuito atingiu o estado estável. 
 
15-) Qual é o nível lógico que teremos na saída do 555, e o estado do transistor quando o multivibrador 
monoestável estiver: 
a-) No estado estável? 
b-) No estado instável? 
 
16-) Considere que o multivibrador monoestável do exercício 12 foi disparado através de um pulso 0 no pino 2. 
Que efeito terá a aplicação de um outro pulso 0 no pino 2 do CI considerando-se que sua saída ainda se encontra 
em nível lógico 1? 
 
17-) Faça o desenho de um circuito multivibrador monoestável redisparável construído com o CI 555. 
 
18-) Explique de que maneira o transistor colocado em paralelo com o capacitor no circuito do exercício anterior 
permitirá que este circuito seja redisparado com um novo pulso 0 no pino 2 do CI 555. 
 
19-) Em relação ao multivibrador astável mostrado na figura 2, sendo a frequência da tensão de saída igual à 10 
Hz e o tempo de carga igual à 3 vezes o tempo de descarga, calcule os valores dos resistores R1 e R2 e do 
capacitor C. 
 
20-) No multivibrador astável da figura 2 temos R1 = 3,3 K\uf057, R2 = 10,0 K\uf057, C = 22,0 \uf06dF e VCC = 9,0 V. Calcule: 
a-) O tempo de carga do capacitor. 
b-) O tempo de descarga do capacitor. 
c-) O período da tensão no pino de saída do integrado. 
d-) A frequência da tensão de saída. 
e-) O valor da tensão sobre o capacitor quando a saída do integrado comutar de nível 1 para nível 0. 
f-) O valor da tensão sobre o capacitor quando a saída do integrado comutar de nível 0 para nível 1. 
 
21-) Após montar o multivibrador astável mostrado na figura 4, obteve-se na saída deste uma tensão com 
frequência de 25 Hz. Sabendo-se que o capacitor utilizado é de 6,9 \uf06dF e que R1 = R2 , calcule: 
a-) O tempo que a tensão de saída fica em nível 1. 
b-) O tempo que a tensão de saída fica em nível 0. 
c-) O valor de R1. 
d-) O valor de R2. 
 
22-) Calcule os valores de R e C do multivibrador monoestável mostrado na figura 5 para que tenhamos uma 
duração do pulso de saída de 30 s. 
 
23-) Em relação ao multivibrador monoestável mostrado na figura 5, sendo R = 47,0K\uf057 e C = 33,0 \uf06dF, calcule: 
a-) O tempo que a tensão de saída ficará em nível 1. 
b-) O tempo máximo que a chave S poderá permanecer pressionada para que o circuito funcione corretamente. 
 
RESPOSTAS: 
 
 
20-) tC = 0,203s , tD = 0,152s, T = 0,355s, f = 2,817 Hz, VC1 = 6,0 V, VC1 = 3,0 V. 
21-) tC = tD = 20 ms, R1 = R2 = 4,18 K\uf057\uf020
23-) T = 1,71 s, t0 = 0,43s. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOSTILA DE ELETRÔNICA INDUSTRIAL 2.10 
AULA PRÁTICA 
 
1a TAREFA 
- MATERIAL NECESSÁRIO: 
 
 - 01 Placa protoboard ou kit de eletrônica digital, 
 - 01 circuito integrado 555, 
 - 01 resistor de carbono de 10 K\uf057 e 1/8 de W, 
 - 01 resistor de carbono