Exercicio de fixação - Aula 06
2 pág.

Exercicio de fixação - Aula 06


DisciplinaFundamentos das Ciências Sociais11.853 materiais137.429 seguidores
Pré-visualização1 página
CCJ0100_EX_A6_201408407281
	   » de 50 min.
	
 
Lupa
 
\ufffd
	Aluno: RENATO CESAR MARTINS
	Matrícula: 201408407281
	Disciplina: CCJ0100 - FUND. DAS CIENC. SOC 
	Período Acad.: 2014.3 - EAD (GT) / EX
\ufffd
	
Prezado (a) Aluno(a),
Você fará agora seu EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha (3).
Após a finalização do exercício, você terá acesso ao gabarito. Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS.
	
	1.
	Segundo Émile Durkheim, as sociedades modernas transformam-se mediante a evolução da técnica e das relações de produção por ela desenvolvida. Neste contexto, a solidariedade social também se altera, nas sociedades simples, organizadas em hordas e clãs, prevalece a solidariedade por semelhança, também chamada de solidariedade mecânica. Nas organizações sociais mais complexas, prevalece a solidariedade orgânica, que é aquela que resulta do aprofundamento da especialização profissional. Fonte: DURKHEIM, É. A Divisão Social do Trabalho, In Os Pensadores. Tradução de Carlos A. B. de Moura. São Paulo: Abril Cultural, 1977, p. 67. De acordo com a teoria de Durkheim, é correto afirmar que:
	Quest.: 1
	
	
	Onde prevalece a divisão social do trabalho, as sociedades não desenvolvem formas avançadas de solidariedade.
	
	
	No período de predomínio dos clãs e hordas, as sociedades não desenvolvem formas de solidariedade e, por isso, tendem a desaparecer progressivamente.
	
	
	Na situação em que prevalece a solidariedade orgânica, as sociedades não evoluem para a solidariedade mecânica.
	
	 
	As sociedades tendem a evoluir da solidariedade mecânica para a solidariedade orgânica, em função da intensificação da divisão do trabalho.
	
	
	As sociedades geralmente evoluem da solidariedade mecânica para a solidariedade orgânica, em função da evolução dos clãs para as hordas.
	
	2.
	Leia o fragmento abaixo e, em seguida, faça o que se pede: Ao final do século XIX, no período de formação da Sociologia enquanto ciência, Émile Durkheim preocupava-se em criar regras para o método sociológico, garantindo-lhe um status de saber científico, assim como as demais áreas do conhecimento, a exemplo da biologia, da química, entre outras. Contudo, tão importante quanto definir o método era definir o objeto de estudo. Assim, segundo Durkheim, à sociologia caberia estudar somente os "fatos sociais", e estes consistiriam em maneiras de agir, de pensar e de sentir exteriores ao indivíduo, dotadas de um poder de coerção sobre este mesmo indivíduo. (http://www.brasilescola.com/sociologia/durkheim-fato-social.htm) A partir dos estudos teóricos realizados sobre o conceito de Fato Social, marque a única opção correta:
	Quest.: 2
	
	
	além da coercitividade, o fato social se caracteriza por permitir uma grande margem de liberdade para as consciências individuais se manifestarem e o contradizerem, sem sofrerem sanções sociais
	
	
	o fato social possui como única característica a coercitividade social, que consiste em sua capacidade de se impor sobre as consciências individuais.
	
	
	diante da força coercitiva do fato social, não há possibilidade das consciências individuais se manifestarem. Portanto, o fato social é processo estático e a imobilidade social é inevitável.
	
	 
	apesar da coercitividade do fato social, permanece uma certa margem de liberdade para as consciências individuais se manifestarem e o contradizerem, sujeitando o desvio às sanções respectivas.
	
	
	a generalidade do fato social consiste em permitir uma grande margem de liberdade para as consciências individuais se manifestarem e o contradizerem, sem sofrerem sanções sociais
	
	3.
	De acordo com o que vimos na aula 6, como Durkheim define os fatos sociais?
	Quest.: 3
	
	
	Maneiras de agir, pensar e conceber fora da consciência coletiva.
	
	
	Maneiras de conceber, organizar e veicular o pensamento somente na consciência individual.
	
	
	Maneiras de agir, pensar e sentir fora das consciências coletivas.
	
	 
	Maneiras de agir, pensar e sentir fora da consciência individual.
	
	
	Maneiras de conceber, organizar e veicular o pensamento fora da consciência individual.
	
	4.
	O que Émile Durkheim propôs como método de investigação científica a ser utilizado na sociologia?
	Quest.: 4
	
	
	A descrição dos fatos sociais por meio de suas manifestações subjetivas.
	
	
	A descrição dos fatos sociais por meio de suas relações políticas.
	
	 
	A descrição dos fatos sociais por meio de suas propriedades exteriores.
	
	
	A descrição dos fatos sociais por meio de suas implicações ideológicas.
	
	 
	A descrição dos fatos sociais por meio de suas representações individuais.
	
	5.
	Embora todos tenham valores individuais, no interior de qualquer grupo ou sociedade existem formas padronizadas de conduta e pensamento. Esse conjunto de ações que definem a moral vigente é a chamada por Émile Durkheim de:
	Quest.: 5
	
	
	Imaginário social.
	
	
	Ideologia dominante.
	
	
	Determinismo social.
	
	 
	Consciência coletiva.
	
	
	Superestrutura ideológica
	
	6.
	Segundo Émile Durkheim ¿[...] constitui uma lei da história que a solidariedade mecânica, a qual a princípio é quase única, perca terreno progressivamente e que a solidariedade orgânica, pouco a pouco, se torne preponderante¿. Fonte: DURKHEIM, É. A Divisão Social do Trabalho, In Os Pensadores. Tradução de Carlos A. B. de Moura. São Paulo: Abril Cultural, 1977, p. 67. A partir desse conceito, nas sociedades simples, organizadas em hordas e clãs, prevalece a solidariedade chamada de solidariedade mecânica. Nas organizações sociais mais complexas, prevalece a solidariedade orgânica, que é aquela que resulta do aprofundamento da especialização profissional. De acordo com a teoria de Durkheim, é correto afirmar que:
	Quest.: 6
	
	 
	As sociedades tendem a evoluir da solidariedade mecânica para a solidariedade orgânica, em função da intensificação da divisão do trabalho
	
	
	Na situação em que prevalece a divisão social do trabalho, as sociedades não evoluem para as formas de solidariedade.
	
	
	Na situação em que a solidariedade mecânica prevalece, as sociedades não evoluem para a solidariedade orgânica.
	
	
	As sociedades onde prevalecem clãs e hordas, elas não desenvolvem formas de solidariedade e, por isso, tendem a desaparecer progressivamente.
	
	
	As sociedades tendem a evoluir da solidariedade orgânica para a solidariedade mecânica, devido ao aumento das hordas.
_1473833201.unknown
_1473833205.unknown
_1473833207.unknown
_1473833208.unknown
_1473833206.unknown
_1473833203.unknown
_1473833204.unknown
_1473833202.unknown
_1473833193.unknown
_1473833197.unknown
_1473833199.unknown
_1473833200.unknown
_1473833198.unknown
_1473833195.unknown
_1473833196.unknown
_1473833194.unknown
_1473833189.unknown
_1473833191.unknown
_1473833192.unknown
_1473833190.unknown
_1473833185.unknown
_1473833187.unknown
_1473833188.unknown
_1473833186.unknown
_1473833183.unknown
_1473833184.unknown
_1473833181.unknown
_1473833182.unknown
_1473833179.unknown
_1473833180.unknown
_1473833178.unknown