av oficina literaria
3 pág.

av oficina literaria


DisciplinaOficina Literária569 materiais10.933 seguidores
Pré-visualização1 página
Avaliação: CEL0239_AV_201408403056 » OFICINA LITERÁRIA
Tipo de Avaliação: AV
Aluno: 201408403056 - FERNANDA CARVALHO OSORIO CEZIMBRA 
Professor: NADIA REGINA BARBOSA DA SILVA Turma: 9001/AA
Nota da Prova: 6,5 Nota de Partic.: 2 Data: 10/11/2014 18:30:31
1a Questão (Ref.: 201408648077) Pontos: 1,5 / 1,5
Indique as principais diferenças entre a epopeia e o romance.
Resposta: A principal diferença entre epopeia e romance é o tempo. Enquanto o romance lida com fatos atuais, seu 
objeto é o presente, a epopeia está presa ao passado. Há uma atmosfera maravilhosa, interesse pelo nacional e 
social, é uma narrativa de caráter heróico e grandioso.
Gabarito: A principal diferença entre a epopeia e o romance é a questão do tempo, pois a epopeia está presa ao 
passado. Ela vive da memória. O seu objeto de representação é o passado e a sua fonte está nos mitos e lendas. O 
objeto do romance é o tempo presente, suas fontes são os acontecimentos atuais. 
2a Questão (Ref.: 201408647389) Pontos: 0,0 / 1,5
No final da tragédia Édipo Rei, de Sófocles, após a revelação de que o destino se cumprira, o Corifeu , principal figura do coro, assim se dirige a 
Édipo:
CORIFEU
Ó sofrimento horrível de ver­se! Eis o quadro mais horripilante que jamais tenho presenciado em minha vida! Que loucura, ­ ó infeliz! ­caiu sobre 
ti? Que divindade levou ao cúmulo o teu
destino sinistro, esmagando­te ao peso de males que ultrapassam a dor humana?
Oh! Como és infeliz! Não tenho coragem, sequer, para volver meus olhos e contemplar­te assim; no entanto, eu quereria ouvir­te, interrogar­te, e 
ver­te! Tal é o arrepio de horror que tu me causas!
SÒFOCLES. Édipo Rei. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cv000024.pdf
Explique o significado dessa fala, considerando que o coro representa o expectador ideal da tragédia.
Resposta: O herói da tragédia, já tem seu destino traçado, ele não pode escapar. Ele se vê perdido por como o 
destino se virou contra ele. Não há nada que ele possa fazer.
Gabarito: Resposta conforme o que foi solicitado.
Fundamentação do(a) Professor(a): O coro é a voz do povo, na tragédia. Corifeu perplexo com a infelicidade de 
Édipo se diz não ter coragem de olhá-lo, mas gostaria de ouvi-lo, interrogá-lo, em função de seu horror mediante a 
situação, para que sirva de exemplo.
3a Questão (Ref.: 201408478256) Pontos: 0,5 / 0,5
Qual das alternativas é a definição efetiva de DENOTAÇÃO?
É a omissão das palavras para que o interlocutor invente a sua ocorrência 
Uso da palavra para decorar textos, sem quakquer compromisso com o sentido 
Uso subjetivo de palavras que ajustam o seu significado ao contexto onde estão empregadas 
Página 1 de 3BDQ Prova
25/11/2014file:///C:/Users/Helena/Desktop/oficina_files/bdq_prova_resultado_preview_aluno.html
É utilização da palavra em ambientes de escrita técnica e regional.
Uso da palavra em seu sentido literal, real. Tal como se apresenta no dicionário. 
4a Questão (Ref.: 201408476821) Pontos: 0,5 / 0,5
É possível dizer que existe uma relação viável entre literatura e cultura?
Não, pois não podemos avaliar essa questão tendo a literatura como parte do problema
Sim, pois a matéria literária é a cultura, sendo essa o fator determinante para a existência daquela
Não, pois a literatura afasta-se da noção de cultura, pois a visão do autor é particular
Não, pois a literatura não tem nenhuma relação com a perspectiva cultural
Sim, apesar do conceito de literatura anular o conceito de cultura
5a Questão (Ref.: 201408476628) Pontos: 0,5 / 0,5
Qual das características abaixo NÃO se relaciona ao texto épico? 
Estrutura narrativa
Objetividade
Existência de personagens
Registro dos feitos heróicos de um povo
Função poética
6a Questão (Ref.: 201408476658) Pontos: 0,5 / 0,5
"Deve-se escolher traços fora do comum com originalidade. É preciso desenvolver a personalidade do personagem 
ao máximo. Preocupar-se com realismo, para o qual se devem pesquisar detalhes e fatos de acordo com a época e 
o lugar escolhido." O parágrafo acima trata 
do processo criativo relativo à construção do cenário onde se desenrola a ação do romance. 
processo da organização cronológica interna ao romance.
do processo de composição do personagem que integra o romance. 
do processo criativo que rege a composição da Epopéia. 
do processo criativo relativo à construção poética. 
7a Questão (Ref.: 201408478209) Pontos: 0,5 / 0,5
Pensando no conto em comparação com a crônica, podemos dizer que:
só a crônica tem uma estrutura narrativa
são tipos de textos extremamente semelhantes, ficando difícil estabelecer os limites entre eles
esses dois tipos de textos são completamente destinados à informação
só o conto tem uma estrutura narrativa
não há sequer um elemento que aproxime esses dois tipos de textos
8a Questão (Ref.: 201408478187) Pontos: 0,5 / 0,5
A redação da crônica prioriza o texto simples e leve. Nela percebe-se a comicidade e a fantasia transformando o 
fato retirado, pelo autor, do vai e vem do cotidiano. Pensando no que foi dito, podemos dizer que a crônica é 
dirigida a 
qualquer tipo de leitores, já que o estilo da crônica não cria barreiras à leitura. 
Página 2 de 3BDQ Prova
25/11/2014file:///C:/Users/Helena/Desktop/oficina_files/bdq_prova_resultado_preview_aluno.html
um público jovem, pois tem a ver com essa faixa etária. 
grupos profissionais específicos, já que o seu vocabulário é muito específico . 
um público que tem como objetivo a obtenção de informações precisas sobre a realidade.
leitores eruditos, pois é preciso ter muita cultura para entender uma crônica. 
9a Questão (Ref.: 201408478202) Pontos: 1,0 / 1,0
Opinião
Podem me prender Podem me bater Podem até deixar-me sem comer Que eu não mudo de opinião. Aqui do morro 
eu não saio não Aqui do morro eu não saio não. Se não tem água Eu furo um poço Se não tem carne Eu compro um 
osso e ponho na sopa E deixa andar, deixa andar... Falem de mim Quem quiser falar Aqui eu não pago aluguel Se 
eu morrer amanhã seu doutor, Estou pertinho do céu. (Zé Ketti.Opinião)
 Essa música fez parte de um importante espetáculo teatral que estreou no ano de 1964, no Rio de Janeiro. O papel 
exercido pela Música Popular Brasileira (MPB) nesse contexto, evidenciado pela poesia na forma de letra de música 
citada, foi o de: 
entretenimento para os grupos intelectuais
denúncia da situação social e política do país
crítica à passividade dos setores populares
valorização do progresso econômico do país
mobilização dos setores que apoiavam a Ditadura Militar
10a Questão (Ref.: 201408702568) Pontos: 1,0 / 1,0
No romance Memórias Póstumas de Brás Cubas, o narrador traça o perfil das 
personagens com matéria de memória, conforme sinaliza o título da obra. Diante deste 
fato, como podemos nos posicionar enquanto leitores?
Devemos observar que as personagens são, totalmente, diferentes do narrador-
personagem
Devemos colocar como suspeita a veracidade dos fatos, pois a memória não 
registra, integralmente, os acontecimentos.
Devemos observar que as personagens são definidas com simplicidade.
Podemos acreditar em tudo que está sendo narrado, pois o narrador personagem 
participou dos acontecimentos.
Devemos aceitar os fatos, pois, ao narrar do além-túmulo, o narrador tem uma visão 
mais ampla dos acontecimentos.
Período de não visualização da prova: desde 06/11/2014 até 21/11/2014.
Página 3 de 3BDQ Prova
25/11/2014file:///C:/Users/Helena/Desktop/oficina_files/bdq_prova_resultado_preview_aluno.html
Vitor
Vitor fez um comentário
Valeu Fernanda!
4 aprovações
Carregar mais