deficienciafisica
102 pág.

deficienciafisica


DisciplinaEducação Especial12.903 materiais328.224 seguidores
Pré-visualização27 páginas
Presidente da República
Luiz Inácio Lula da Silva
Ministro da Educação
Fernando Haddad
Secretário Executivo
José Henrique Paim Fernandes
Secretária de Educação Especial
Claudia Pereira Dutra
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL
Brasília
2006
Educação Infantil
Dificuldades de comunicação e sinalização
Deficiência física
Saberes e práticas da inclusão
FICHA TÉCNICA
Coordenação Geral
\u2022 Profª Francisca Roseneide Furtado do Monte \u2013 MEC/SEESP
\u2022 Profª Idê Borges dos Santos \u2013 MEC/SEESP
Elaboração
\u2022 Profª Ana Maria de Godói \u2013 Associação de Assistência à Criança Deficiente - AACD
\u2022 Profª Roberta Galasso \u2013 Associação de Assistência à Criança Deficiente - AACD
\u2022 Profª Sônia Maria Pinc Miosso \u2013 Associação de Assistência à Criança Deficiente - AACD
Revisão Técnica
\u2022 Profª Francisca Roseneide Furtado do Monte \u2013 MEC/SEESP
\u2022 Profº José Rafael Miranda \u2013 MEC/SEESP
Revisão de Texto
\u2022 Profª Ms. Aura Cid Lopes Flórido Ferreira de Britto \u2013 MEC/SEESP
Consultores e Instituições que emitiram parecer
\u2022 Débora Deliberato \u2013 Docente do Departamento de Educação Especial \u2013 Universidade
Estadual de São Paulo \u2013 UNESP/SP
\u2022 Centro de Apoio Pedagógico Especializado da Secretaria de Educação do Estado de São
Paulo \u2013 Fundação Catarinense de Educação Especial do Estado de Santa Catarina-CAPE
\u2022 Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino \u2013 Centro de Triagem e Diagnóstico
da Educação Especial do Estado do Amazonas \u2013 SEDUC
\u2022 Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais \u2013 Diretoria de Educação Especial
\u2022 Secretaria Executiva de Educação do Pará \u2013 Departamento de Educação Especial
\u2022 Secretaria Catarinense de Educação Especial \u2013 FCEE \u2013 Diretoria de Assistência ao
Educando
\u2022 Equipe de profissionais da AACD: Aparecida de Lourdes Benatti, Cynthia de Queiroz Pinto
Rojas, Eliane de Oliveira Matrini Silva, Ivani Correa Heler, Josyvanda Basílio Russo, Leila
Buzzi Magalhães, Lucimara Aparecida da Silva, Magali Ariga, Maria Fernanda Pereira de
Souza, Maria Lodovina Gonzales Frosch, Maria Tereza Alvarenga da Cunha, Marília Peixoto
D\u2019Oliveira, Marli Rosário do Espírito Santo Pereira, Patrícia Gustchov Campos, Renata
Cristina Bertolozzi Valera e Roseli Duarte de Olivera
Colaboração Institucional / Agradecimentos
\u2022 Escola JATY \u2013 Mileni Albeny Vasconcelos
\u2022 Lar Escola São Francisco \u2013 Centro de Reabilitação - Roberta Galasso e Stella Maris Mollinari
4ª edição / 2006
Tiragem: 10.000 exemplares (08 volumes)
Educação infantil : saberes e práticas da inclusão : dificuldades de comunicação e sinalização :
 deficiência física. [4. ed.] / elaboração profª Ana Maria de Godói \u2013 Associação de Assistência
 à Criança Deficiente \u2013 AACD... [et al.]. \u2013 Brasília : MEC, Secretaria de Educação Especial,
 2006.
 98 p. : il.
 1. Educação infantil. 2. Educação dos deficientes físicos. 3. Atendimento especializado. 4.
Educação inclusiva. I. Godói, Ana Maria de. II. Brasil. Secretaria de Educação Especial.
 CDU 376.014.53
 CDU 376.2
Carta de Apresentação
A educação e os cuidados na infância são amplamente reconhecidos como fatores
fundamentais do desenvolvimento global da criança, o que coloca para os sistemas de ensino
o desafio de organizar projetos pedagógicos que promovam a inclusão de todas as crianças.
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional impulsionou o desenvolvimento da educação
e o compromisso com uma educação de qualidade, introduzindo um capítulo específico que
orienta para o atendimento às necessidades educacionais especiais dos alunos, que deve
ter início na educação infantil.
O Ministério da Educação, dissemina nacionalmente a política de educação inclusiva
e tem implementado ações que colocam como prioridade a ampliação do acesso e do
atendimento educacional especializado, criando as condições necessárias para a inclusão
nas escolas de ensino regular, propiciando participação e aprendizagem de todos os alunos
e possibilitando avanço as demais etapas e níveis de ensino.
Nesse contexto, o MEC apóia a realização de programas de formação continuada de
professores e disponibiliza aos sistemas de ensino a Coleção Saberes e Práticas da Inclusão \u2013
Educação Infantil que traz temas específicos sobre o atendimento educacional de crianças
com necessidades educacionais especiais, do nascimento aos seis anos de idade. São oito
volumes organizados para o desenvolvimento da prática pedagógica com enfoque nas
Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem ou Limitações no Processo de Desenvolvimento;
Dificuldades Acentuadas de Aprendizagem \u2013 Deficiência Múltipla; Dificuldades de
Comunicação e Sinalização \u2013 Deficiência Física; Dificuldades de Comunicação e Sinalização
\u2013 Surdocegueira/ Múltipla Deficiência Sensorial; Dificuldades de Comunicação e Sinalização
\u2013 Surdez; Dificuldades de Comunicação e Sinalização - Deficiência Visual e Altas Habilidades/
Superdotação.
Esperamos que este material contribua no desenvolvimento da formação docente a
partir dos conhecimentos e temas abordados e desta forma, sejam elaborados projetos
pedagógicos que contemplem conceitos, princípios e estratégias educacionais inclusivas
que respondam às necessidades educacionais especiais dos alunos e propiciem seu
desenvolvimento social, afetivo e cognitivo.
Claudia Pereira Dutra
Secretária de Educação Especial - MEC
Sumário
INTRODUÇÃO .................................................................................................................................. 07
PARTE I
DEFICIÊNCIA FÍSICA
1.1 O que é deficiência física? ............................................................................................... 11
1.2 Quem é o deficiente físico? ............................................................................................. 13
1.3 Abordagens teóricas para crianças com deficiência física em
decorrência da paralisia cerebral .................................................................................. 14
PARTE II
PARALISIA CEREBRAL
2.1 O que é paralisia cerebral? ............................................................................................. 17
2.2 Perfil da criança paralisada cerebral em relação ao processo de desenvolvimento .20
PARTE III
IGUALDADE DE OPORTUNIDADES
3.1 Currículo ............................................................................................................................ 23
3.2 Perspectivas de formação de professores ..................................................................... 25
3.3 Formação continuada ...................................................................................................... 25
3.4 Informática na educação: perspectivas de inclusão ................................................... 26
PARTE IV
ASPECTOS EDUCACIONAIS IMPORTANTES PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA
4.1 Desenvolvimento e aprendizagem da criança com necessidades
especiais em decorrência da deficiência física ............................................................ 29
4.2 Desenvolvimento neuropsicomotor ............................................................................... 29
4.3 Importância do ambiente no desenvolvimento da criança com
deficiência física ............................................................................................................... 32
4.4 De professor para professor ............................................................................................ 32
4.4.1 O educador e o diagnóstico - detectando dificuldades .................................... 33
4.4.2 Um ganho qualitativo para todos ........................................................................ 34
4.5 Comprometimentos prejudiciais ao desenvolvimento da criança com
necessidades especiais em decorrência da deficiência física ................................... 34
4.6 Problemas de linguagem e comunicação .....................................................................