A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
AARÃO REIS, Daniel   Ditadura e Sociedade, as reconstruções da memória

Pré-visualização | Página 8 de 8

2004. 
,r 
Capitulo 2 
Ditadura e sociedtuie: a, reconstrufÕes da memória 
sim, o progresso dos estudos históricos é freqüentemente um perigo para a 
nacio~alidade."29 · 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
ASSIS, Denise. Propaganda e cinema a serviço do golpe: 1962-1964. Rio de Ja-
neiro: Mauad: Ed. da FAPERF, 2001. 
CAPITANI, Avelino· Bioen. A rebelião dos márinheiros. Porto Alegre: Artes e 
Ofícios, 1997. · 
CASTELO BRANCO, Carlos. A renúncia de Jânio, um depoimento. Rio de Ja-
neiro: Revan, 1996. 
___ . Introdução à revolução de 1964. Rio de Janeiro: Artenova, 1975 .. 
D'ARAÚJO, Maria Celina; SOARES, G. A. Dillon; CASTRO, Celso (Org.). Vi-
sões do golpe. A memória militar sobre 1964. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 
1994/1. 
D'ARAÚJO, Maria Celina; SOARES, G. A. Dillon; CASTRO, Celso (Org.). Os 
anos de chumbo: a memória militar sobre a repressão. Rio de Janeiro: Relume-
Dumará, 1994/2. 
D'ARAÚJO, Maria Celina; SOARES, G. A. Dillon; CASTRO, Celso (Org.). A 
volta aos quartéis: a memória militar sobre a abertura. Rio de Janeiro: Relume-
Dumará, 1995. 
DEBRAY, Régis. La critique desarmes. Paris: Seuil, 1974/1. 
___ . Les épreuves du feu. Paris: Seuil, 197 4/2. 
DINES, Alberto et ai. Os idos de março e a queda de abril. Rio de Janeiro: José 
Alvaro, 1964. 
DREIFUSS, René.1964: a conquista do Estado. Petrópolis: Vozes, 1981. 
FERREIRA, Jorge. A estratégia do confronto: a frente de mobilização popular. 
Revista Brasileira de História, Dossier: Brasil, do ensaio ao golpe, 1954-1964, 
São Paulo: Associação Nacional de História, ANPUH, n. 47, 2004. 
29 Cf. RENAN, 1992, p. 41. 
51

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.