aula_3_meios_de_armazenamento

aula_3_meios_de_armazenamento


DisciplinaArquitetura e Organização de Computadores1.260 materiais7.481 seguidores
Pré-visualização4 páginas
inglês é floppy-disk, significando disco flexível.
Pode ter o tamanho de 3,5 polegadas com capacidade de armaze-namento de 720 KB (DD=Double Density) até 2,88 MB (ED=Extra Density), embora o mais comum atualmente seja 1,44 MB (HD=High Density), ou 5,25 polegadas com armazenamento de 160 KB (Single Side = Face Simples) até 1,2 MB (HD).
*
Histórico dos formatos de disquete
Os (as) tiveram diferentes tamanhos e formatos desde que foram inventados, em 1971, com o último formato (3½-polegadas (inch) HD) a ser definitivamente adotado.
*
Disquete de 5"1/4 
 A capacidade dos disquetes 5"1/4, nos modelos mais antigos de leitora, é limitado a uma face. Neste caso, embora a mídia permita, apenas uma das faces é acessada de cada vez. Nos modelos mais novos, com duas cabeças de leitura/escrita, ambas as faces são acessadas.
*
Disquete de 3"1/2 
Disco magnético interno do disquete removido.
*
Legenda: 1 - Trava de proteção contra escrita.
2 - Base central.
3 - Cobertura móvel.
4 - Chassi (corpo) plástico.
5 - Disco de papel.
6 - Disco magnético.
7 - Setor do disco.
*
Disco óptico
*
Disco óptico
O disco óptico é chato, circular, usualmente feito de camadas de policarbonato, acrílico e alumínio. Em termos de funcionamento os discos ópticos são muito parecidos com os discos flexíveis (disquetes) e com os discos rígidos. A informação inserida nestes equipamentos, é gravada com tecnologia óptica e estes discos servem tanto para escrita e leitura da informação guardada. Os discos ópticos tem como principal vantagem o armazenamento de grandes quantidades de informação, a facilidade de manuseamento e transporte e a durabilidade e fidelidade dos mesmos.
*
CD (CD-Áudio ou CD-Digital Audio) 
CD-Text 
SACD (Super Áudio CD) 
HDCD (High Definition Compatible Digital) 
XRCD (eXtended Resolution CD) 
XRCD2 (eXtended Resolution CD versão 2) 
CD-R (CD Recordable) 
Business card CD (PCD - Personal Compact Disk) 
CD-RW (CD Rewritable) 
DD-R (Double-Density Recordable) 
DD-RW (Double-Density ReWritable) 
CD-ROM (CD Read Only Memory) 
CD-Vídeo 1.1 (VCD 1.1 - VideoCD 1.1 ou Compact Disc Vídeo 1.1) 
CD-Vídeo 2.0 (VCD 2.0 - VideoCD 2.0 ou Compact Disc Vídeo 2.0) 
CVD (China Video Disc) 
SVCD (Super Vídeo CD, Super VCD, S-VCD) 
LD (LaserDisc) 
Discos ópticos existentes
*
DVD (DVD-Vídeo) 
DVD-A (DVD-Áudio) 
DVD-R (DVD Recordable) 
DVD+R (DVD Recordable) 
DVD+R DL (DVD Recordable Dual Layer) 
DVD-RW (DVD ReWritable) 
DVD+RW (DVD ReWritable) 
DVD-RAM (DVD Random Access Memory) 
DVD-ROM (DVD Read Only Memory) 
MD (MiniDisc) 
HD-DVD (High Density DVD) 
AOD (Advanced Optical Disk) 
Blu-ray (Blu-ray Disc, BD) 
*
Os discos ópticos para somente leitura são compostos de quatro camadas: A primeira camada que contém o rótulo, podendo ser de papel ou impresso; A segunda camada é feita de plástico e tem função protetora; A terceira é uma camada refletiva com superfície contendo a irformação em altos e baixos relevos; A quarta camada é de policarbonato.
Nos discos gravaveis ou regravaveis são seis camada; O rótulo; Camada plástica protetora; Uma camada refletiva com relevo plano; Uma camada dielétrica para dissipar o calor do laser durante a gravação; A camada gravável-regravável, transparente contém pontos que ficam opacos com o laser, e/ou tornam a serem trasparentes (discos regraváveis); A camada final de policarbonato.
Na leitura um raio é disparado perpendicularmente ao disco, é refletido de volta para o leitor e as variação em alto e baixo relevo OU pontos transparentes ou opacos provocam variações na leitura, criando uma sequência de 0 e 1 criando o sinal digital.
O tamanho padrão dos discos é de 12cm de diâmetro, 1,2 mm de espessura e um orifício central de 15mm de diâmetro.
Funcionamento
*
O cliente manda para fabrica o material da gravação de áudio ou dados em um CD-R, e envia mais um outro CD onde tem os arquivos das artes do Material Gráfico e do Rótulo do CD.
O CD-R que será copiado e enviado ao setor de Pré-Masterização e o outro será encaminhado para o setor de Pré-Impressão, onde eles serão analisados.
No setor de Pré-Masterização são verificadas fisicamente as condições do material enviado pelo cliente. Quando constatado que a informação pode ser "lida", o CD é enviado para a masterização.
No setor de Pré-Impressão, os critérios das artes de Material Gráfico e Rótulo são analisados. São verificados os dados como dimensões, localização das dobras, dados obrigatórios do solicitante e fabricante, etc. Quando aprovadas, as artes seguem para a produção.
CD 
*
Um CD-R (do inglês Compact Disc - Recordable) é um disco fino (1,2mm) de policarbonato usado principalmente para gravar músicas ou dados. Mas em vez do alumínio usado nos CDs comuns (chamados de \u201cprensados\u201d) para guardar os dados, o CD-Rs usam uma cera especial para isso.
Uma categoria especial de leitores de CD-ROM pode gravar dados em CD-Rs; eles geralmente são chamados de CD-R drives, ou simplesmente gravadores de CD. Durante o processo de gravação, o laser do gravador de CD cria na superfície lisa de cera do CD-R micro-depressões análogas às dos CDs prensados, que serão lidas como bits de informação pelos aparelhos leitores de CD. Ao contrário dos CDs regraváveis (CD-RW), os CD-Rs podem ser gravados apenas uma única vez.
Na grande maioria das vezes, todas as formas de dados digitais que podem ser gravados num CD prensado e a grande maioria os aparelhos leitores de CD feitos durante os anos 90 suportam os CD-Rs sem maiores problemas.
Em países como o Brasil, o CD-R é, nas metrópoles, a mídia de gravação mais comum de ser encontrada, substituindo o espaço que já foi um dia das fitas cassete e dos disquetes de 1.44MB.
CD-R
*
DVD significa Digital Versatile Disc (antes denominado Digital Video Disc). Contém informações digitais, tendo uma maior capacidade de armazenamento que o CD áudio ou CD-ROM, devido a uma tecnologia óptica superior, além de padrões melhorados de compressão de dados. 
Os DVDs possuem por padrão a capacidade de armazenar 4.7 GB de dados, enquanto que um CD armazena em média de 700 a 800 MB. Os chamados DVDs de Dupla Camada podem armazenar até 8.5 GB. Apesar da capacidade nominal do DVD comum gravável, é possível apenas gravar 4.484 MB de informações, e com o tamanho máximo de cada arquivo de 1 GB. O tamanho máximo de arquivo varia conforme o tipo de gravação: UDF, ISO normal, DVD-video etc...
DVD
*
Nota: GB aqui significa gigabyte e é igual a 109 (ou 1.000.000.000) bytes. Muitos computadores irão mostrar gibibyte (GiB) igual a 230 (ou 1.073.741.824) bytes.
Exemplo: Um disco com capacidade de 8,5 GB irá fornecer: (8.5 x 1.000.000.000) / 1.073.741.824 \u2248 7,92 GiB.
*
Os quatro tipos básicos de DVDs são referidos pela sua capacidade em gigabytes, arredondada ao próximo inteiro. A exceção à regra é o DVD-18, cuja capacidade é de fato 17 gigabytes.
Nomenclatura de capacidade 
*
A real diferença do DVD+R e DVD-R:
O DVD+R é, como o DVD-R, um disco de 4,7 GB que pode ser usado para gravar filmes e assistir em DVD players comerciais. Apesar de ter a mesma função e a mesma capacidade, um disco DVD+R só pode ser gravado em gravadores DVD+R, enquanto que discos DVD-R só podem ser gravados em gravadores DVD-R. Existem no mercado gravadores que conseguem gravar os dois tipos de mídia, chamados gravadores DVD±R. Na prática, a diferença da mídia DVD-R para a DVD+R é o desempenho: discos DVD+R são lidos mais rapidamente do que discos DVD-R. Esta diferença só é sentida se você usar o disco DVD para gravar arquivos comuns, isto é, usar como uma mídia de backup, já que para assistir filmes o desempenho é o mesmo.
DVD+R DL: semelhante ao DVD+R, mas que permite a gravação em dupla camada (DL significa dual layer), aumentando a sua capacidade de armazenamento.
DVD Gravável 
*
Já existem no mercado duas tecnologias novas de DVD, com maior capacidade de armazenamento, mas que