questesparafixaodalein8112-140411120235-phpapp01
34 pág.

questesparafixaodalein8112-140411120235-phpapp01


DisciplinaDireito Administrativo I55.981 materiais1.019.131 seguidores
Pré-visualização20 páginas
em serviço.
CERTO - É o que estabelece o art. 131, parágrafo único da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - A lei estabelece que o cancelamento das penalidades não surtirá efeitos retroativos.
CERTO - Ver artigos 132 e 137, parágrafo único da Lei n°. 8.112/90.
CERTO - Ver artigos 132 e 138 da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - O servidor quefaltar, sem causa justificada, por sessenta dias, interpoladamente, durante o período de doze meses será demitido por inassiduidade habitual. Ver artigos 132 e 139 da Lei n° 8.112/90.
CERTO - Ver art. 140 da Lei n°. 8.112/90.
CERTO-Ver artigos 132, 136e 137, parágrafo único da Lei n°. 8.112/90.
CERTO - Ver artigos 132, 136 e 137, parágrafo único da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - O servidor será demitido no caso de incontinência pública.
CERTO - O art. 132 prevê que o servidor será demitido no caso de conduta escandalosa na repartição.
CERTO - É o que estabelece o art. 132, inciso VI da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO -No caso de ofensa física, em serviço, a servidor ou a particular, o servidor será demitido, salvo em legítima defesa própria ou de outrem.
ERRADO - O servidor demitido por aplicar dinheiros públicos irregularmente não poderá retornar ao serviço público federal.
CERTO - Ver artigos 132 e 136 da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - O servidor que revelar segredo do qual apropriou-se em razão do cargo será demitido.
CERTO - Ver artigos 132 e 137 da Lei n°. 8.112/90.
CERTO - Está previsto no art. 132.
CERTO - A demissão do servidor por lesão aos cofres públicos e dilapidação do património nacional implica em indisponibilidade de seus bens e o ressarcimento ao erário, sem prejuízo da ação penal cabível. O servidor demitido nessas circunstâncias não poderá retornar ao serviço público federal, Ver artigos 132, 136 e 137, parágrafo único da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - Ver comentários do item anterior.
ERRADO - O servidor demitido ou destituído do cargo em comissão por corrupção \u2022ficará incompatível, para nova investidura em cargo público federal, pelo prazo de cinco anos.
CERTO - Disposto no art. 132 da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - Detectada a qualquer tempo a acumulação ilegal de cargos, empregos ou funções públicas, a autoridade que tiver ciência da irregularidade notificará o servidor, por intermédio de sua chefia imediata, para apresentar opção no prazo de dez dias, improrrogáveis. Na hipótese de omissão, adotará procedimento sumário para a sua apuração e regularização imediata. Ver artigo 133 da Lei n°. 8.112/90.
CERTO - Estabelecido pelo art. 133 § 6° da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - A lei prevê que o servidor inativo que houver praticado, na atividade, falta punível com demissão terá cassada a aposentadoria ou a disponibilidade.
CERTO - As penalidades disciplinares serão aplicadas pelo Presidente da República, pelos Presidentes das Casas do Poder Legislativo e dos Tribunais Federais e pelo Procurador-Geral daRepública quando se tratar de demissão e cassação de aposentadoria ou disponibilidade de servidor vinculado ao respectivo Poder, órgão ou entidade, conforme disposto no artigo 141 da Lei n°. 8.112/90.
CERTO - Disposto pelo art. 141, inciso IV da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - Exoneração não é penalidade. Quanto às infrações puníveis com demissão,cassação de aposentadoria ou disponibilidade e destituição de cargo em comissão, a ação disciplinar prescreverá em cinco anos.
ERRADO - A ação disciplinar prescreverá em dois anos, quanto à suspensão.
ERRADO - A ação disciplinar prescreverá em 180 dias, quanto à advertência.
ERRADO - O prazo de prescrição começa a contar da data em que o fato se tornou conhecido, conforme disposto no art. 142 § 1°.
ERRADO - O art. 142 § 3° da Lei n°. 8.112/90 estabelece que a abertura de sindicância ou a instauração de processo disciplinar interrompe a prescrição, até a decisão final proferida por autoridade competente.
ERRADO - A autoridade que tiver ciência de irregularidade no serviço público é obrigada a promover a sua apuração imediata, mediante sindicância ou processo administrativo disciplinar, conforme disposto no art. 143 da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - A Lei estabelece que a denúncia sobre irregularidades será objeto de apuração, desde que contenham identificação e o endereço do denunciante e sejam formuladas por escrito, confirmada a autenticidade.
CERTO - Estabelece o art. 144, parágrafo único da Lei n°. 8.112/90.
CERTO - A Lei dispõe que da sindicância poderá resultar: Arquivamento do processo,
Aplicação de advertência ou suspensão de até 30 dias, ou Instauração do processo.
ERRADO - A sindicância deverá ser concluída em no máximo trinta dias, podendo ser prorrogada por igual período, a critério da autoridade superior.
ERRADO - A instauração de processo disciplinar será obrigatória sempre que o ilícito praticado pelo servidor ocasionar a imposição de penalidade de suspensão por mais de trinta dias, de demissão, cassação de aposentadoria ou disponibilidade ou destituição de cargo em comissão.
CERTO - Ver comentários do item anterior.
ERRADO - Dispõe o art. 147 que a autoridade instauradora do processo disciplinar poderá determinar o afastamento do servidor, como medida cautelar e a fim de que o servidor não venha a influir na apuração da irregularidade, pelo prazo de até sessenta dias, sem prejuízo da remuneração. O afastamento poderá ser prorrogado por igual período.
CERTO - Estabelece o art.148 que o processo disciplinar destina-se a apurar responsabilidade de servidor por infração praticada no exercício de suas atribuições, ou que tenha relação com as atribuições do cargo em que se encontra investido.
ERRADO - O processo disciplinar será conduzido por comissão composta por três servidores estáveis designados pela autoridade competente. Ver artigos 143 § 1° e 149 da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - O presidente da comissão deverá ser ocupante de cargo efetivo superior ou de mesmo nível, ou ter nível de escolaridade igual ou superior ao do indiciado.
ERRADO - O art. 149 § 2° dispõe que não poderá participar de comissão de sindicânciaou de inquérito, cônjuge, companheiro ou parente do acusado, consanguíneo ou afim, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau.
CERTO - Disposto no art. 150 da Lei n°. 8.112/90.
CERTO - O art. 151 da Lein°. 8.112/90 dispõe que o processo disciplinar se desenvolve em três fases:
Instauração, com a publicação do ato que constituir a comissão; 
Inquérito administrativo, que compreende instrução, defesa e relatório; 
Julgamento.
ERRADO - A fase do inquérito administrativo compreende instrução, defesa e relatório, conforme dispõe o art. 151, inciso II.
ERRADO-Dispõe oart. 152 que o prazo para a conclusão do processo disciplinar não excederá sessenta dias, contados da data de publicação do ato que constituir a comissão, admitida a sua prorrogação por igual prazo, quando as circunstâncias exigirem.
CERTO - Dispõe o art. 153 da Lei n°. 8.112/90 que o inquérito administrativo obedecerá ao princípio do contraditório, assegurado ao acusado ampla defesa, com o uso dos meios e recursos admitidos em direito.
CERTO - Disposto pelo art. 154 da Lei n° 8.112/90.
ERRADO -Na hipótese de o relatório da sindicância concluir que a infração classifica-se como ilícito penal, a autoridade competente encaminhará cópia dos autos ao Ministério Público, independentemente da imediata instauração do processo disciplinar.
ERRADO - Não é na fase do julgamento, e sim na fase do inquérito. Dispõe o art. 155 que na fase do inquérito, a comissão promoverá a tomada de depoimentos, acareações,investigações e diligências cabíveis, objetivando a coleta de provas, recorrendo, quando necessário, a técnicos e peritos, de modo a permitir a completa elucidação dos fatos.
CERTO - Disposto no art. 156 da Lei n°. 8.112/90.
ERRADO - O art. 156 § 1° estabelece que o presidente da comissão poderá denegar pedidos considerados impertinentes, meramente protelatórios, ou de nenhum interesse para o esclarecimento dos fatos.