AULA PENAL II CEUMA 2013-1 (1) (1)
24 pág.

AULA PENAL II CEUMA 2013-1 (1) (1)


DisciplinaDireito Penal II12.194 materiais291.884 seguidores
Pré-visualização4 páginas
CAPUT.
 ART.50,§2º. \u2013 PENA DE MULTA.
 		 DOUTRINA \u2013 9268//1996 \u2013 ALTEROU O ART.51 
REGRESSÃO POR SALTOS \u2013 ART.118 LEP.
REGRESSÃO A REGIME MAIS GRAVE DO QUE O FIXADO NA SENTENÇA CONDENATÓRIA.
Sentença \u2013 cláusula rebus sic stantibus 
REGRESSÃO CAUTELAR
ART.118,§2º LEP.
EXECUÇÃO PROVISÓRIA
PRESSUPOSTO d ess s de a afafaFFaffe eA \u2013 TRÂNSITO EM JULGADO PARA A ACUSAÇÃO EM RELAÇÃO À PENA APLICADA.
EXCEÇÃO \u2013 ACUSAÇÃO DISCUTE 
REGIME PRISIONAL, 
SUBSTITUIÇÃO DA PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE POR RESTRITIVA DE DIREITOS OU 
CONCESSÃO DE SURCIS).
TER SIDO A PENA FIXADA NO MÁXIMO.
VEDEÇÃO DA REFORMATIO IN PEJUS
EX.: 
A (preso \u2013 art.157, §2º, I CP) = 
durante a ação penal = 
1 ano após = (ART.42 CP)
condenação 6 meses de reclusão (fechado).
MP NÃO RECORRE
DEFESA \u2013 APELAÇÃO
OBS.: STF \u2013 RECURSOS SEM EFEITOS SUSPENSIVO.
ARGUMENTO CONTRA \u2013 PRESUNÇÃO DE CULPABILIDADE (ART.5º,LVII)
JUÍZO COMPETENTE \u2013 ART.2º E PARÁGRAFO ÚNICO, 65 E 66 LEP.
GUIA DE RECOLHIMENTO PROVISÓRIO
SÚM 716 STF
CNJ \u2013 RES.19 \u2013 29/08/2006. = ART.1º (RES.57 \u2013 27/06/08). 
\u201cA guia de recolhimento provisório será expedida quando da prolação da sentença ou acórdão condenatório, ressalvada a hipótese de possibilidade de interposição de recurso com efeito suspensivo por parte do Ministério Público, devendo ser prontamente remetida ao Juízo da Execução Criminal\u201d.
EXECUÇÃO PROVISÓRIA E RÉU EM LIBERDADE.
EXECUÇÃO PROVISORIA DE PENAS RETRITIVAS DE DIREITOS.
STF
STJ
EXECUÇÃO PROVISÓRIA E PRISÃO ESPECIAL
SÚM.717 STF.
AUTORIZAÇÃO DE SAÍDA
PERMISSÃO DE SAÍDA (DIGNIDADE DO CONDENADO) \u2013 
ART.120, caput e parágrafo único da LEP.
 
SAÍDA TEMPORÁRIA (REINSERÇÃO SOCIAL) \u2013 LEP ART.122.
Semiaberto
Sem vigilância direta
Parágrafo único \u2013 Lei 12.258/2010
Art.123 LEP.
Súm 40 STJ \u2013
7 dias - + 4x/ano.
ART.124, §2º LEP. \u2013 ESTUDO
ART.124, §3º .- 45 dias.
ART.124,§1º
ART.125 e parágrafo único.
SAÍDA TEMPORÁRIA E MONITORAÇÃO ELETRÔNICA
ART.146-B \u2013 LEP
ART.122, caput.
ART.146-C, I e II
ART.146-C, I, II E VII
ART.146-D + Art.53 da LEP.
SAÍDA TEMPORÁRIA AUTOMATIZADA \u2013 STF
------------------------------------------------------------------------------------------------
REGRAS DO REGIME FECHADO
A)PENITENCIÁRIA \u2013 LEP ART.87.
B)LEP \u2013 88 \u2013 requisitos básicos
C) LEP \u2013 90 \u2013 Penitenciária de homens.
CADEIA PÚBLICA PRESOS PROVISÓRIOS. \u2013 ART102.CP (Art.300 CPP \u2013 Lei 12.403/11).
INÍCIO DA PENA \u2013 EXAME CRIMINOLÓGICO (CLASSIFICAÇÃO = INDIVUALIZAÇÃO DA PENA \u2013 ART.34 CP, CAPUT, E LEP 8º, CAPUT)
CTC \u2013 LEP ART.6º.
TRABALHO DIURNO E REPOUSO NOTURNO (ART.34, §§1º E 2º)
LEP, ART.31, CAPUT
> 60 E DEFICIENTES \u2013 LEP 32 E §§1º A 3º.
TRABALHO EXTERNO (SERVIÇOS OU OBRAS PÚBLICAS \u2013 ART.34,§3º E 36-LEP
REGRAS \u2013 ART.36, §§1º A 3º
AUTORIZAÇÃO PELA DIREÇÃO (APTIDÃO, DISCIPLINA E RESPONSABILIDADE)
REVOGAÇÃO \u2013 37, CAPUT E PARÁGRAFO ÚNICO.
TRABALHO EXTERNO X CRIME HEDIONDO OU EQUIPARADO.
JORNADA NÃO SERÁ <6 E NEM >8H/DIA.
LEP 33 \u2013 HORÁRIO ESPECIAL DE TRABALHO.
REMUNERAÇÃO \u2013 NÃO PODE: < ¾ DO S.M. (39CP E LEP 29)
PREVIDÊNCIA SOCIAL \u2013 39 E LEP 41, III
RECUSA INJUSTIFICADA AO TRABALHO \u2013 FALTA GRAVE \u2013 LEP50, IV E 39, V
LEP \u2013 ART.31, PARAGRAFO ÚNICO \u2013 PROVISÓRIO E POLÍTICO.
Local de Cumprimento da pena \u2013 na própria comarca? Art.86 LEP.
Presídio Federal \u2013 Lei 11.671/08.
RDD \u2013 ART.52, E SEGUINTES LEP
RDD \u2013 CARACTERÍSITCAS (LEP, art.52, I a IV)
RDD \u2013 Hipóteses \u2013
1) crime doloso \u2013 falta grave.
2) risco a ordem
3) organização criminosa
A) PRÉVIO E FUNDAMENTADO DESPACHO DO JUIZ
B) REQUERIMENTO CIRCUNSTANCIADO/DIRETOR DO EST.
C) OUTRA AUT.ADM. (EX.: SEC.EST DE ADM.PEN.)
D) MANIFESTAÇÃO DO MP.
E) MANISFESTAÇÃO DA DEFESA.
F) PRAZO 15 DIAS (ART.54, LEP E §1º e 2º).
RDD \u2013 UMA DAS HIPÓTESES (ART.52 LEP - §1º OU 2º)
RDD \u2013 L.10.792/2003
RDD \u2013 MEDIDA ANTECEDENTE.
RDD \u2013 ART.3º L.10.792/2003
SEMIABERTO \u2013 ART,91, 92, PARÁGRAFO ÚNICO, 35, §§1º e 2º CP
Art.8º, parágrafo único \u2013 LEP.
Faltas de vagas no regime semiaberto - 
REGRAS DO REGIME ABERTO
AUTODISCIPLINA E SENSO DE RESPONSABILIDADE. (ART.36, caput)
Casa de Albergado
Lep \u2013 93 a 95
Art.36, §1º da LEP.
LEP 113 e 114 \u2013 ingresso/ requistos.
Dispensa \u2013 114, parágrafo único
Condições 
Gerais ou legais \u2013 Art.115 - LEP
Especiais ou judiciais \u2013 Art.116 LEP.
REGIME ABERTO 
STJ \u2013 CONDIÇÃO ESPECIAL E NÃO? (Art.115 e 119 LEP).
LEGISLAÇÃO LOCAL
CF, ART.24, I E ART.119 LEP.
PRISÃO ALBERGUE DOMICILIAR \u2013 ART.117 DA LEP (ROL TAXATIVO).
Art. 117. Somente se admitirá o recolhimento do beneficiário de regime aberto em residência particular quando se tratar de:
I - condenado maior de 70 (setenta) anos;
II - condenado acometido de doença grave;
III - condenada com filho menor ou deficiente físico ou mental;
IV - condenada gestante.
INCISO I \u2013 Ver ainda artigos: 65, I, 77,§2º e 115
INCISO II \u2013 STJ \u2013 MESMO NO SEMIABERTO.
INCISO III \u2013 
REGIME ABERTO E AUSÊNCIA DE CASA DE ALBERGADO
O QUE FAZER SEM CASA DE ALBERGADO? LETRA DO ART.117 E A POSIÇÃO DO STF.
VER ART.107, IV DO CP.
STJ \u2013 ACEITA A DOMICILIAR.
PRISÃO DOMICILIAR E MONITORAÇÃO ELETRÔNICA
ART.146-B, IV LEP \u2013
ART.146-D, II LEP \u2013 
ART.146-C, I e II, e parágrafo único, VI
REGIME ABERTO E CRIMES MILITARES
NÃO SE APLICA.
	
	Regime fechado
	Regime semiaberto
	Regime aberto
	LOCAL DE CUMPRIMENTO
	ESTABELECIMENTO DE SEGURANÇA MÁXIMA OU MÉDIA (PENITENCIÁRIA)
	Colônia agrícola, industrial ou estabelecimento similar.
	Casa de albergado ou estabelecimento adequado.
	CARACTERÍSTICAS
PRINCIPAIS
	Limitação das atividades em comum dos presos;
Maior controle e vigilância sobre o preso;
Regime reservado ao preso de maior periculosidade;
O preso trabalha no período diurno e fica isolado no período noturno;
A realização de exame criminológico (para a verificação de periculosidade do agente) é obrigatória;
Permissão de saída;
Remissão.
	Traballho em comum dos presos;
Mínimo de segurança e vigilância sobre o preso;
Regime reservado ao preso de menor periculosidade;
O preso trabalha em comum durante o período diurno;
A realização do exame criminológico é facultativa;
Permissão de saída;
Saída temporária;
Remissão. 
	Baseia-se na autodisciplina e no senso de responsabilidade dos condenados;
O preso, fora do estabelecimento e sem vigilância, pode trabalhar, frequentar cursos e exercer outra atividade autorizada, permanecendo recolhido durante o período noturno e nos dias de folga;
Não existe previsão de exame criminológico nesse regime. 
REGIME ESPECIAL
CP , ART.37.
LEP \u2013 ART.83, §3º (L.12.121/2009).
ART.5º, XLVIII CF/88
ART.82, §1º - LEP
ART.5º, L \u2013 CF/88
ART.89 \u2013 LEP.
EXECUÇÃO PENAL, MÃES PRESAS E FILHOS RECÉM-NASCIDOS.
LEI 11.942/2009 \u2013 Art.5º, XLVIII e L
LEP 14, §3º
LEP 83, §2º
LEP 89, caput
LEP 89, PARÁGRAFO ÚNICO.
DIREITOS DO PRESO
ART.38
ART.5º, XLIX CF/88
ART.40 E 41 LEP
L.12.245/2010, §4º AO 83 DA LEP
LEI 12.213/2010 \u2013 Defensoria e LEP, art.81-A.
A QUESTÃO DA VISITA ÍNTIMA
ART.41 LEP
LIMITAÇÃO AO USO DE ALGEMAS \u2013 SÚMULA VINCULANTE 11(STF)
ART.1º, III CF/88
ART.5º, INCISOS XIX, LXI, XLIX, LXI, LXIII, LXIV, LXV, LXVI, XLVIII
TRABALHO DO PRESO \u2013 ART.39 DO CP.
REMUNERADO E OBRIGATÓRIO \u2013 
FALTA GRAVE (LEP ART 51, III , C/C ART.39, V)
ART.5º, XLVII. \u201cc\u201d
LEGISLAÇÃO ESPECIAL \u2013 ART.40 LEP
REMISSÃO \u2013 ART.126 LEP E CP, ART.36, §§1º E 2º.
PRESOS PROVISÓRIOS \u2013 É POSSÍVEL \u2013 LEP ART.2º, PARÁGRAFO ÚNICO
ART.31, PARÁGRAFO ÚNICO
SEM LIMITE
TODOS OS CRIMES
JORNADA
ART.33, PARÁGRAFO ÚNICO LEP
RELATÓRIO
ACIDENTE \u2013 ART.126,§2º LEP
LEP 128 \u2013 REMISSÃO X INDULTO E LIVRAMENTO CONDICIONAL.
MERECIMENTO
AUTORIDADE ADM. JUÍZO DA EXECUÇÃO \u2013 REGISTRO DOS CONDENADOS. (ART.129 E PARÁGRAFO ÚNICO).
PRÁTICA DE FALTA GRAVE E PERDA DOS DIAS REMIDOS.
ART.127 DA LEP
STF \u2013 NECESSIDADE DE OITIVA
INCONSTITUCIONALIDADE \u2013 ART.5º,XXXVI CF/88. X SÚMULA VINCULANTE Nº9.
CLÁUSULA REBUS SIC STANTIBUS.
PERDA DOS DIAS REMIDOS E PROPORCIONALIDADE