PENAL II

PENAL II


DisciplinaDireito Penal II12.196 materiais291.928 seguidores
Pré-visualização3 páginas
(STJ)
2ª posiçaõ - juntada da folha de antecedentes (STF)
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
REINCIDÊNCIA \u2013 ESPÉCIES
QUANTO A NECESSIDADE DE CUMPRIMENTO DA PENA IMPOSTA PELA CONDENAÇAÕ ANTERIOR \u2013 
A.1) REAL, PRÓPRIA OU VERDADEIRA \u2013 CUMPRIMENTO INTEGRAL
A.2) PRESUMIDA, FICTA, IMPRÓPRIA OU FALSA \u2013 NÃO IMPORTA O CUMPRIMENTO = CP BRASILEIRO.
B) QUANTO ÀS CATEGORIAS DOS CRIMES
B.1) GENÉRICA \u2013 
B.2) ESPECÍFICA - Brasil trata igualmente.
Exceçaõ: Art.44, §3º
Livramento condicional \u2013 crimes hediondos 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
REINCIDÊNCIA \u2013 ESPÉCIES
Validade \u2013 quinquídio \u2013 período depurador \u2013 Sistema da perpetuidade
Quinquidio no período de prova.
Extinção da punibilidade do crime anterior
antes
depois
não
Sim
Exceção: a) anistia
b) Abolitio criminis
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
REINCIDÊNCIA \u2013 ESPÉCIES
Reincidente primário \u2013 via residual.
Tecnicamente primário 
A) 1 ou 2 condenações \u2013 sem crimes posteriores depois do primeiro trânsito em julgado.
B) X tem condenação definitiva - + novo crime \u2013 período > 5 anos. (art.64,I CP)
multirreincidente
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
REINCIDÊNCIA \u2013 Efeitos
Art.33, caput e §2º CP
Crime doloso - impede substituição \u2013 art.44, II
Concurso com antenuante genérica \u2013 art. 67
Em Crime doloso (só se não tem pena de multa exclusiva) impede sursis (art.77, I e § 1º)
Revogação do sursis \u2013 art.8, I e §1º do livramento condicional (art.86, I e II e art,87) e reabilitação, se for pena de muta (CP, art.95);
CRIME DOLOSO - > PRAZO (LIVRAMENTO CONDICIONAL) = art.83, II
Impede livre.Cond = crimes hediondos (reicidência específica) = art.83, V;
Se antes da condenação = +1/3 (Art.110, caput, CP)
Se posterior à condenação = interrompe prescrição/ pretensão executória (art.117, VI CP);
Impede = art.155, §2º, 170, 171,§1º e 180,§5º, in fine;
Obsta = ART.76, §2º, I, e art.89, caput da Lei 9.099/95
313, II CPP = crime dolso (condenação) 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
REINCIDÊNCIA e MAUS ANTECEDENTES \u2013
 SÚMULA 241 DO STJ \u2013
STF \u2013 \u201cA utilização de condenações distintas e com trânsito em julgado, para fins de aumento de pena por maus antecedentes e reincidência .
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
Motivo fútil ou torpe (alínea \u201ca\u201d) \u2013
a.1) embriaguez (28,II) ? 
a.2) vingança? 
a.3) Ciúme?
a.4) Injusto e fútil?
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
b) Para facilitar ou asssegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou a vantagem de outro crime.
b.1) Conexão -
b.1.2) teleológica \u2013 execução
b.1.3) consequencial - ocultação, impunidade ou vantagem (forma especial de torpeza). = art. 69 (sim).
c) À traição, de emboscada, ou mediante dissimulação, ou qualquer outro recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa do ofendido = interpretação analógica ou intra legem.
c.1) Traição
c.1.1) material
c.1.2) moral ou subjetiva
c.2) Emboscada
c.3) Dissimulação 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
d) Com emprego de veneno, fogo, explosivo, tortura ou outro meio insidioso ou cruel, ou de que possa resultar perigo comum = interpretação analógica (meios de execução)
3 GÊNEROS E 4 ESPÉCIES :
Meios insidioso 
a.1 veneno
b) Meio cruel \u2013 
b.1) fogo 
b.2) tortura
c) Meio que possa resultar perigo comum -
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
e) Contra descendente, ascedente, irmão ou cônjuge \u2013 apatia moral do agente.
e.1) Art.227, §6º CF/88;
e.2) União estável?
e.3) Prova documental? 
e.4) Restrições do art.155 do CPP. 
f) Com abuso de autoridade ou prevalecendo-se das relações domésticas, de coabitação ou de hospitalidade, ou com violência contra a mulher na forma da lei específica.
f.1) solidariedade e assistência.
f.2) sem relação de dir.publico.
f.3) relações domésticas \u2013 União estável?
f.4) Coabitação \u2013 existir ao tempo do crime.
f.5) Hospitalidade \u2013
f.6) com violência contra a mulher (Lei 11.340/06). 
 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
g) Com abuso de poder ou violação de dever inerente o cargo, ofício, ministério ou profissão \u2013 
g.1) abuso de poder 
g.2) violação de dever inerente ao cargo func. X funcs ou contra ADM.PUB.
Obs.: violação de dever inerente ao cargo X abuso de poder. (art.325 CP).
 Lei 4898/1965 ? 
g.3) Ofício 
g.4) Ministério
g.5) Profissão
 
 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
h) Contra criança, maior de 60 anos, enfermo ou mulher grávida
h.1) Criança \u2013 ECA \u2013 Lei 8.069/90, art.2º, caput.
h.2) Idoso \u2013 Lei 10741/03
h.3) Enfermo
h.4) Mulher grávida
Quando o ofendido estava sob a imediata proteção da autoridade.
j) Em ocasião de incêndio, naufrágio, inundação ou qualquer calamidade pública, ou de desgraça particular do ofendido.
j.1) interpretação analógica \u2013 
j.2) insenbilidade moral do agente \u2013 
j.3) Calamidade pública \u2013 
j.4) Desgraça particular do ofendido - 
 
 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
l) Em estado de embriaguez preordenada \u2013 actio libera in causa.
AGRAVANTES NO CONCURSO DE PESSOAS \u2013 Art.62 CP.
Pluralidade de agentes culpáveis \u2013 expressão imprópria (II e III \u2013 autoria mediata).
Promove, ou organiza a cooperação no crime ou dirige a atividade dos demais agentes. (inciso I) \u2013 Autor intelectual / autor de escritório.
No Brasil \u2013 Autor intelectual = partícipe (Teoria monista = pena mais grave).
Promover o crime importa em organizá-lo?
II) Coage ou induz outrem à execução material do crime \u2013 
A) coação física irresistível \u2013 exclui conduta = FT.
B) coação moral irresistível \u2013 exclui a culpabilidade
C) resistível \u2013 Art.29 + 65, III, \u201cc\u201d, 1ª parte
 
 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 AGRAVANTES GENÉRICAS \u2013 ART.61 CP
l) Em estado de embriaguez preordenada \u2013 actio libera in causa.
AGRAVANTES NO CONCURSO DE PESSOAS \u2013 Art.62 CP.
Instigar ou determinar a cometer o crime alguém sujeito à sua autoridade ou não punível em virtude de condição ou qualidade pessoal (III)
Depende do grau \u2013 Art.22 e 65, III
Inimputável ?
Inciso IV \u2013 Executa o crime, ou nele participa, mediante paga ou promessa de recompensa. (forma especial de torpeza).
 
 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 ATENUANTE GENÉRICA (Art.65 e 66 do CP) \u2013 
 Inciso I
Menoridade relativa - > 18 (independe de emancipação) X ECA.
 Art.155 do CPP (Lei 11.690/08).
 Súmula 74 STJ - 
Velhice - > 70 \u2013 Não houve modificação com a Lei 10.741/03.
 Art.115 CP (redução 1/2).
Inciso II \u2013 O desconhecimento da lei \u2013 (art.21 CP) \u2013
Excusável?
Abrandamento \u2013 Art.3º LINDB.
Perdão Judicial \u2013 Art.8º LCP.
 
 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 ATENUANTE GENÉRICA (Art.65 e 66 do CP) \u2013 
Inciso III \u2013 
 (alínea \u201ca\u201d) - Cometido o crime por motivo de relevante valor social ou moral
 Motivo \u2013 Antecedente psíquico 
Circunstâncias judiciais \u2013 art.59 CP.
Qualificadoras ou privilégios \u2013
Valor social \u2013 
Valor moral \u2013 
(alínea \u201cb\u201d) \u2013 Procurado, por espontânea vontade e com eficiência, logo após o crime, evitar-lhe ou minorar-lhes as consequências, ou ter, antes do julgamento, reparado o dano \u2013 
A 1ª parte \u2013 \u201cProcurado, por espontânea vontade e com eficiência, logo após o crime, evitar-lhe ou minorar-lhes as consequências...\u201d \u2260 Art.15 CP.
 
 
AULA PENAL II
Marcelo Bomfim
 ATENUANTE GENÉRICA (Art.65 e 66 do CP) \u2013 
Inciso III \u2013 
(alínea \u201cb\u201d) \u2013 Procurado, por espontânea vontade e com eficiência, logo após o crime, evitar-lhe ou minorar-lhes as consequências, ou ter, antes do julgamento, reparado o dano \u2013 
A 1ª parte \u2013 \u201cProcurado, por espontânea vontade e com eficiência, logo após o crime, evitar-lhe ou minorar-lhes as consequências...\u201d \u2260 Art.15 CP.
Logo após \u2013 
Expontânea vontade