A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Direito Penal I  C.C. Semana 12

Pré-visualização | Página 1 de 1

DIREITO PENAL I – CC 12 
Título 
SEMANA 12 
Descrição 
1 - Leandro, um policial militar em serviço, ao se deparar com dois elementos suspeitos 
na iminência de furtar um veículo efetua voz de prisão. Porém, um deles saca uma arma 
e dispara contra o policial, o qual a fim de repelir a agressão efetua dois disparos, os 
quais atingem, causando a morte do ladrão. O segundo, diante do flagrante tenta fugir, 
mas o policial corre atrás dele mandando que pare e diante da recusa de parar, Leandro 
efetua um disparo em sua perna, causando uma lesão corporal permitindo a sua prisão. 
Com isto, analisando as duas situações, defina a responsabilidade penal de 
Leandro. Justifique sua resposta analisando as descriminantes. Justifique sua 
resposta. 
 
Resposta: Em relação ao primeiro suspeito legitima defesa. Em relação ao segundo 
elemento, não se pode atirar em suspeito em fuga, o policial responde por lesão 
corporal. 
 
2 - Acrásio encontrava-se detido em uma delegacia da polícia civil por ter ameaçado a 
vida de um terceiro. Lá, apresentou comportamento violento e incontido: debatia-se 
contra as grades, agredia outros detentos e dirigia impropérios contra os policiais. Após 
os outros detentos serem retirados da cela, Acrásio foi algemado, momento em que 
passou a provocar e a ofender Sinfrônio, policial que o guardava, que, em seguida, 
adentrou a cela e lhe desferiu vários golpes de cassetete, causando em Acrásio graves 
lesões (constatadas por laudo pericial), agressão que somente cessou após a 
intervenção de outro policial. Logo, a conduta do policial Sinfrônio: (2014 - FUNCAB 
- PC-MT - Investigador) 
 
a) não configurou crime, haja vista estar sob a exclusão de ilicitude exercício regular do 
direito, em face das provocações e agressões verbais proferidas pelo detido. 
 
b) não configurou crime, haja vista estar sob a exclusão de ilicitude estado de 
necessidade, em face das provocações e agressões verbais proferidas pelo detido. 
 
c) configurou o crime de tortura previsto no artigo 1º, § 1º, da Lei n° 9.455/1997. 
 
d) não configurou crime, haja vista estar sob a exclusão de ilicitude legítima defesa, em 
face das provocações e agressões verbais proferidas pelo detido. 
 
e) não configurou crime, haja vista estar sob a exclusão de ilicitude estrito cumprimento 
do dever legal, em face das provocações e agressões verbais proferidas pelo detido. 
 
3 - Jaime, objetivando proteger sua residência, instala uma cerca elétrica no muro. Certo 
dia, Cláudio, com o intuito de furtar a casa de Jaime, resolve pular o referido muro, 
acreditando que conseguiria escapar da cerca elétrica ali instalada e bem visível para 
qualquer pessoa. Cláudio, entretanto, não obtém sucesso e acaba levando um choque, 
inerente à atuação do mecanismo de proteção. Ocorre que, por sofrer de doença 
cardiovascular, o referido ladrão falece quase instantaneamente. Após a análise pericial, 
ficou constatado que a descarga elétrica não era suficiente para matar uma pessoa em 
condições normais de saúde, mas suficiente para provocar o óbito de Cláudio, em 
virtude de sua cardiopatia. Nessa hipótese é correto afirmar que: (FGV - 2014 – OAB 
- Exame de Ordem Unificado – XIII) 
 
Ofendículos: (ofendículas) característica que seja visível. Ex.: cerca elétrica, caco de 
vidro no muro, cão raivoso. 
 
-> Natureza jurídica: Exercício regular do Direito antes de acionado / assim que 
acionado: são causas excludentes de ilicitude que enseja absolvição -> legitima defesa 
 
Fato típico Ilícito Culpável Punível 
Art.121 
Exercício Regular 
de Direito (ERD) 
Obs.: lícito 
LD. (Legitima 
Defesa) 
 
 
a) Jaime deve responder por homicídio culposo, na modalidade culpa consciente. 
 
b) Jaime deve responder por homicídio doloso, na modalidade dolo eventual. 
 
c) pode ser aplicado à hipótese o instituto do resultado diverso do pretendido. 
 
d) pode ser aplicado à hipótese o instituto da legítima defesa preordenada. 
Desenvolvimento