SIMULADO - TEORIA DA LITERATURA I
13 pág.

SIMULADO - TEORIA DA LITERATURA I


DisciplinaLiteratura24.635 materiais103.000 seguidores
Pré-visualização4 páginas
questão: O texto repercute em nós na medida em que revele emoções profundas, coincidentes com as que em nós se abriguem como seres sociais. O artista da palavra, copartícipe da nossa humanidade, incorpora elementos dessa dimensão que nos são culturalmente comuns. Nosso entendimento do que nele se comunica passa a ser proporcional ao nosso repertório cultural, enquanto receptores e usuários de um saber comum. O discurso literário traz, em certa medida, a marca da opacidade: abre-se a um tipo específico de descodificação ligado à capacidade e ao universo cultural do receptor. Explique as concepções acerca dos papeis do autor e do leitor nesse fragmento. (mínimo 5 linhas)
		
	
Sua Resposta: ERQWE
	
Compare com a sua resposta: O artista é compreendido, em certa medida, como aquele que expressa sentimentos e idéias comuns aos homens. O leitor, para construir os sentidos do texto, aciona seu repertório cultural aproxima-se das imagens evocadas no texto literário, cuja linguagem exige sua interação criativa e participativa. Além disso, o texto expressa emoções profundas comuns aos homens, que se comunicam ao leitor capaz de descodificá-la e explorar suas potencialidades.
		
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201202139186)
	
	O fragmento abaixo foi extraído da Arte Poética de Aristóteles:
Sófocles, por um lado, imita à maneira de Homero, pois ambos representam homens melhores; entretanto ele também imita à maneira de Aristófanes, visto ambos apresentarem a imitação usando personagens que agem perante os espectadores.. Daí que alguns chamem a essas obras dramas, porque fazem aparecer e agir as próprias personagens.
Considerando que Sófocles foi um tragediógrafo, Homero foi um poeta épico e Aristófanes um comediógrafo, que semelhanças Aristóteles aponta entre os seguintes gêneros:
a - Tragédia e epopéia;
b - Tragédia e comédia.
		
	
Sua Resposta: QWDFASD
	
Compare com a sua resposta: A- A semelhança é que ambos os gêneros imitam homens melhores ( ou superiores). B - A semelhança é que ambos os gêneros imitam personagens em ação.
		
	
	1a Questão (Ref.: 201202139168)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Na "Arte Poética" de Aristóteles, o efeito de catarse que ocorre na recepção da tragédia é definido como:
		
	 
	o Prazer advindo da pena e temor
	
	a viravolta das ações em sentido contrário
	
	efeito de realidade criado na ficção.
	
	a transferência do nome do gênero para a espécie por meio da analogia.
	
	a mudança do desconhecimento ao conhecimento.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201202138630)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Sobre a tripartição clássica dos gêneros literários, podemos afirmar:
		
	 
	O seu questionamento pelos românticos, que reivindicavam a subjetividade e a mescla do trágico e do cômico na vida real representados em um novo gênero.
	
	A sua permanência rígida até a Modernidade, que mantém os princípios da estética clássica e corrobora os pressupostos que a fundamentam.
	
	A sua recuperação pelos românticos, que reivindicavam a volta da categorização grega clássica, abandonada pelos renascentistas.
	
	A aderência às normas de antiguidade clássica na Idade Média, período em que foram mantidos todos os ideais estéticos clássicos.
	
	A aderência às normas da Antiguidade Clássica pelos membros do movimento Sturm und drung, que desencadearam a retomada desses valores estéticos.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201202138631)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Em "Do grotesco e do sublime", prefácio ao poema Cromwell, Victor Hugo discutiu os gêneros literários, propondo:
		
	 
	A criação de um novo gênero literário, o drama romântico, capaz de representar a mescla das grandezas e das misérias humanas, pois a vida não separaria os dois aspectos, como a arte até então o fizera.
	
	Hugo propôs a obediência aos critérios estéticos renascentistas, que retomaram princípios clássicos, considerando-os como modelos de perfeição.
	
	Hugo não propôs um gênero novo, mas o retorno ao ideário estético medieval, especialmente para o cancioneiro lírico e as novelas de cavalaria.
	
	Hugo não propôs um gênero novo, mas a necessidade do público leitor se conscientizar sobre o valor dos clássicos, que deveriam ser resgatados em tempos de crise criativa.
	
	A criação de um novo gênero literário, a poesia ditirâmbica, passível de figurar as ambições eruditas do escritor que zelasse pela manutenção dos ideais clássicos.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201202138627)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Assinale a alternativa que apresenta a visão de Sócrates sobre a mimesis artística, expressa na Repúblicas, de Platão:
		
	 
	Sócrates concebe a mimesis como o aspecto mais positivo da criação artística.
	 
	Sócrates considera a mimesis artística como uma imitação falsificadora do real.
	
	Sócrates vê a mimesis artística como imitação perfeita do real empírico.
	
	Sócrates considera a mimesis como o processo de criação, sem relação com o real empírico.
	
	Sócrates afirma que "Imitar é próprio ao homem.
		 Gabarito Comentado.
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201202138625)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Sobre o conceito de teoria, podemos afirmar as seguintes proposições:
 I- A sua oposição ao senso comum.
 II- O seu caráter questionador.
 III- A aceitação do diálogo interdisciplinar
Assinale a alternativa que analisa corretamente essas proposições. 
		
	 
	Somente I e II estão corretas.
	
	Somente a I está correta.
	 
	I, II e III estão corretas.
	
	Somente a II está correta.
	
	Somente a III está correta.
		
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201202138621)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Terry Eagleton, em seu livro Teoria da Literatura, declara que todo ato de leitura é, também, um ato de reescritura porque:
		
	 
	Os autores somente serão capazes de criar grandes obras se forem leitores competentes e conhecerem todos os clássicos.
	
	Os processos de escrita e leitura são contínuos; Eagleton se refere ao autor, que quando relê o texto o reescreve.
	
	Ao ler a obra, o sujeito pode plagiá-la e reaproveitar os seus elementos em um outro texto, tornando-se autor.
	 
	O texto é o mesmo, mas, é interpretado de modo diverso, de acordo com as possibilidades, expectativas e valores dos sujeitos leitores.
	
	A leitura de um texto é totalmente dependente dos desejos e valores do seu autor, cuja intenção determina os significados.
		
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201202138629)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Sobre os gêneros literários, fazem-se as seguintes afirmações:
I- A permanência da classificação rígida clássica.
II- A mescla de elementos de gêneros literários diversos em um mesmo texto.
III- O fato da forma não ser um critério definitivo para a identificação do gênero.
Assinale a alternativa que aponta somente princípios teóricos válidos no contexto contemporâneo:
		
	 
	I
	 
	II e III
	
	I, II e III
	
	I e III
	
	I e II
		
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201202139172)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	No parágrafo introdutório de sua "Arte Poética", Aristóteles afirma o seguinte:
Nosso propósito é abordar a produção poética em si mesma e em seus diversos gêneros, dizer qual a função de cada um deles, e como se deve construir a fábula visando a conquista do belo poético; qual o número e natureza de suas (da fábula) diversas partes, e também abordar os demais assuntos relativos a esta produção. Seguindo a ordem natural, começaremos pelos pontos mais importantes.(1)
Assinale a alternativa que analisa INCORRETAMENTE a proposição Aristótélica:
(1)ARISTÖTELES. Arte Poética. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cv000005.pdf
		
	 
	Aristóteles objetiva caracterizar