Adimplemento e extin├º├úo normal das obriga├º├Áes 2014 1

Adimplemento e extin├º├úo normal das obriga├º├Áes 2014 1


DisciplinaTeoria Geral das Obrigações359 materiais7.948 seguidores
Pré-visualização1 página
*
ADIMPLEMENTO E EXTINÇÃO NORMAL DAS OBRIGAÇÕES
*
Extinção das obrigações- Modos 
pelo pagamento direto: fim normal da obrigação. Cumprimento integral, no tempo e no modo estabelecidos.
pelo pagamento indireto: exs: a consignação, imputação ao pagamento, dação ao pagamento, compensação, novação, confusão.
pela extinção voluntária: cumprimento espontâneo.
pela extinção forçada: execução judicial (cumprimento de forma específica ou com a conversão da coisa devida no seu equivalente). 
pela extinção sem caráter satisfatório do credor, ou seja, extinção sem pagamento: como nos casos de impossibilidade de execução sem culpa do devedor, nulidade ou anulação da obrigação, prescrição, ou pela remissão.
*
TEORIA DO PAGAMENTO
Noções gerais
Ocorre o pagamento quando há a execução (cumprimento) da obrigação. Satisfeita a prestação o vínculo deixa de existir. 
Sentidos da expressão pagamento:
Restrito \u2013 entrega de dinheiro ao sujeito ativo em cumprimento de obrigação pecuniária.
Amplo \u2013 cumprimento da prestação de dar, fazer ou não fazer, devida pelo sujeito passivo (devedor) em obrigação de qualquer natureza.
Pagamento nas obrigações de:
DAR: será a tradição da coisa ou a entrega do preço;
FAZER: será a prestação do fato;
NÃO FAZER: será uma abstenção, um tolerar, um não impedir.
*
Pressupostos do pagamento: 
a) O vínculo obrigacional entre o devedor e o credor
b) Satisfação exata da prestação.
*
1º Pressuposto : O vínculo obrigacional entre o devedor e o credor
Devedor \u2192sujeito passivo ou \u201csolvens\u201d (o que paga)
Credor \u2192sujeito ativo ou \u201caccipiens\u201d (o que recebe). 
Todo o pagamento supõe uma dívida (uma obrigação)
Ao poder do credor de exigi-la, corresponde a necessidade jurídica do devedor em satisfazê-la.
*
2º Pressuposto: Satisfação exata da prestação.
a) o devedor só se desobriga se satisfizer rigorosamente a prestação - Imodificabilidade do objeto. Art. 313. (Exceção: Art. 356CC \u2013 dação em pagamento \u2013 acordo expresso). 
b) o devedor não pode exigir do credor que receba por partes uma dívida que deve ser paga por inteiro. Art.314 CC; Princípio da indivisibilidade da prestação, mesmo sendo ela naturalmente divisível (hipótese de um só credor e um só devedor). (Exceção - ver próximo slide).
c) a prestação deve ser satisfeita ao destinatário do crédito pelo modo devido, pontualmente, no lugar determinado. Arts. 308 e 394 CC.
*
Exceções ao art. 313:
1 \u2013 pelas dívidas do de cujus os herdeiros só respondem, cada qual, pelas forças da herança (em proporção à parte que lhes coube na herança. Art.597 CPC \u201cO espólio responde pelas dívidas do falecido; mas, feita a partilha, cada herdeiro responde por elas na proporção da parte que na herança lhe coube\u201d.);
2 \u2013 insuficientes os bens do devedor executado judicialmente o credor recebe a parte cobrável, remanescendo o crédito na parte restante.