Direito Processual Civil I
372 pág.

Direito Processual Civil I


DisciplinaDireito Processual Civil I43.083 materiais747.420 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Não	
  é	
  direito	
  único	
  do	
  autor,	
  através	
  da	
  Ação,	
  mas	
  é	
  direito	
  do	
  
réu,	
   que	
   tem	
   o	
   direito	
   de	
   ser	
   ouvido	
   e	
   de	
   par<cipar	
   em	
   todos	
   os	
   momentos	
   do	
  
procedimento	
  
AOnge	
   direitos	
   coleOvos	
   -­\u2010	
   A<nge	
   não	
   só	
   os	
   direitos	
   individuais,	
   mas	
   hoje	
   os	
   direitos	
  
cole<vos,	
  como	
  do	
  consumidor	
  e	
  ambiental	
  
Direito	
  à	
  adequação	
  do	
  procedimento	
  ao	
  Direito	
  Material	
   -­\u2010	
  E	
  não	
  encampa	
   somente	
  o	
  
direito	
  de	
  acesso	
  à	
  jurisdição,	
  mas	
  a	
  criação	
  de	
  meios	
  hábeis	
  à	
  realização	
  do	
  direito,	
  pois	
  
acesso	
   sem	
   resolução	
   do	
   con\ufb02ito	
   não	
   gera	
   resultado,	
   como	
   mandado	
   de	
   segurança,	
  
habeas	
  data,	
  habeas	
  corpus,	
  etc	
  
25	
  
Prof.	
  Me.	
  Altair	
  Rosa	
  Filho	
  
altair_silva@uniri,er.edu.br	
  
Direito	
  Fundamental	
  ao	
  Processo	
  Justo	
  
Direitos	
  Fundamentais	
  Processuais	
  
Fundamento	
  ConsOtucional	
  -­\u2010	
  Tem	
  como	
  fundamento	
  o	
  art.	
  5º,	
  LIV,	
  da	
  CF88,	
  ao	
  a\ufb01rmar	
  que	
  \u201cninguém	
  
será	
   privado	
  da	
   liberdade	
  ou	
  de	
   seus	
   bens	
   sem	
  o	
  devido	
  processo	
   legal\u201d;	
   tem	
   como	
   fundamento	
  o	
  
Direito	
  ao	
  Devido	
  Processo	
  Legal	
  
Fonte	
   de	
   normas	
   e	
   princípios	
   \u2013	
  o	
  Direito	
   Fundamental	
   ao	
   Processo	
   Justo	
   é	
   o	
   alicerce	
   do	
   processo	
  
jurisdicional	
  brasileiro	
  e	
  dela	
  emanam	
  inúmeras	
  outras	
  normas	
  e	
  princípios	
  
Proteção	
  das	
  partes	
  -­\u2010	
  Exige	
  a	
  realização	
  de	
  um	
  estado	
  ideal	
  de	
  prote<vidade,	
  buscando	
  interpretar	
  as	
  
regras	
  processuais	
  e	
  afastar	
  aquelas	
  que	
  não	
  contemplam	
  a	
  proteção	
  das	
  partes	
  no	
  processo	
  
	
  
Processo	
  Devido	
  -­\u2010	
  Processo	
  justo	
  é	
  processo	
  devido,	
  sendo	
  condição	
  para	
  o	
  alcance	
  de	
  uma	
  decisão	
  
justa	
  o	
   respeito	
  às	
  normas	
  estabelecidas	
  pelo	
   legislador	
  que	
  dão	
  contorno	
  à	
   realização	
  da	
  a<vidade	
  
jurisdicional,	
  protegendo	
  a	
  parte	
  de	
  excessos	
  e	
  assegurando	
  garan<as	
  fundamentais	
  
A	
  quem	
   incumbe	
  estabelecer	
  o	
  Devido	
  Processo	
   Lega?	
  É	
   tarefa	
  do	
   legislador	
   estabelecer	
  o	
  Devido	
  
Processo	
  Legal,	
  organizando	
  e	
  formalizando	
  a	
  estrutura	
  processual	
  
Dever	
  do	
  Juiz	
  -­\u2010	
  O	
  juiz	
  tem	
  o	
  dever	
  de	
  o<mizar	
  a	
  realização	
  de	
  um	
  processo	
   justo,	
  afastando	
  normas	
  
que	
  não	
  contemplam	
  a	
  efe<vidade	
  processual,	
  garan<ndo	
  às	
  partes	
  a	
  realização	
  de	
  todas	
  as	
  garan<as	
  
cons<tucionais	
  fundamentais	
  
26	
  
Prof.	
  Me.	
  Altair	
  Rosa	
  Filho	
  
altair_silva@uniri,er.edu.br	
  
Direito	
  Fundamental	
  à	
  Tutela	
  Adequada	
  e	
  Efetiva	
  
Direitos	
  Fundamentais	
  Processuais	
  
Fundamento	
   consOtucional	
   -­\u2010	
   Tem	
   também	
   fundamento	
   no	
   art.	
   5º,	
   XXXV,	
   da	
   CF88,	
   pois	
   não	
  
basta	
   o	
   acesso	
   à	
   jus<ça	
   se	
   a	
   tutela	
   jurisdicional	
   não	
   for	
   adequada	
   e	
   efe<va,	
   no	
   sen<do	
   de	
  
promover	
  a	
  realização	
  justa	
  do	
  Direito	
  Material;	
  A	
  lei	
  ou	
  a	
  falta	
  dela	
  não	
  pode	
  afastar	
  a	
  proteção	
  
ao	
  Direito,	
  pois	
  tutela	
  é	
  proteção	
  
	
  
Adequação	
  \u2013	
  A	
  tutela	
  deve	
  ser	
  adequada,	
  pois	
  estará	
  atenta	
  às	
  necessidades	
  do	
  direito	
  material	
  
deba<do	
  tutelando-­\u2010o	
  de	
  forma	
  a	
  compreender	
  a	
  peculiaridade	
  de	
  relações	
  jurídicas	
  dis<ntas	
  
EfeOvidade	
  \u2013	
  precisa	
  ser	
  efe<va,	
  porque	
  deverá	
  realizá-­\u2010lo	
  concretamente,	
  sendo	
  o	
  resultado	
  da	
  
demanda	
   o	
   mais	
   aderente	
   possível	
   ao	
   direito	
   material,	
   alterando	
   a	
   realidade	
   de	
   forma	
   a	
  
assegurar	
  a	
  parte	
  o	
  cumprimento	
  das	
  decisões	
  e	
  a	
  proteção	
  ao	
  direito	
  
Con\ufb02ito	
   \u2013	
   Sempre	
   que	
   se	
   fala	
   em	
   adequação	
   e	
   efe<vidade	
   promove-­\u2010se	
   um	
   debate	
   sobre	
   a	
  
necessidade	
  de	
  ponderação	
  entre	
  valores	
  como	
  segurança	
  jurídica	
  e	
  efe<vidade	
  
Análise	
  do	
  caso	
  concreto	
  -­\u2010	
  Implica	
  a	
  necessidade	
  de	
  análise	
  do	
  caso	
  Concreto,	
  pois	
  ela	
  deve	
  ser	
  
capaz	
  de	
  proteger	
  os	
  direito	
  deba<do	
  na	
  causa	
  
Obrigação	
  do	
  Estado	
  -­\u2010	
  Com	
  isso	
  obriga-­\u2010se	
  o	
  Poder	
  Público	
  a	
  prever,	
  por	
  exemplo,	
  ritos	
  especiais,	
  
com	
  níveis	
  de	
  cognição	
  adequados	
  e	
  proporcionais	
  
27	
  
Prof.	
  Me.	
  Altair	
  Rosa	
  Filho	
  
altair_silva@uniri,er.edu.br	
  
Direito	
  Fundamental	
  ao	
  Juiz	
  Natural	
  
Direitos	
  Fundamentais	
  Processuais	
  
Fundamentos	
  ConsOtucionais	
   -­\u2010	
  Tem	
   fundamento	
  nos	
   ar<gos	
  Arts.	
   5o.	
   LIII	
   e	
   XXXVII,	
  
privilegiando	
   a	
   independência	
   e	
   a	
   imparcialidade	
   jurisdicional;	
   O	
   órgão	
   deve	
   ser	
  
imparcial,	
   que	
   é	
   nota	
   essencial	
   à	
   jurisdição	
   e	
   por	
   isso	
   deve	
   ser	
   exercida	
   de	
   forma	
  
autônoma	
  e	
  independente	
  
Competência	
  -­\u2010	
  Exige-­\u2010se	
  a	
  predeterminação	
  dos	
  critérios	
  para	
  \ufb01xação	
  da	
  competência	
  
	
  
GaranOas	
   aos	
   magistrados	
   -­\u2010	
   Justamente	
   por	
   isso	
   se	
   dá	
   a	
   criação	
   de	
   garan<as,	
  
também,	
  aos	
   juízes,	
   tais	
   como	
  a	
  vitaliciedade,	
   inamovibilidade	
  e	
   irredu<bilidade	
  de	
  
subsídio	
  
Conceito	
   -­\u2010	
   Juiz	
   natural	
   é	
   juiz	
   competente,	
   autônomo,	
   impacial	
   e	
   escolhido	
  
aleatoriamente	
  e	
  não	
  se	
  pode	
  pensar	
  em	
  processo	
  justo	
  sem	
  esses	
  elementos	
  
	
  
Valores	
   assegurados	
   também	
   pelo	
   CPC	
   -­\u2010	
  O	
   CPC	
   concede	
   às	
   partes	
   outra	
   série	
   de	
  
garan<as	
   que	
   visam	
   a	
   imparcialidade,	
   tais	
   como	
   as	
   normas	
   que	
   regulam	
  
impedimento	
  e	
  suspeição,	
  bem	
  como	
  a	
  vedação	
  de	
  instauração	
  de	
  processo	
  de	
  o{cio	
   28	
  
Prof.	
  Me.	
  Altair	
  Rosa	
  Filho	
  
altair_silva@uniri,er.edu.br	
  
Direito	
  Fundamental	
  à	
  Igualdade	
  Processual	
  
Direitos	
  Fundamentais	
  Processuais	
  
Fundamento	
  ConsOtucional	
  -­\u2010	
  Tem	
  fundamento	
  no	
  Art.	
  5o	
  Inciso	
  I,	
  CF88	
  
Isonomia	
   -­\u2010	
   Impõe	
   que	
   o	
   processo	
   seja	
   organizado	
   de	
   forma	
   isonômica,	
   não	
  
permi<ndo	
   a	
   concessão	
   de	
   privilégios	
   a	
   qualquer	
   das	
   partes,	
   assegurando-­\u2010se	
  
igualdade
Karen
Karen fez um comentário
Este material é atualizado pelo novo CPC?
0 aprovações
Carregar mais