A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
fases da inclusão

Pré-visualização | Página 1 de 1

Inclusão: Um 
caminho a seguir
1
Conversa inicial: Fases de 
desenvolvimento da 
educação
A educação inclusiva surgiu 
mediante a lutas, organizações 
favoráveis à educação das 
pessoas com deficiência. Que 
ganha força mediante a Lei que 
entra em vigor na Constituição de 
88, garantindo “educação para 
todos” artigo 205, e em 1994 a 
Declaração de Salamanca.
2
EXCLUSÃO
As pessoas com necessidades especiais 
não estavam inseridas em nenhum tipo 
de instituição de ensino, deixando de ter 
seus valores reconhecidos, levando-os ao 
isolamento da sociedade.
3
SEGREGAÇÃO
As pessoas com deficiência eram 
inseridas nas instituições especiais, 
assim como centro de reabilitação, 
geralmente atendidas nas 
instituições religiosas ou 
filantrópicas e tinham pouco ou 
nenhum controle sobre a qualidade 
de atenção recebida, enquanto as 
pessoas dita como “normais” eram 
inseridas em instituições regulares 
de ensino.
4
INTEG de ensino 
INTEGRAÇÃO
As pessoas com necessidades 
especiais estão na mesma instituição 
“ditas normais”, porém em classes 
separadas. Tinham que se adaptar à 
escola,são moldados de acordo com os 
padrões determinados pela sociedade 
o qual pertencia.
5
INCLUSÃO
Transforma a escola em espaço para 
todos, favorecendo a diversidade, voltada 
para a cidadania global, plena livre de 
preconceitos e que reconhece e valoriza 
as diferenças de cada aluno sendo ele 
deficiente ou não.
6
O que é uma sociedade 
inclusiva?
Quando pensamos em uma sociedade 
inclusiva, logo pensamos em incluir 
pessoas com deficiência na sociedade ou 
então pensamos também na acessibilidade 
destas , contudo a inclusão de um modo 
geral é a garantia, a todos, do acesso 
contínuo da vida em sociedade que deve 
estar preparada para o acolhimento da 
diversidade humana, a aceitação das 
diferenças individuais.
7
Síndrome de Down
SD é uma alteração genética 
caracterizada pela presença de um 
cromossomo extra nas células de um 
indivíduo.
Características de uma criança SD:
● Olhos amendoados
● Hipotonia: diminuição dos tônus 
muscular
● Atraso no desenvolvimento 
intelectual
● Maior propensão ao desenvolver 
algumas doenças.
8
Nos anos 80 os Downs eram vistos como 
mongolóides e sua expectativa de vida 
era de 30 anos. Quase sempre sua 
família os colocavam em instituições 
durante o dia todo.
Hoje com estudos mais avançados da 
SD, crianças são capazes de se 
desenvolver de acordo com seu ritmo, 
através de terapias, estimulação precoce, 
fono e fisioterapias. Contudo com a ajuda 
da família e com muito paciência eles 
podem adquirir sua própria 
independência.
9
A maior preocupação dos pais, são como seus filhos vão ser recebidos na 
sociedade, pois ainda há muita desinformação e discriminação com a pessoa 
portadora da síndrome de Down.
MOVIMENTO DOWN: É uma 
organização não governamental cuja 
meta é de ver cada vez mais pessoas 
com essa deficiência independentes e 
exercendo a sua cidadania na sociedade, 
assim com o atleta de 35 anos que se 
tornou a primeira pessoa com Síndrome 
de Down do mundo a alcançar a faixa 
preta no judô.
10
11

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.