A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
apol2017

Pré-visualização | Página 1 de 2

Considere o seguinte fragmento de texto:
“Desde o início de sua carreira, Agassiz buscava encontrar o plano de criação do mundo a partir das observações sobre a distribuição dos peixes nos mares e rios, inclusive os peixes fósseis. Um grande problema para os não-evolucionistas da época era explicar por que os animais fósseis são diferentes dos atuais. [...] Deus teria recriado várias vezes os animais e plantas”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: KURY, Lorelai B. A sereia amazônica dos Agassiz: zoologia e racismo na viagem ao Brasil. In: Revista brasileira de História. v. 21, n. 41, 2001. p. 157-172.
Além discutir sobre teorias que contestavam a evolução das espécies, Louis Agassiz era também um representante da escola etnológica-biológica que defendia a ideia da formação das “múltiplas raças” a partir de mutações genéticas. Tomando como referência os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia, analise as assertivas a seguir e assinale a alternativa que corresponde ao pensamento desta escola:
	
	C	
Os traços físicos determinam a moral dos indivíduos.
	
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Aos 72 anos de idade, o Marechal Lima da Silva via realizado seu desejo [...]: ingressava nos círculos mais próximos ao rei. Sabia, porém, que sua tarefa não estava encerrada. Para sedimentar sua nova posição, era preciso também reposicionar socialmente a família”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: SOUZA, Adriana Barreto de. A metamorfose de um militar em nobre: trajetória, estratégia e ascensão social no Rio de Janeiro joanino. In: Tempo. v. 12, n. 24, p. 54-73, 2008. p. 71-72.
O fragmento de texto trata de um movimento de ascensão social facilitada pela proximidade de alguém com status político e de poder, no caso, o rei.  Levando em consideração os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia, como é denominada a mudança que ocorre de um estrato social para outro? Analise as opções a seguir e assinale a alternativa correta:  
	B	
Mobilidade social.
Leia o trecho de texto a seguir:
“Pra ver do alto a fila de soldados, quase todos pretos
Dando porrada na nuca de malandros pretos
De ladrões mulatos e outros quase brancos
Tratados como pretos
Só pra mostrar aos outros quase pretos
(E são quase todos pretos)
E aos quase brancos pobres como pretos
Como é que pretos, pobres e mulatos
E quase brancos quase pretos de tão pobres são tratados”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em:<https://www.vagalume.com.br/caetano-veloso/haiti.html> Acesso em 21 out. 2016.
O trecho do texto apresentado anteriormente foi retirado da música Haiti, de Caetano Veloso e Gilberto Gil. Esta música trata da desigualdade racial, que é um tipo de desigualdade social. Sobre as características básicas das desigualdades sociais e, tendo em vista os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia, relacione os termos a seguir às suas características:
Desigualdade como fenômeno social.
Desigualdade como fenômeno onipresente.
Desigualdade como fenômeno de diferentes configurações.
Desigualdade como fenômeno que influencia condições de vida.
(4  ) Potencializa conflitos entre pessoas e coletividades.
( 2 ) Está presente em todas as sociedades humanas.
( 1 ) Não tem origem em condições biológicas e naturais.
(3  ) Muda de forma e conteúdo no espaço e no tempo.
	E	
4 – 2 – 1 – 3
Considere o seguinte fragmento de texto:
“No afã de libertar a sociedade francesa de todos os preconceitos e discriminações vigentes no Antigo Regime, os filósofos iluministas idealizaram uma nova sociedade fundamentada na trilogia: liberdade, igualdade e fraternidade. A partir desse ideário, os revolucionários edificaram na França o Estado Democrático de Direito, onde o respeito às liberdades e aos direitos individuais constitui um dos pontos basilares da nova organização estatal”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em:  DE SOUZA, Itamar. A mulher e a revolução francesa: participação e frustração. In: Revista do UNI-RN. v. 2, n. 2, p. 111, 2008. p. 111.
Tendo em vista os conteúdos do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia, leia as alternativas a seguir. Assinale aquela que aponta, corretamente, a relação entre o surgimento do feminismo no final do século XVIII e a crítica ao liberalismo:
	C	
A declaração dos direitos universais da Revolução Francesa, marcada pela ideologia liberal, não incluiu direitos para as mulheres, motivo pelo qual foi contestada.
	
Leia o seguinte extrato de texto:
“Desde o fim do século XVIII, a natureza feminina era associada gradativamente aos órgãos reprodutivos. Essa associação referendava o discurso médico e de autoridades acerca das limitações dos papéis das mulheres”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: COSTA, Tonia et al. Naturalização e medicalização do corpo feminino: o controle social por meio da reprodução. Interface: Comunicação, saúde, educação. v. 10, n. 20, p. 363-380, 2006. p. 368 
A mulher sempre teve seu lugar no mundo marcado pela maternidade e pela reprodução. As mudanças nessa área significaram também uma mudança no lugar da mulher na sociedade. Sendo assim, analise as assertivas a seguir. Qual das assertivas trata da relação entre o avanço tecnológico no campo da reprodução e contracepção e a questão de gênero?  Assinale a alternativa correta, usando como referência o conteúdo do livro-base Desigualdades de gênero, raça e etnia:
	D	
As técnicas contraceptivas deram à mulher a opção da gravidez, ao passo que as técnicas reprodutivas possibilitaram a gravidez sem o intercurso sexual.
Meio ambiente 
Atente para a seguinte citação:
“No caso dos seres humanos, o seu meio ambiente mais comum são as cidades que podem ser vistas como natureza modificada pelo homem, afastada, portanto, da categoria natureza, assumindo a categoria de meio ambiente específico, denominado também de meio ambiente construído. A natureza tem, então, um sentido dinâmico, pois está constantemente sendo transformada em meio ambiente, como decorrência do constante aumento do conhecimento do homem sobre ela. Os sistemas sociais humanos afastam-se gradualmente do ‘natural, pois, por sua própria natureza, têm por objeto conhecê-la e modificá-la”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: DULLEY, R.D. Noção de Natureza, Ambiente, Meio ambiente, recursos ambientais e recursos naturais. Agricultura em São Paulo. São Paulo, v. 51, n. 2, p. 15-26, jul./dez. 2004, p. 21 (link: http://www.iea.sp.gov.br/out/publicacoes/pdf/asp-2-04-2.pdf. Acesso em 16 abr. 2016).
O texto enfatiza-se a relação entre o homem e o meio ambiente e o determinismo baseado apenas nas necessidades do homem. Em nossas aulas e no livro-base Gestão socioambiental no Brasil: Uma análise ecocêntrica, consideramos mais amplamente o conceito de meio ambiente. Baseado nisso, leia as proposições a seguir:
I. O meio ambiente é um objeto complexo, pois quando é abordado sob os aspectos social e natural, outro conjunto de premissas e de conceitos básicos é incorporado a ele.
II. O conceito de meio ambiente vem sendo desenvolvido durante a evolução das preocupações ambientais e não se restringe a apenas uma área do conhecimento.
A ) I e II.
	
Considere o seguinte extrato de texto:
“A sociedade brasileira recebe anualmente a estimativa de perda de floresta na Amazônia, a qual é realizada com o uso de imagens de satélite e medida em quilômetros quadrados. O que não se conhece é o quanto de recursos naturais se perde a cada quilômetro quadrado de floresta destruída”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: SILVA, J.M.C.; TOLEDO, P.M. Estratégias para evitar a perda de biodiversidade na Amazônia. Estudos Avançados (USP), São Paulo, v. 19, n°. 54, p.153-164, maio/ago. 2005.