A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
Curso Novo Acordo 1

Pré-visualização | Página 2 de 3

olfacto-olfato, concepção-conceção, académico-acadêmico, bónus-bônus, 
ingénuo-ingênuo, abdómen-abdômen. 
 
 
 
9 
 
1.7 Hífen 
 
A convenção anterior revelava dificuldade extrema na aplicação das 
regras de uso do hífen. O Acordo simplifica as regras. 
 
Modificação 1: elimina-se o hífen nas formações por prefixação e 
recomposição em que o prefixo ou pseudoprefixo termina em vogal e o 
elemento seguinte começa por “r” ou “s”, dobrando-se as consoantes. 
 
Antes Acordo 
auto-realização autorrealização 
auto-redenção autorredenção 
auto-retrato autorretrato 
auto-satirizar autossatirizar 
auto-serviço autosserviço 
auto-sugestão autossugestão 
auto-suficiência autossuficiência 
auto-suficiente autossuficiente 
auto-sustentável autossustentável 
co-réu corréu 
co-redator corredator 
co-responsabilidade corresponsabilidade 
co-responsável corresponsável 
co-segurado cossegurado 
co-signatário cossignatário 
anti-racional antirracional 
anti-radiação antirradicação 
anti-realismo antirrealismo 
anti-regimental antirregimental 
anti-religioso antirreligioso 
anti-roubo antirroubo 
anti-semita antissemita 
 
10 
 
anti-social antissocial 
semi-racional semirracional 
semi-real semirreal 
semi-reta semirreta 
semi-secular semissecular 
semi-suspenso semissuspenso 
supra-racional suprarracional 
supra-realizado suprarrealizado 
supra-sumo suprassumo 
mega-sena megassena 
ultra-som ultrassom 
ultra-rápido ultrarrápido 
 
Modificação 2: elimina-se o emprego do hífen nas formações por 
prefixação e recomposição em que o prefixo ou pseudoprefixo termina em 
vogal e o elemento seguinte começa por vogal diferente daquela. Emprega-se, 
no entanto, o hífen sempre que, nas formações por prefixação ou recomposição, 
o prefixo ou pseudoprefixo termina em vogal e o elemento seguinte começa por 
vogal igual àquela, exceto o prefixo “co-“, que ocorre em geral aglutinado, mesmo 
quando o elemento seguinte começa por “o”: anti-ibérico, contra-almirante, micro-
ondas, cooperação, semi-interno, intra-arterial, arqui-inimigo. 
 
Antes Acordo 
Agro-industrial agroindustrial 
Anti-aéreo antiaéreo 
Auto-estrada autoestrada 
Co-autor coautor 
Co-acusado coacusado 
Co-administração coadministração 
Co-arrendatário coarrendatário 
Co-avalista coavalista 
Co-obrigação coobrigação 
Extra-escolar extraescolar 
 
11 
 
Extra-oficial extraoficial 
Auto-atendimento autoatendimento 
Auto-acusação autoacusação 
Auto-ajuda autoajuda 
Auto-estima autoestima 
Auto-imposição autoimposição 
Auto-imune autoimune 
Contra-escriturado contraescriturado 
Contra-escritura contraescritura 
Contra-indicação contraindicação 
Contra-inquérito contrainquérito 
Contra-informar contrainformar 
Contra-inquirido contrainquirido 
Contra-interpelado contrainterpelado 
Contra-oferta contraoferta 
Contra-opção contraopção 
Contra-almirante contra-almirante 
Microondas micro-ondas 
 
 
Modificação 3: palavras compostas que designam espécies na área da 
botânica e da zoologia, estejam ou não ligadas por preposição ou qualquer outro 
elemento, escrevem-se sempre com hífen: couve-flor, erva-doce, feijão-verde, 
bem-me-quer, formiga-branca. 
 
Modificação 4: ligações da preposição “de” com as formas monossilábicas 
do presente do indicativo do verbo “haver” não recebem hífen: hei de, hás de, há 
de, hão de. 
 
 
 
 
12 
 
1.7.1 Hífen em locuções 
 
O Novo Acordo alterou as regras que envolvem a formação de palavras 
com prefixos, mas manteve aquelas em que duas palavras formam uma 
locução ou uma palavra composta. Palavras compostas são aquelas que 
apresentam unidade lexical, com entrada própria no dicionário (verbete). Seus 
elementos constitutivos formam uma unidade de sentido diferente de cada um 
de seus elementos separadamente. Assim, a palavra couve designa uma 
verdura; flor, uma planta ornamental. Se juntarmos as duas (couve + flor), 
teremos uma terceira palavra composta, com sentido próprio e diferente das 
outras duas: couve-flor. O mesmo ocorre com palavras como secretária-
eletrônica, bolsa-família, vale-transporte, licença-paternidade, etc. 
 
 Vejamos abaixo uma relação de palavras compostas que mais causam 
dúvidas em relação ao uso do hífen: 
 
 
A 
advogado‐geral 
área‐fim 
área‐meio 
Assembleia‐geral (pl. assembleias‐gerais) 
atividade‐fim (pl. atividades‐fim) 
atividade‐meio (pl. atividades‐meio) 
 
 
B 
bem‐estar 
boa‐fé 
bom senso 
 
 
 
13 
 
C 
carta‐contrato 
carta‐convite 
coautor 
colarinho‐branco 
comandante‐chefe 
comandante‐geral 
comando‐geral 
contra‐arrazoado 
contrarrazões  
contrarreforma 
contrarréplica 
contrassenso 
corréu 
crédito‐prêmio 
crime‐fim 
crime‐meio 
 
D 
 
data‐base  
data‐limite  
Defensoria Pública‐Geral 
desrepublicanizar 
dessubstanciar 
dia a dia  
dia‐multa (dias‐multa, dias‐multas) 
dois‐pontos  
 
 
 
 
14 
 
E 
edifício‐sede 
e‐mail 
Estado‐membro [do Mercosul] (pl. Estados‐membros)  
Estado‐parte [do Mercosul] (pl. Estados‐partes)  
ex abrupto 
extra‐articular 
extra‐amazônico 
extraclasse  
extraditar 
extraconjugal 
extraescolar 
extrafiscal 
extra‐humano 
extrarregimental 
extrassemântico 
 
H 
 
hora extra  
 
I 
infraconstitucional 
infraestrutura 
interatuar 
intercorrelação 
inter‐racial 
inter‐relação 
inter‐relatividade 
intersocial 
intrarracial 
 
15 
 
M 
má‐fé 
mão de obra 
matéria‐prima 
meio‐termo 
ministro presidente 
ministro relator 
 
N 
não + substantivo/adjetivo ‐  sem hífen:  
não conhecimento 
não sujeição 
não conhecido 
 
 
O 
operário‐padrão (pl. operários‐padrão)] 
on line (ligado, contrário de off line) 
online ou on‐line (preferível junto – itálico: Língua inglesa) 
 
 
P 
país‐membro [do Mercosul] (pl. países‐membros) 
país‐parte [do Mercosul] (pl. países‐partes) 
peculato‐desvio 
pena‐base 
ponto‐final  
ponto e vírgula ou ponto‐e‐vírgula 
predefinida  
preestabelecido 
prequestionamento 
 
16 
 
processo‐crime (“processos‐crimes”, por padronização) 
procurador‐geral 
Procuradoria‐Geral  
 
Q 
Queixa‐crime (“queixas‐crimes”, por padronização) 
 
 
R 
recandidatura 
reeleição 
reinquirição 
regra matriz‐padrão (plural: “regras matrizes‐padrão”) 
 
S 
salário de benefício  
salário de contribuição  
salário‐educação 
salário‐família  
salário mínimo: (cf. Houaiss: salário abaixo do qual a  lei proíbe remunerar um 
trabalhador) 
salário‐mínimo (cf. Houaiss: trabalhador cuja remuneração é o salário mínimo, 
não o salário mínimo propriamente dito) 
secretaria‐geral 
secretário‐geral 
seguro‐desemprego 
seguro‐saúde  
sem‐terra 
semiaberto 
semiliberdade 
socioeconômico  
 
17 
 
sociocultural 
socioeducativo 
sócio‐gerente 
sociopsicologia 
subprocurador 
subprocuradoria 
supracitado 
supraestatal 
supralegal 
supramencionado 
 
T 
tão somente 
tão só 
teleeducação 
teleológico 
 
U 
 
ultra‐atividade 
unidade‐padrão (pl. unidades‐padrão) 
 
V 
voto condutor 
voto‐vista (pl. votos‐vista) 
voto vogal 
 
 
 
18 
 
Conclusão 
Vimos neste módulo as modificações introduzidas pelo Novo Acordo 
Ortográfico da Língua Portuguesa. Apesar de o período de transição para 
implementação das novas regras ter sido alterado (até 31 de dezembro de 
2015), o ideal é já usar o novo sistema para que a assimilação seja efetiva. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Para saber mais 
Quando surgir dúvida em relação à