A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
Aula 1 a 5 - Orientação educacional

Pré-visualização | Página 1 de 2

ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
AULA DE REVISÃO – AV I
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Aula 1- Princípios e Práticas em Orientação Educacional.
Aula 2: A Orientação Educacional e a Legislação
Educacional.
Aula 3 - A Orientação Educacional e as Relações
interpessoais no Cotidiano da Escola.
Aula 4-Orientação Educacional e os Desafios presentes no
Contexto Escolar.
Aula 5: A Orientação Educacional e a Dificuldade de
Aprendizagem.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Objetivos desta aula:
• Revisar os conteúdos trabalhados nas aulas anteriores.
• Dar enfoque aos pontos principais abordados nas aulas
anteriores.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Objetivos da aula I :
I
-Conceituar a Orientação Educacional.
-Contextualizar a Orientação Educacional mediante
a realidade brasileira.
- Identificar os períodos da Orientação Educacional. 
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Início da Orientação
A orientação educacional tem sua trajetória iniciada 
pela área de orientação vocacional. 
•Frank Parsons, em 1908, Boston, EUA. 
Nas escolas:
•Jesse Davis, em 1912, Detroit, EUA.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Alguns períodos:
•Período Implementar:1920A 1941.
Neste período a Orientação está associada à Orientação
Profissional, preponderando a seleção e escolha profissional;
•Período Institucional: 1942 a 1961.
Este período é caracterizado pela exigência legal da Orientação
Educacional nos estabelecimentos de ensino e nos cursos de
formação dos orientadores educacionais.
•Período Transformador: 1961 a 1970.
Pela Lei 4.024/61, a Orientação Educacional é caracterizada como
educativa, ressaltando a formação do Orientador e fixando as
Diretrizes e Bases da educação Nacional;
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Alguns períodos:
•Período Disciplinador: 1971 a 1980.
Conforme a Lei 5.692/71, a Orientação Educacional é obrigatória nas
escolas, incluindo o aconselhamento educacional.
O Decreto 72.846/73, regulamenta o exercício da profissão de O. E.
•Período Questionador: 1980 a 1990.
O Orientador discute suas práticas, seus valores, a questão do aluno
trabalhador, enfim, a sua realidade no meio social;
a prática da orientação volta-se para a concepção de educação
como ato político;
•Período Orientador: a partir de 1990.
A orientação volta-se para a "construção" do cidadão comprometido
com seu tempo e sua gente, trabalhando a subjetividade e a
intersubjetividade, obtidas através do diálogo.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Como se encontra a orientação educacional nos dias de
hoje?
A orientação, hoje, caracteriza-se por um trabalho muito
mais abrangente no sentido de sua dimensão pedagógica.
Possui caráter mediador juntos aos demais educadores,
atuando com todos os protagonistas da escola no resgate
de uma ação mais efetiva e de qualidade nas escolas.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Objetivos da aula II:
- Conhecer alguns documentos legais referentes à 
educação brasileira.
- Analisar o campo da Orientação Educacional mediante a 
legislação educacional brasileira.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
De que forma poderemos compreender a evolução da
Orientação?
A partir da leitura de documentos legais, tais como:
• A Constituição Federal;
• As leis orgânicas de ensino;
• A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Na Lei Orgânica do Ensino Industrial de 1942, pela
Reforma Capanema, é instituído oficialmente o Serviço
de Orientação Educacional no Brasil.
“É instituído o Serviço de orientação Educacional, com
a finalidade de correção e encaminhamento dos
alunos-problemas e de elevação das qualidades
morais, através de um regime de autonomia que
facilita a educação social dos escolares. Referiu-se,
ainda, a Lei, à facilitação da escolha profissional,
esclarecendo e aconselhando, em cooperação com a
família”. (Maia e Garcia, 1995 , p. 15).
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e a 
Orientação Educacional
•Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1961
(Lei 4024/61).
É instituída a Orientação Educativa e Vocacional, em cooperação
com a família, com a preocupação de ajustamento do indivíduo ao
ambiente da escola, do trabalho e a própria sociedade.
A formação do orientador, sua fundamentação baseava-se em
conteúdos psicológicos como forma de construção de uma prática
voltada para uma ideologia liberal do desenvolvimento da
individualidade e de aptidões.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
•Lei de Reforma do Ensino de 1971 (Lei 5692/71).
Possui como eixo norteador a qualificação para o
trabalho. É declarada a obrigatoriedade da Orientação
Educacional nos estabelecimentos de ensino de 1° e 2°
graus em cooperação com professores, a família e a
comunidade, visando um aconselhamento vocacional que
favoreça a escolha profissional conforme as necessidades
do mercado de trabalho.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
•Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de 1996 
(Lei 9394/96).
Em seu corpo textual não encontramos menção objetiva
sobre a Orientação Educacional como na lei anterior,
exceto a abordagem dada para a formação deste
profissional.
Outro aspecto relevante refere-se instituição da gestão
democrática no ensino público, que em sua concepção,
preconiza a participação dos profissionais da educação na
elaboração do projeto político pedagógico da escola.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
Objetivos da aula III :
•Reconhecer a ação da Orientação Educacional como
parceira na compreensão e superação das dificuldades de
relacionamento família e escola;
•Estudar o trabalho do Orientador Educacional
direcionado à aproximação da família no ambiente
escolar;
•Conhecer a real problemática que envolve o educando,
bem como o meio social e familiar em que está inserido.
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
A FAMÍLIA E SEU PROCESSO DE PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA:
•Processo de participação da família na escola.
A família aparece como grande parceiro nesta busca de uma
educação de qualidade, para tanto a escola precisa estabelecer
relações mais flexíveis e menos autoritárias entre educadores e sua
clientela escolar.
•Como se constituiu este processo de participação.
As propostas de aproximação entre família e escola foram
marcadas ao longo do tempo, por interesses diversos.
•O que marca a participação das famílias nos dias atuais.
É necessário estreitar a parceria entre escola/família/comunidade.
•Alguns questionamentos precisam ser repensados.
O que é família?
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
A COMUNICAÇÃO COMO CAMINHO PARA A EFICÁCIA NAS 
RELAÇÕES:
•Os ruídos da comunicação.
Cabe à orientação educacional estar atenta a uma
realidade permeada de avanços e recuos para romper com
práticas enraizadas.
•Com se estrutura essas relações de comunicação?
•A partir do afeto, os canais de comunicação tornam-se
meios para um melhor relacionamento. Cabe ao
Orientador Educacional estabelecer um espaço de
convivência tão importante para a democratização do
ensino
AULA DE REVISÃO PARA AV I
ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL
As relações pedagógicas, bem como seus objetivos, não
podem ser entendidas separadamente das relações
interpessoais, já que estas se imbricam e se implicam
mutuamente. Neste contexto, estabelecem-se os conflitos,
lapidam-se os desejos, constroem-se os projetos.
AULA DE REVISÃO