A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
37 pág.
IMPACTOS AMBIENTAIS

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina Sistema e Adequação Ambiental
Aula 05: 
Avaliação de Impactos Ambientais
Profa. Ma. Ana Paula Silva Teles
Março/2018
INTRODUÇÃO
• Poluição = Progresso;
• Diversos problemas de degradação
ambiental;
• 1970 = problemas deixaram de ser
localizados;
• Necessidade de adoção de novas estratégias
em relação ao controle de poluição.
2
3
Hidrelétrica 
Jirau, em 
Rondônia 
(2012 e 2014)
4
Após dois anos, impacto ambiental do desastre em Mariana ainda 
não é totalmente conhecido (2017)
5
Após dois anos, impacto ambiental do desastre em Mariana ainda 
não é totalmente conhecido (2017)
6
Após dois anos, impacto ambiental do desastre em Mariana ainda 
não é totalmente conhecido (2017)
7
8
• Elemento da atividade, produto
ou serviço da organização que
pode ter um impacto benéfico ou
adverso sobre o meio ambiente.
Aspecto 
Ambiental
• Alteração que ocorre no meio
ambiente como resultado de um
aspecto.
Impacto 
Ambiental
A relação entre aspectos e impactos é uma relação de causa e efeito.
9
Liberação 
de gases 
tóxicos
Lançamento
Contami
nação do 
ar
10
Lançamento 
de efluentes 
domésticos e 
industriais
Contaminação
Contaminação 
das águas
11
Descarte 
inadequado 
de RS
Contaminação
Contaminação 
do solo e água
MA é 
desprezível, 
o 
importante 
é produzir
Poluição é 
inerente aos 
processos 
produtivos 
e os custos 
devem ser 
pagos pelos 
clientes
O MA é 
importante, 
mas não cabe 
a nós a 
resolução do 
problema
Todos devem 
contribuir 
para 
melhorar o 
MA através 
de constantes 
esforços
Devemos 
fazer o que 
tiver de ser 
feito para 
proteger o 
MA
12
2000
1990
1980
1970
Pereira; Silva; Carbonari, 2011.
POLUIÇÃO
DEGRADAÇÃO DA QUALIDADE AMBIENTAL
Atividades 
sociais / 
econômicas
Lançamento 
matéria / 
energia em 
desacordo 
com os 
padrões
Saúde / 
segurança / 
bem-estar / 
biota / 
condições 
estéticas / 
sanitárias do 
MA
Água
Ar
Solo
13
Brasil, 1981.
Art. 1º - Para efeito desta Resolução,
considera-se impacto ambiental qualquer
alteração das propriedades físicas, químicas
e biológicas do meio ambiente, causada por
qualquer forma de matéria ou energia
resultante das atividades humanas que,
direta ou indiretamente, afetam:
Resolução CONAMA n° 001/86.
14
15
IMPACTO 
AMBIENTAL
a saúde, a 
segurança e 
o bem-estar 
da 
população
as 
atividades 
sociais e 
econômicas
a biota
as condições 
estéticas e 
sanitárias 
do meio 
ambiente
a qualidade 
dos recursos 
ambientais
Instrumentos 
da PNMA
Incentivo à 
tecnologia 
voltada para a 
melhoria da 
qualidade 
ambiental Sistema 
nacional de 
informações 
sobre o MA
Zoneamento 
ambiental
Criação de 
espaços 
territoriais 
especialmente 
protegidos
LA
AIA
Padrões 
de 
qualidade 
ambiental
16
17
Avaliação de 
Impacto Ambiental
Resolução 
CONAMA n° 001/86
Licenciamento 
Ambiental
Resolução CONAMA 
n° 237/97
Art. 2º - Dependerá de 
elaboração de estudo de 
impacto ambiental e 
respectivo relatório de 
impacto ambiental - RIMA, 
a serem submetidos à 
aprovação do órgão estadual 
competente, e do IBAMA 
em caráter supletivo, o 
licenciamento de atividades 
modificadoras do meio 
ambiente, tais como:
18
Estradas de rodagem
com duas ou mais
faixas de rolamento.
Ferrovias.
Portos e terminais de
minério, petróleo e
produtos químicos.
Aeroportos, conforme
definidos pelo inc. 1,
art. 48, do Decreto-Lei
nº 32, de 18.11.66.
Oleodutos, gasodutos,
minerodutos, troncos
coletores e emissários de
esgotos sanitários.
Linhas de transmissão de
energia elétrica, acima de
230 KV.
Obras hidráulicas para exploração de
recursos hídricos, tais como: barragem
para fins hidrelétricos, acima de 10MW,
de saneamento ou de irrigação, abertura
de canais para navegação, drenagem e
irrigação, retificação de cursos d'água,
abertura de barras e embocaduras,
transposição de bacias, diques.
Extração de combustível
fóssil (petróleo, xisto,
carvão).
Extração de minério, inclusive
os da classe II, definidas no
Código de Mineração.
Aterros sanitários,
processamento e destino final
de resíduos tóxicos ou
perigosos.
Usinas de geração de
eletricidade, qualquer que seja
a fonte de energia primária,
acima de 10MW.
Complexo e unidades
industriais e agro-industriais
(petroquímicos, siderúrgicos,
cloroquímicos, destilarias de
álcool, hulha, extração e
cultivo de recursos hídricos).
Distritos industriais e zonas
estritamente industriais –
ZEI.
Exploração econômica de
madeira ou de lenha, em áreas
acima de 100 hectares ou
menores, quando atingir áreas
significativas em termos
percentuais ou de importância
do ponto de vista ambiental.
Projetos urbanísticos, acima de
100ha. ou em áreas
consideradas de relevante
interesse ambiental a critério da
SEMA e dos órgãos municipais
e estaduais competentes.
Qualquer atividade que utilize
carvão vegetal, em quantidade
superior a dez toneladas por
dia.
23
EIA
Diagnóstico 
Ambiental
Caracterização do 
empreendimento
Análise dos 
impactos 
ambientais
Definição das 
Medidas 
Mitigadoras
Programas de 
Acompanhamento 
e Monitoramento
24
Artigo 5º - O estudo de impacto ambiental, além de
atender à legislação, em especial os princípios e
objetivos expressos na Lei de Política Nacional do Meio
Ambiente, obedecerá às seguintes diretrizes gerais:
I - Contemplar 
todas as 
alternativas 
tecnológicas e de 
localização de 
projeto, 
confrontando-as 
com a hipótese de 
não execução do 
projeto;
II - Identificar e 
avaliar 
sistematicamente 
os impactos 
ambientais gerados 
nas fases de 
implantação e 
operação da 
atividade ;
III - Definir os 
limites da área 
geográfica a ser 
direta ou 
indiretamente 
afetada pelos 
impactos, 
denominada área 
de influência do 
projeto, 
considerando, em 
todos os casos, a 
bacia hidrográfica 
na qual se localiza;
lV - Considerar os 
planos e programas 
governamentais, 
propostos e em 
implantação na 
área de influência 
do projeto, e sua 
compatibilidade.
ART. 6º - O EIA 
DESENVOLVERÁ, 
NO MÍNIMO, AS 
SEGUINTES 
ATIVIDADES 
TÉCNICAS:
Diagnóstico ambiental da 
área de influência do 
projeto, completa 
descrição e análise dos 
recursos ambientais e suas 
interações, tal como 
existem, de modo a 
caracterizar a situação 
ambiental da área, antes 
da implantação do 
projeto, considerando:
25
ATIVIDADES TÉCNICAS
MEIO FÍSICO 
• o subsolo,
• as águas,
• o ar e o clima,
• os recursos minerais,
• a topografia,
• os tipos e aptidões do solo,
• os corpos d'água,
• o regime hidrológico,
• as correntes marinhas,
• as correntes atmosféricas;
MEIO BIOLÓGICO
• a fauna e a flora,
• espécies indicadoras da
qualidade ambiental,
• espécies de valor científico
e econômico,
• espécies raras e ameaçadas
de extinção,
• as áreas de preservação
permanente;
MEIO SÓCIO-
ECONÔMICO 
• o uso e ocupação do solo,
• os usos da água,
• a sócio-economia,
• os sítios e monumentos
arqueológicos, históricos e
culturais da comunidade,
• as relações de dependência
entre a sociedade local, os
recursos ambientais e
utilização futura desses
recursos.
26
ATIVIDADES TÉCNICAS
27
CARACTERIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO
Objetivo e 
justificativas
Alternativas 
tecnológicas
Alternativas 
locacionais
Fases de 
construção e 
operação
Matérias-primas Mão-de-obra Fontes de energia
Processos e

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.