A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Gramíneas cultivadas para o pasto no Brasil- Trabalho de sistematica

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA
ZOOTECNIA-2014.2
DOCENTE: ANA GABRIELA BIEBER 
Anatomia e Sistemática Vegetal
Discentes: 
Maicon Rodrigues Porto 
Mateus Lacerda 
Jadson Ramos
Gramíneas cultivadas para o pasto no Brasil 
Morfologia da Poaceae
Morfologia 
Sistema Radicular: fasciculado
Colmo: Nó e entrenó 
Folhas: bainha, lígula e lâmina
http://4.bp.blogspot.com/_2fDa9FcoK9o/TCOiSdKd
Conversão do Cerrado
e
Floresta em pastagem
Gramíneas utilizada para alimentação do gado brasileiro
Coast Cross
Cynodon dactylon
Originário dos Estados unidos, é muito produtivo e suporta bem o clima tropical brasileiro. Seu crescimento é rasteiro e é bastante utilizada para fenação. Adapta-se bem em solos férteis e é muito utilizada na alimentação de equinos.
Centauro 
Panicum maximum
Desenvolvimento pela Seção de Genética do Instituto Agronômico de Campinas, no Estado de São Paulo, este capim é bem aceito por equinos e prefere regiões de clima ameno. Apresenta bom potencial de forragem verde, chegando a atingir um metro de altura. Possui folhas estreitas de cor verde - escura e exige solos férteis para uma boa propagação.
Capim gordura
Melinis minutiflora
Também chamado de Catingueiro, este capim perene não suporta regiões de seca e geladas. Tipicamente brasileiro, o Capim Gordura atinge mais de um metro de altura e seu desenvolvimento é bastante rápido, no entanto não suporta o pisoteio dos animais. Não exige solos férteis e resiste bem em áreas de solos pobres. Pode ser consorciado com leguminosas.
Quicuio da Amazônia
Brachiaria humidicola
Conhecida também pelos nomes de Capim Agulha e Pontidenho, esta planta gramínea possui folhagem de coloração verde - escura. É rústica, apresenta boa resistência ao pisoteio dos animais e pode proteger áreas em declive da erosão, pois quando adultas, costumam cobrir todo o solo. Esta forrageira se adapta bem a qualquer clima, entretanto prefere os mais quentes e úmidos. É originária da África Equatorial.
Andropogon
Andropogon gayamus 
Originário da Nigéria e Rodésia, é um capim que dura muito tempo, formando touceiras grandes com cerca de dois metros de altura. É também conhecido popularmente pelo nome de Gambá. Possui raízes desenvolvidas e coloração verde - azulada. Resiste bem a períodos de seca, prefere climas quentes, não se adapta a solos encharcados e pode ser consorciado com leguminosas.
Centenário
Panicum maximum
Também desenvolvido pela Seção de Genética do Instituto Agronômico de Campinas, é resistente por muito tempo, este capim se desenvolve em forma de touceira e chega a atingir 2,5 metros de altura com folhagem verde - escura. Se adapta bem ao clima tropical e prefere solos férteis. É bastante produtivo.
Capim de Rhodes
Chloris gayana
Este capim é ideal para fenação, além de ser muito bem aceito por cavalos. Originaria da África do Sul, se adapta bem ao clima brasileiro, mas prefere solos fertilizados. Chega a atingir 1,5 metros de altura, cobrindo rapidamente o solo.
Principais Gramíneas brasileira
Capim Napier
Pennisetum purpureum 
Esta gramínea, também chamada de Capim Elefante, chega a medir de três a cinco metros de altura e apresenta folhagem em tons verde - escuros e claros. É bastante utilizada como pasto de reserva para alimentação verde e também para silagem. Possui grande valor nutritivo e se adapta bem a qualquer tipo de clima. Sua origem é africana
Braquiária
Braquiária decumbens 
 
De formação rápida e muito resistente, a Brachiaria, apresenta boa produção de área verde. É originária da África tropical e suporta bem o pisoteio dos animais. Chega a atingir cerca de 70 centímetros de altura e não se adapta à regiões de clima muito quente. É bastante utilizada em áreas de cerrado, onde forma grandes pastos. Pode ainda ser plantada em terrenos de declive, pois possui capacidade de impedir a erosão.
Colonião
Panicum maximum
Capim de grande qualidade nutritiva, o Colonião é também chamado popularmente de Capim Colonião. É originário da África e possui características duradoura e apresenta forma de touceira, chegando a atingir 4 metros de altura. Prefere regiões de clima quente, solos levemente arenosos e não se adapta a solos encharcados
 
http://www.cnpt.embrapa.br/biblio/li/li01-forrageiras/cap2.pdf
http://4.bp.blogspot.com/_2fDa9FcoK9o/TCOiS/rizoma.jpg
http://www.alice.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/119505/1/CONVERSAO.pdf
Judd, Campbell, Kellogg, Stevens & Donoghue 2009. Sistemática Vegetal: um enfoque
filogenético. Ed. Artmed. Porto Alegre. Cap. 7 (pags. 296-301)
Referência
Obrigado!!!

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.