CURSO DE ADMINISTRACAO FINANCEIRA MANUAL
221 pág.

CURSO DE ADMINISTRACAO FINANCEIRA MANUAL


DisciplinaAdministração145.099 materiais1.046.697 seguidores
Pré-visualização50 páginas
CURSO DE 
ADMINISTRAÇÃO 
FINANCEIRA
MANUAL DO MESTRE 
ALEXANDRE ASSAF NETO 
FABIANO GUASTI LIMA
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
ALEXANDRE ASSAF NETO \u2022 FABIANO GUASTI LIMA
Edit
ora 
Atlas
Edit
ora 
Atlas
Edit
ora 
Atlas
SÃO PAULO
EDITORA ATLAS S.A. \u2013 2014
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA
ALEXANDRE ASSAF NETO \u2022 FABIANO GUASTI LIMA
MANUAL DO MESTRE
MATERIAL DE SITE 
Sumário
1 - INTRODUÇÃO ÀS FINANÇAS CORPORATIVAS, 6
2 - AMBIENTE FINANCEIRO BRASILEIRO, 12
3 - CÁLCULO FINANCEIRO, 18
4 - CÁLCULO FINANCEIRO EM CONTEXTO INFLACIONÁRIO, 24
5 - PRODUTOS FINANCEIROS, 29
6 - AVALIAÇÃO DE RENDA FIXA, 36
7 - AVALIAÇÃO DE RENDA VARIÁVEL, 41
8 - ENTENDENDO AS DEMOSNTRAÇÕES CONTÁBEIS BRASILEIRAS, 46
9 - COMO ANALISAR AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS, 59
10 - ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS - APLICAÇÕES PRÁTICAS, 67
11 - ANÁLISE DE CUSTO - VOLUME - LUCRO E ALAVANCAGEM OPERACIONAL, 79
12 - ALAVANCAGEM FINANCEIRA, 87
13 - MEDIDAS DE CRIAÇÃO DE VALOR, 95
14 - DECISÕES DE INVESTIMENTO, 105
15 - AVALIAÇÃO ECONÔMICA DE INVESTIMENTOS, 114
16 - ENTENDENDO AS ESTATÍSTICAS DE RISCO, 126
17 - DECISÕES DE INVESTIMENTO EM CONDIÇÕES DE RISCO, 131
18 - TEORIA DO PORTFÓLIO, RETORNO E CUSTO DE OPORTUNIDADE, 138
19 - CUSTO DE CAPITAL E CRIAÇÃO DE VALOR, 145
20 - ESTRUTURA DE CAPITAL, 151
21 - FONTES DE FINANCIAMENTO DE LONGO PRAZO NO BRASIL, 158
22 - DECISÕES DE DIVIDENDOS, 165
23 - PRÁTICA DE DIVIDENDOS NO BRASIL, 173
24 - CAPITAL DE GIRO E EQUILÍBRIO FINANCEIRO, 179
25 - ADMINISTRAÇÃO DE CAIXA, 186
26 - ADMINISTRAÇÃO DE CONTAS A RECEBER, 193
27 - ADMINISTRAÇÃO DE ESTOQUES, 203
28 - AVALIAÇÃO DE EMPRESAS, 208
29 - METODOLOGIA BÁSICA DE AVALIAÇÃO, 213
30 - MERCADOS DERIVATIVOS E GESTÃO DE RISCOS, 218
Edit
ora 
Atlas
Edit
ora 
Atlas
Edit
ora 
Atlas
TESTES DE VERIFICAÇÃO
1. Dentro da dinâmica de decisões financeiras, a 
administração financeira volta-se ao planeja-
mento financeiro, controle financeiro, adminis-
tração de ativos e administração de passivos. 
Assim, não é correto afirmar:
a) No planejamento financeiro, são evidencia-
das as necessidades de expansão da empre-
sa e a identificação de eventuais desajustes 
futuros.
b) No controle financeiro é avaliado todo o 
desempenho da empresa e feitas também 
análises de desvios que venham a ocorrer 
entre os resultados previstos e realizados.
c) A administração de ativos tem como objetivo 
obter a melhor estrutura, em termos de risco 
e retorno, dos investimentos empresariais, e 
proceder a um gerenciamento eficiente de 
seus valores.
d) A administração de passivo está associa-
da à gestão da liquidez e capital de giro, 
INTRODUÇÃO 
ÀS FINANÇAS 
CORPORATIVAS
onde são avaliadas eventuais defasagens 
entre entrada e saída de dinheiro de cai-
xa.
e) O levantamento de fundos de provedores 
de capital, envolvendo principalmente o 
gerenciamento das obrigações financeiras 
e a composição do passivo, identificando a 
estrutura adequada em termos de liquidez, 
redução de seus custos e risco financeiro, é 
característica da administração de passivo.
Justificativa:
A administração de passivo está voltada para o 
levantamento de fundos de provedores de capital, 
envolvendo principalmente o gerenciamento das 
obrigações financeiras e a composição do passivo, 
identificando a estrutura adequada em termos de 
liquidez, redução de seus custos e risco financeiro. 
A administração de ativos é que está associada à 
gestão da liquidez e capital de giro, onde são avalia-
das as eventuais defasagens entre entradas e saídas 
de dinheiro de caixa.
1
Introdução às Finanças Corporativas 7
Edit
ora 
Atlas
Edit
ora 
Atlas
Edit
ora 
Atlas
2. Na dinâmica das decisões financeiras, uma 
empresa, independentemente da sua natureza 
operacional, é obrigada a tomar duas grandes 
decisões: a decisão de investimento e a decisão 
de financiamento. Identifique duas alternativas 
corretas:
a) A decisão de investimento envolve todo 
o processo de identificação e seleção de 
alternativas de aplicação de recursos na 
expectativa de se auferirem benefícios 
econômicos futuros.
b) Para serem consideradas economicamente 
atraentes, as decisões de investimento não 
precisam criar valor.
c) As decisões de financiamento voltam-se 
principalmente em selecionar ofertas de re-
cursos, sem preocupação em manter a me-
lhor proporção entre capital de terceiros e 
capital próprio.
d) Não há a necessidade de se avaliar toda 
decisão de investimento diante da relação 
risco-retorno, pois é certa a realização futura 
dos benefícios econômicos.
e) As decisões de investimentos são atra-
entes quando a taxa de retorno exigida 
pelos proprietários de capital exceder ao 
retorno esperado da alternativa de inves-
timento.
Justificativa:
As decisões financeiras tomadas regularmente 
por uma empresa resumem-se na captação de re-
cursos \u2013 decisões de financiamento \u2013, e na aplicação 
dos valores levantados \u2013 decisões de investimento. 
São decisões que toda empresa toma de maneira 
contínua e inevitável, definindo sua estabilidade 
financeira e atratividade econômica e, por isso, 
essas decisões não podem ser tomadas de forma 
independente.
As decisões de investimento envolvem todo o 
processo de identificação e seleção de alternativas 
de aplicação de recursos na expectativa de se au-
ferirem benefícios econômicos futuros. As decisões 
de investimento são atraentes quando os investi-
mentos realizados criam valor aos proprietários de 
capital, ou seja, quando a taxa de retorno exigida 
excede ao retorno mínimo esperado da alternativa 
de investimento.
As decisões financeiras devem estabelecer a 
atratividade econômica da empresa promovendo 
sua continuidade e valorização.
Na consecução de suas atividades, as empresas 
utilizam duas fontes de recursos: recursos próprios 
e recursos de terceiros. Sabe-se que todo financia-
mento apresenta um custo, que é a remuneração 
atribuída aos proprietários de capital pela utiliza-
ção de tais recursos. O resultado proveniente do 
investimento desses capitais, definido por lucro 
operacional, deve idealmente satisfazer as expec-
tativas de retorno de maneira a viabilizar economi-
camente o empreendimento. Assim, torna-se inevi-
tável a busca pela melhor proporção entre capital 
de terceiros e capital próprio.
3. De acordo com as alternativas abaixo, é corre-
to afirmar:
a) O lucro, conforme apurado pelos princípios 
contábeis consagrados, representa uma me-
dida de eficiência econômica, pois deduz dos 
resultados do exercício os custos do capital 
próprio e do capital de terceiros alocados 
pela empresa em suas decisões de ativo.
b) Imagem, participação de mercado, estra-
tégia financeira, tecnologia, distribuição e 
logística, potencial de lucro etc. não são 
considerados na determinação do valor eco-
nômico de uma empresa.
c) A distribuição de dividendos leva em consi-
deração se o retorno gerado pela empresa é 
superior ao custo de oportunidade do acio-
nista.
d) As ações ordinárias das companhias brasi-
leiras são as mais negociadas em bolsa de 
valores, em razão de no Brasil existir uma 
grande diluição do capital votante.
e) Commercial Papers é uma nota promis-
sória de curto prazo emitida por uma 
sociedade tomadora de recursos para fi-
nanciar seu capital de giro. As taxas são 
geralmente mais baixas devido à elimi-
nação da intermediação financeira.
8 Curso de Administração Financeira \u2013 Manual do Mestre \u2022 Assaf e Lima
Edit
ora 
Atlas
Edit
ora 
Atlas
Justificativa:
Commercial Papers são títulos de crédito emi-
tidos visando à captação pública de recursos para 
o capital de giro da empresa. O título é negociado 
no mercado, constituindo-se em importante meca-
nismo de financiamento
Leandro
Leandro fez um comentário
O ser humano vive em constante evolução e a troca de informações é sempre necessária para nossa melhora diária.
0 aprovações
Betto
Betto fez um comentário
vanessa preciso falar com vc pfvr
0 aprovações
Carregar mais